• Banner OAB
  • Campanha da Santa Missa
  • Vencer 03
  • Vencer 02
  • Vencer 01
  • Prerrogativas da advogacia
  • Peregrinos da fé
  • Novo app Jornal O Dia
Roda Viva

Bolsonaro abaixa o tom e fala em cooperação aos governadores

Há um claro conflito entre o presidente Jair Bolsonaro e os governadores em meio a luta contra a proliferação do novo coronavírus no Brasil.

25/03/2020 07:52h

A ira do presidente tem como principais alvos os chefes de São Paulo, João Dória (PSDB), e do Rio de Janeiro, Wilson Witzel (PSC). Cada um quer ser protagonista do movimento para combater a doença e todos os três já demonstraram que pensam na sucessão presidencial em 2022. No entanto, após no domingo o presidente ter tomado medidas que corrigiam decisões estaduais, do ponto de vista da inconstitucionalidade, ele começou a baixar o tom e fala palavras que ele nunca tinha pronunciado: integração e cooperação. Mas conhecendo o perfil do chefe do governo federal é bom esperar os próximos passos, porque certamente ele não vai aceitar numa boa ser coadjuvante neste processo. É preciso lembrar que dias atrás, o governador do Rio de Janeiro deu a entender que o estado vinha sofrendo com a falta de dinheiro federal por ordem do presidente.

O deputado estadual Flávio Nogueira Júnior destinou R$ 350 mil de suas emendas individuais para serem alocadas para o combate ao novo coronavírus. Ofícios foram encaminhados ao presidente da Assembleia Legislativa, deputado Themistocles Filho, orientando a destinação das emendas via Orçamento Geral do Estado. Serão R$ 150 mil para que a Secretaria Estadual de Saúde (Sesapi) possa adquirir Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) para os profissionais que atuam no combate à doença. Além disso, R$ 100 mil serão alocados para a Casa Abrigo São José, que trabalha na assistência aos idosos, que integram o grupo de risco para a doença. A Associação Piauiense de Combate ao Câncer (Hospital São Marcos) também deverá receber R$ 100 mil de emendas do parlamentar.

Concessão de auxílio

Passou quase despercebido a aprovação, pela Assembleia Legislativa do Piauí, do projeto de lei que concede auxílio-alimentação para os servidores públicos efetivos e comissionados do governo estadual. O projeto estava entre os que foram analisados pelo Plenário Virtual na segunda-feira (23).  O concessão do auxílio foi uma alternativa para elevar os ganhos dos servidores mediante a grave crise econômica. O valor ainda será definido pelo governador. Marden Menezes se absteve da votação por entender que ao conceder o auxílio aos comissionados, o projeto beneficia aliados políticos de Wellington Dias.

Mobilização

Em razão da pandemia de Covid-19, o Sindicato da Indústria da Construção Civil (Sinduscon-Teresina) articula com o Centro das Indústrias do Estado do Piauí (CIEPI) campanha para arrecadação de recursos que serão investidos na compra de respiradores para hospitais em Teresina. Os interessados podem fazer transferências bancárias para: Caixa Econômica Federal - Ag. 0855. Op. 03. C/c 575-8 - CNPJ: 06.643.860/0001-20. Os comprovantes devem ser enviados para o contato: (86) 9 8848-6559.

Conferências municipais suspensas

O coordenador estadual da Juventude, Vicente Gomes, e a equipe responsável pela mobilização das conferências municipais de juventude reuniram-se ontem (24), por meio de videoconferência, para tratar dos encaminhamentos na realização dos eventos diante da crise causada pela pandemia do coronavírus. Por enquanto, os eventos estão suspensos, mas a mobilização continua, de forma remota, junto com os gestores municipais e a juventude do Piauí. “Iremos aguardar a situação do país, as orientações e as determinações do governador para quando pudermos retomar essas agendas”, disse Gomes.

Quarentena

Como medida de segurança em razão da pandemia de Coronavírus (COVID-19), o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) suspendeu temporariamente o atendimento pelo número 0800 721 8181. O atendimento à sociedade continua sendo feito pelo e-mail [email protected] No Piauí, o atendimento presencial ao público está suspenso e todos os servidores estão cumprindo regime de teletrabalho. As demanda

O colegiado de vogais da Junta Comercial do Estado do Piauí (Jucepi) aprovou por unanimidade a resolução nº002/2020 que normatiza o regime de teletrabalho enquanto durar o estado de calamidade pública decretado em virtude da pandemia da Covid-19. A aprovação aconteceu, nesta segunda-feira (23), em sessão plenária ordinária que ocorreu por videoconferência e foi a primeira realizada em ambiente virtual. De acordo com a presidente Alzenir Porto, a adoção temporária do regime de trabalho foi possível com a implantação do sistema Junta Digital, que permite a abertura, alteração, extinção e outros serviços 100% on-line.


Deixe seu comentário