• Clínica Shirley Holanda
  • Semana do servidor
  • Netlux
  • SOS Unimed
  • Novo app Jornal O Dia
Roda Viva

3 mil na malha fina

Leia a coluna Roda Viva desta terça-feira.

02/04/2019 08:05h

3 mil na malha fina

A Receita Federal informou que, até esta segunda-feira (1º), 72 mil declarações haviam sido apresentadas no estado. Desse total, aproximadamente 3 mil ficaram na malha fiscal, popularmente chamada de "malha fina". A partir deste ano, no dia seguinte ao do envio da declaração o resultado do seu processamento já está disponível, e, dessa forma, o contribuinte pode conferir se caiu na malha fiscal. Segundo a Receita, os principais motivos que fazem com que o contribuinte fiquem com pendências são: a omissão de rendimentos e a não comprovação de despesas com saúde declaradas. O "Leão" alerta que qualquer erro no preenchimento, inclusive de centavos, já é motivo para que o declarante caia na malha fina. "Só devem ser declaradas despesas que possam ser comprovadas, e os valores informados pelas fontes pagadoras ou recebedoras devem estar de acordo com os que o contribuinte declarou", destaca a Delegacia da Receita Federal em Teresina. O prazo para entrega da Declaração de Imposto de Renda Pessoa Física vai até o dia 30 de abril.


O deputado estadual Georgiano Neto (PSD) procurou o diretor-geral do Departamento de Estradas de Rodagem do Piauí (DER-PI), José Dias de Castro Neto, para pedir uma solução para o trecho urbano da rodovia BR 316 em Teresina, que dá acesso à cidade de Demerval Lobão. No último final de semana, ganhou repercussão nas redes sociais e nos aplicativos de mensagens um vídeo que mostra um protesto realizado por populares contra o péssimo estado da rodovia. Os manifestantes  levaram cartazes com críticas ao Governo do Estado e colocaram plantas em alguns dos inúmeros buracos que existem no trecho da BR. "O gestor ordenou, de imediato, que a construtora Hidros, que tem o contrato de conservação e manutenção das estradas da região da Grande Teresina, realize a operação tapa-buracos emergencialmente. E disse também que nos próximos dias a pasta estará pagando uma das medições em aberto que tem com a construtora Sucesso, o que permitirá que a obra de duplicação seja retomada nos próximos dias", afirmou Georgiano após a reunião com Castro Neto.

Supervisor

O desembargador Edvaldo Pereira de Moura é o novo supervisor-geral dos Juizados Especiais Cíveis e Criminais do Estado do Piauí. A posse aconteceu nessa segunda-feira (1º). Dentre as prioridades do novo supervisor estão: a criação do anexo do JECC da Fazenda Pública, na comarca de Teresina, e a regionalização das turmas recursais para polos como Piripiri, Floriano, Picos e Bom Jesus.

Publicidade enganosa

O Idec, ONG de Defesa do Consumidor, lançou o site do "OPA" - Observatório de Publicidade de Alimentos -, para fortalecer o direito dos consumidores e apoiar as autoridades competentes na identificação de publicidades abusivas ou enganosas de alimentos. O lançamento foi feito em 1º de abril por ser o "Dia da Mentira", fazendo alusão às enganações presentes em diversas publicidades de alimentos. Por meio da plataforma do OPA, todo cidadão aprende a identificar e pode denunciar qualquer tipo de publicidade abusiva ou enganosa (em TV, internet, rótulos, eventos, etc) que não esteja respeitando o CDC (Código de Defesa do Consumidor) ou outras regras destinadas a proteger o consumidor.

O vereador Edilberto Borges Dudu (PT) foi até o Posto de Saúde do povoado Taboca do Pau Ferrado para denunciar que o local só funciona de 8 às 10 horas da manhã, permanecendo fechado durante todo o resto do dia, bem como aos sábados e domingos. Segundo o petista, a denúncia foi feita pelos próprios moradores da comunidade, e o parlamentar comprovou que a informação era verdadeira durante visita ao local no último sábado, 30 de março. "Infelizmente, nos deparamos com essa triste realidade. A prefeitura não oferece serviços de qualidade à população. Os postos de saúde, que deveriam atender as necessidades da região, encontram-se com as portas fechadas. Sem falar a falta de acessibilidade. Isso é algo inadmissível. A população clama por providências imediatas", protestou o parlamentar.


Deixe seu comentário