• Canta
  • SOS Unimed
  • Fagner
  • Trilha das emoções
  • Novo app Jornal O Dia
Polivox

Uma Guerra Civil muito divertida!

Belas cenas de ação em uma trama bem construída

02/05/2016 08:59h

Teoricamente, todo último filme de uma série deveria ser o melhor, afinal de contas o que se espera é que as pessoas aprendam com os erros e busquem corrigir suas falhas. Na prática, no entanto, sabemos que não é bem assim que acontece. Mas foi justamente isso que percebemos em Capitão América: Guerra Civil. Não que os outros filme da Marvel sejam ruins, mas em Guerra Civil é muito visível a questão do aprimoramento, em todos os aspectos. 

Desde a atenção aos pequenos detalhes no roteiro a construção das cenas de ação. Os diretores Anthony e Joe Russo deixaram tudo ainda mais perto do real, a movimentação nas cenas de luta está incrível, e não existe nenhum subterfúgio para disfarçar, como o uso de pouca luz ou velocidade extrema. 

O roteiro também foi muito bem construído. Um dos destaques é que com uma grande quantidade de heróis superpoderosos não foi necessário acontecer nenhuma grande catástrofe desta vez. Mesmo as motivações inicias sendo as destruições de países, mas o que se apresenta desta vez é verdadeiramente uma guerra civil, tudo é centrado em questões políticas ou bem pessoais, como a vingança.

E para completar, os heróis que somaram forças ao filme, como o Homem-Aranha e o Pantera Negra estão perfeitamente encaixados e dão um show a parte.

Ou seja, Capitão América: Guerra Civil, cumpre seu papel com maestria: diverte muito sem precisar apelar, a partir de um roteiro bem equilibrado. As cenas de ação são muitas, mas estão no peso certo para o filme, e bem intercaladas aos diálogos. 

E, claro, para os fãs de história em quadrinhos, Guerra Civil tem um gosto ainda mais especial. Finalmente podemos ver um Homem-Aranha verdadeiramente divertido, um Pantera Negra bem caracterizado, um verdadeiro guerreiro, como de fato é, entre outras coisas.


Deixe seu comentário


Notícias Relacionadas