Opiniao

'Por todas as Fernandas': Confira o editorial do Jornal O DIA desta quarta-feira

Confira o editorial do Jornal O DIA desta quarta-feira

31/08/2011 08:59h

Compartilhar no

Desde a madrugada da última quinta-feira, dia 25, o Piauí está imerso numa rede sem fim de especulaçõesacerca do brutal assassinato da universitária Fernanda Lages, 19 anos. Desde a descoberta do corpo nas primeiras horas da manhã, no canteiro de obras do MPF, na avenida João XXIII, zona Leste de Teresina; até as últimas informações relacionadas ao caso, muito tem sido dito e reproduzido, mas muito pouco tem sido respondido.

As perguntas continuam pairando sobre as mentes - desde as mais sensatas até as mais criativas - em busca de respostas que possam elucidar este crime que vitimou não apenas uma jovem bonita, mas todo o Estado. No entanto, mesmo diante de tantas especulações, contrainformações, ditos e não-ditos, a Polícia Civil do Estado há exatos sete dias vem silenciando sobre os rumos que as investigações estão tomando. Enquanto isso, a população tem se ocupado em fazer sua própria "investigação"e promover as ligações que é capaz de realizar. Dessa maneira, a opinião pública tem ecoado aos quatro cantos do Estado ao fomentar teorias, apontar culpados e sentenciar quem - às vistas da opinião pública - estaria envolvido no já batizado "caso Fernanda Lages".

Para não passar o sentimento de impunidade, para que a população não perca a crença no trabalho da polícia, para que a Justiça em seu sentidomais amplo não seja afastada do caso, para que as respostas sejam dadas, para que as dúvidas sejam dirimidas, para que a família tenha na punição dos culpados o mínimode conforto pela morte da jovem, para que seja afastada qualquer sombra de interferência política ou econômica nas investigações, para que os culpados sejam punidos e os inocentes absolvidos, para que oEstado cumpra seu papel, para que o crime seja combatido, para essa não seja mais uma história "insolúvel" no Piauí, enfim, para que todas as famílias possam olhar para suas crianças sem temer pela violência - o 5º DP, a Cico, o delegado Mamede, o secretário de Segurança, Raimundo Leite, e quem mais possadar respostas não deixe um crime de tamanha brutalidade ser empurrado para debaixo do tapete.

Compartilhar no
Fonte: ODIA

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!


Deixe seu comentário


Notícias Relacionadas