OAB Notícias

Black Friday: Saiba como verificar a reputação de um site e evitar golpes

“Em compras na internet, é fundamental que os consumidores se atenham ao domínio do site, pois existem anúncios nas redes sociais que redirecionam para sites falsos."

10/11/2021 10:39h

Compartilhar no

A Black Friday acontecerá no dia 26 de novembro e muitas promoções já estão sendo divulgadas pelos comerciantes das lojas on-line. Mas, é também nesta época que criminosos aproveitam para criar sites falsos e enganar consumidores desatentos. Para não cair nesses golpes, é importante redobrar os cuidados e sempre desconfiar de ofertas muito vantajosas, além de checar a reputação do site antes de realizar a compra.

Mariano Cerqueira, Presidente da Comissão de Defesa dos Direitos do Consumidor da OAB Piauí, alerta que os sites fraudulentos costumam simular a aparência de e-commerces de varejistas legítimos e aplicar golpes durante o período de ofertas.

“Em compras na internet, é fundamental que os consumidores se atenham ao domínio do site, pois existem anúncios nas redes sociais que redirecionam para sites falsos. Nesses casos, o consumidor acredita estar em um site determinado quando, na verdade, está realizando compras em um site falso, que utiliza do mesmo layout da loja e acabam realizando uma aquisição fraudulenta”, explica.

O Presidente destaca também que o consumidor deve desconfiar de sites que só aceitam pagamento via boleto. “Grande parte dos golpes que envolvem internet normalmente fazem a solicitação de pagamento em boleto e em uma vez. Nesses pagamentos o consumidor deve ficar atento sobre quem é o beneficiário do boleto, fazer uma conferência das informações e verificar se aquele nome realmente é do banco”, elenca Mariano Cerqueira.

Caso os consumidores venham a ter problemas decorrentes da compra na modalidade on-line, terão amparo dos Órgãos de Proteção dos Direitos do Consumidor e do Poder Judiciário, a fim de assegurar todas as obrigações estabelecidas pelo Código de Defesa do Consumidor. Caso existam dúvidas, é recomendável conversar com um(a) Advogado(a) especialista em Direito do Consumidor.

“Quando o consumidor perceber que houve uma infração, que foi lesionado, a depender da intercorrência, recomenda-se que ele formule uma reclamação perante ao Procon, para que a empresa seja autuada. Em casos de fraude, o cliente deve buscar a Delegacia de Crimes Virtuais para que seja feita apuração do delito”, conclui o Presidente.

Confira algumas orientações para realizar compras online de forma segura:

– Certifique-se de que a empresa existe, verificando se possui endereço físico e SAC (Serviço de Atendimento ao Cliente).

– Acesse o histórico de reclamações no Procon de seu município, no site Reclame Aqui e no site consumidor.gov.br, do Ministério da Justiça, para verificar a reputação da loja.

– Prefira fornecedores renomados ou recomendados por amigos ou familiares;

– Evite também sites que só aceitam pagamento via boleto, pois além de não passar pela verificação da administradora do cartão, caso haja fraude, o processo para reaver o valor pago torna-se mais complexo.

– Leia a Política de Privacidade da loja virtual para saber quais compromissos ela assume quanto ao armazenamento e manipulação de seus dados;

– Imprima ou salve todos os documentos que demonstrem a compra e a confirmação do pedido (comprovante de pagamento, contrato, anúncios, etc.).

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no

Deixe seu comentário


Notícias Relacionadas