• Piauí Férias de Norte a Sul
  • SOS Unimed
  • Ecotur 2019
  • Novo app Jornal O Dia

Notícias No Mirante

10 de dezembro de 2013

Vossa Majestade, O CLIENTE!

A desvalorização do cliente no mercado atual.

O post dessa semana tem um tom azedo, fruto de constantes choques que tenho experimentado em empresas de diversos segmentos, desde operadoras de estacionamento a shoppings passando por redes de fast-food, restaurante, loja de sapato e afins! As empresas parecem esquecer o que é a razão da existência delas: O CLIENTE!

Quem trabalha com público, deve ter o rápido raciocínio de que o cliente é VOSSA MAJESTADE, é a razão da receita financeira da empresa e, portanto saúde do negócio e manutenção da empregabilidade dos envolvidos no trato ao cliente!

Mas o que vejo é exatamente o contrário, só para citar alguns exemplos bizarros:

1.  Fui comprar um doce em um restaurante, presente em diversos shoppings no país, o par de doces custaria R$4,80, quis pagar com o vale refeição! Não quiseram vender, alegando que o valor mínimo de venda sem ser dinheiro em espécie é de R$10,00! Mas aí você vai a um grande fast-food e compra uma casquinha por R$1,50! Qual a diferença?

2.  Ano passado quis comprar uma máquina fotográfica em uma grande rede de varejo, ao ver o modelo desejado na vitrine perguntei: Você tem em estoque? A resposta da funcionária foi: Tem essa aí se quiser, em tom grosseiro e pior, a envolvida em questão é gerente da referida loja!

3.  Por mais de três vezes fui destratado e ironizado por uma operadora de caixa de um estacionamento em um grande Shopping em Belo Horizonte, busquei apoio junto ao SAC e Operador do Estacionamento, o feedback? Uma simples advertência em uma funcionária sem condições psicológicas de tratar com público!

E eu poderia contar muito mais histórias, inclusive em um hotel em Teresina, em rede de fast-food, aonde você imaginar eu posso ter um caso, mas felizmente sites como o RECLAME AQUI tem sido um porto seguro para o cliente, desrespeitado e desvalorizado perante as empresas, funcionando melhor do que qualquer SAC de qualquer empresa no Brasil. O que está faltando na missão das empresas é difundir desde o faxineiro até o presidente de que o CLIENTE é o bem mais importante, ele é o capital de giro da empresa, todos devem entender que diante de ti está VOSSA MAJESTADE, O CLIENTE!

05 de dezembro de 2013

Parnaíba no ar e VASP no Piauí

Parnaíba voltará a ter voos e lembraremos da VASP no PI

O tema dessa semana será duplo e até me fez antecipar levemente a postagem de sexta-feira para este fim de tarde de quinta! Os acontecimentos nesta quarta-feira, 04 de Dezembro me fizeram mudar o texto e a antecipar a postagem. Por destino, há 1 mês atrás (04 de Novembro de 2013) tive um artigo publicado na edição impressa do O DIA, onde com o título de âA rua principal da cidadeâ levantei a questão sobre o papel do governo no desenvolvimento da aviação regional no PI e exato 1 mês depois o Governador Wilson Martins assinou o acordo sobre a tributação de ICMS no Palácio de Karnak! Fantástico.

A beneficiada inicialmente será a Azul, que vai operar as terças, quintas e domingos em Parnaíba na rota Fortaleza â Parnaíba â Teresina, utilizando para tal o equipamento mais adequado do mercado no momento, os fantásticos ATR72, conforme apuramos. Ponho literalmente a mão no fogo por esta aeronave, fruto de uma relação profissional com a mesma nos últimos 5 anos. Os confortáveis turboélices franco-italianos ATR transportam até 70 passageiros e voando a 470Km/h vão promover o transporte aéreo com eficiência no litoral piauiense. A Azul é hoje a empresa aérea que serve o maior número de destinos no Brasil, ultrapassando 100 cidades, é a empresa resultante da fusão da Azul Linhas Aéreas Brasileiras (2008-2012) com a TRIP Linhas Aéreas (1998-2012), ambas uniram-se sob o nome Azul em Maio de 2012.

Mas o post original para esta Sexta (06/12) era lembrar que há 30 anos, Teresina era servida 2 vezes ao dia com os saudosos widebodies franceses Airbus A300 da VASP pousando as 14:30 e 15:30 no voo VASP 190/191 que ligavam o sudeste até Manaus com diversas escalas inclusive Teresina, assim antigamente voava-se de avião com padrão internacional em rota doméstica como Fortaleza â Teresina â São Luís, são saudosos tempos que não voltarão, mas que merecem ser eternizados. A VASP que se estivesse voando, teria completado 80 anos no último 4 de Novembro (1933-2013) serviu ao Piauí com excelência ao longo de sua existência, utilizando por aqui aviões como os Boeing 737-200, 737-300, 727 Super 200 e os Airbus A300. O 737-200 marcou a paisagem dos céus de Teresina desde 1972 até 2005 quando a empresa desapareceu após uma longa crise financeira. A estatal Paulista que possuía loja na Frei Serafim e na Davi Caldas foi a empresa aérea nacional que sem dúvida mais se dedicou ao mercado Piauiense até o seu desaparecimento quando teve seu espaço preenchido por Gol, TAM e por último a Azul.

Aproveito para informar aos DOVs que tanto comentaram a matéria sobre os profissionais de aviação, que vamos citá-los em uma segunda parte da matéria, afinal existem outras profissões que não trabalham diretamente no aeroporto, mas sim nas sedes das companhias como DOV, além dos controladores de vôo, outro profissional peça chave no sistema!

Acabamos de criar também uma fanpage do blog NO MIRANTE no facebook, permitindo maior interação entre leitor e blogueiro! à só curtir www.facebook.com/nomirante 

03 de dezembro de 2013

Primeiro Americano a visitar o Brasil - #SQN

Como a falta de conhecimento prejudica o atendimento!

Vocês sabiam que o primeiro Americano a visitar o Brasil o fez em São Raimundo Nonato? Como assim? Pois bem foi isso que ouvi no Centro de Artesanato Mestre Dezinho aí em Teresina! Fervi, contei até 10, não podia corrigir a atendente na frente de outros visitantes. Sabemos que São Raimundo Nonato é parque histórico de pinturas rupestres, que remontam aos primeiros homens Americanos... Não dos Estados Unidos, mas sim do CONTINENTE AMERICANO! E mais primeiros habitantes e não visitantes. Aonde quero chegar? CONHECIMENTO!

Você trabalha com público? Você trabalha em ambientes onde turistas passam? Conheça! Saiba o que fala! Eu sou piauiense e estava disfarçado de turista, logo não aprendi errado, mas e quem não conhece a história do estado? Iria ficar com esta lenda urbana na cabeça! Mas o que faltou neste caso?

Primeiro: iniciativa do profissional em conhecer sua terra, seu estado! Outra coisa se você vende produtos relacionado a um estado, então tem que saber explicar direitinho o que é Cajuína, como é feita, a história, o porquê dos desenhos rupestres e por aí vai.

Segundo: O empregador orienta seus funcionários? Preocupa-se com a qualidade do serviço prestado aos seus clientes? Que tal bolar uma cartilha de orientação? Vai melhorar a qualidade do atendimento e vai motivar o seu funcionário, que se sentirá valorizado dentro do negócio!

Atendimento a cliente é tudo! E não esqueça, você é FULANO DE TAL LTDA! Certa feita estive em Aracajú, fui tão bem atendido por uma mocinha no ponto de informações turísticas, que me vendeu tão bem o estado, que minha reação foi: Quero seu currículo! Ela incrédula anotou meu e-mail e enviou no mesmo dia... uma semana depois trabalhava na mesma empresa que eu, pois não pensei duas vezes em agregar valor a companhia que trabalhava, assinei e indiquei o currículo dela (vi a pessoa uma vez na vida) e não me arrependo, pois trabalha até hoje nesta empresa, mesmo depois de uma fusão pela qual a companhia passou! Qual lição que fica? Alguém está sempre vendo o seu trabalho... inclusive estou preparando um pacotão de absurdos que já vi em atendimento a cliente, onde inclusive quem atendeu se deu muito mal por fazer julgamento de aparência, aguardem!

28 de novembro de 2013

Profissionais da Aviação

Qual carreira você pode seguir em aviação?

O leitor deve talvez se perguntar: E quem trabalha mesmo lá no aeroporto? Pois vou te contar superficialmente quem é quem na aviação! Focado na estrutura operacional das empresas aéreas, pois a gama de profissionais na aviação é bem diversificada.


mecânicos, agentes de aeroporto, comissários e pilotos com uniformes da Azul Linhas Aéreas

PESSOAL DE AEROPORTO  

Por pessoal de aeroporto entenda-se aquela mocinha simpática que te recebeu no check-in (ok pode ser mocinho também). Existe um curso chamado AGENTE DE AEROPORTO, porém não é obrigatório para exercer. Mas vale dizer que uma boa aparência, um ou mais idiomas e uma formação em turismo ou hotelaria ajudam bastante. O profissional que trabalha como Agente de Aeroporto cuida do check-in, embarque, desembarque, documentação de voo, etc, trabalha geralmente 6 horas por dia em escala de 5x1 ou 6x1, remuneração ao redor de 1.100 reais + benefícios (vale transporte, vale refeição, cesta básica, plano de saúde). Trabalhei nesta função por 3 anos e gostei bastante.

MECÃNICO DE AVIÃO  

à o veterinário de pássaro de ferro, médico de avião. Faço essa analogia para dar a exata dimensão da responsabilidade deste profissional. Para exercer, deve fazer um curso composto de 3 ou 4 módulos: BÃSICO, GMP (motores), CEL (célula ou seja todos sistemas do avião) e AVI (Avionicos, a parte eletrônica do avião). Este curso pode durar até 2 anos, deve ser feito em escola homologada pela ANAC (infelizmente Teresina não tem) e após isso uma prova na ANAC, que vai conferir ao candidato uma CCT, que é o documento que permitirá o mesmo se candidatar a vagas nas empresas. Maiores dicas sobre isso, leia um site feito por um mecânico de avião, chamado www.avioesemusicas.com 

COMISSÃRIO DE BORDO (AEROMOÃA)   

O comissário de bordo, função onde existe uma predominância feminina, daí ser chamado de Aeromoça também, é o agente de segurança a bordo! Sim senhor, aeromoças não estão ali para servir o refrigerante e comida não, é o profissional preparado para evacuar um avião em 90 segundos em caso de pouso forçado, transmitir as instruções de segurança em caso de emergência, auxiliar na sua estadia a bordo. O curso dura até 6 meses, prevê primeiros socorros, etiqueta, sobrevivência na água e selva, regulamentação profissional, etc. A remuneração gira ao redor de 2.500 a 4.000 reais por mês a depender de escala de voo, empresa que se trabalha, horas voadas, etc...

PILOTO DE AVIÃO  

O piloto de avião é o profissional que conduz o voo. Para ser piloto, no entanto, o caminho é longo, começa com um curso de Piloto Privado, que envolverá fase teórica e prática (40 horas) cujo custo inicial pode chegar a 15 mil reais. Após isso terá que obter a licença de piloto comercial e após piloto de linha aérea. A formação total pode chegar a 90 mil reais e 200 horas acumuladas em média neste período, para começar a candidatar-se em taxi aéreos, aviões particulares. Empresas de linha aérea costumam admitir profissionais com 500 a 1.500 horas, depende da fase. A posição inicial é de Copiloto com salários que variam de 3.000 a 5.000 reais.

Em Teresina, infelizmente não há escola de aviação, portanto o caminho acaba sendo Belém, Fortaleza, Recife, cidades vizinhas onde o interessado em alguma das funções acima poderá se candidatar. Aviação é um mundo ímpar, onde já estou a quase 13 anos e friso bastante um ponto: NÃO ENTRE POR REMUNERAÃÃO, pois neste mundo só sobrevive quem tem PAIXÃO! As particularidades do setor são completamente diferentes à quem trabalha em um escritório de segunda à sexta por exemplo! Aviação não para, é simples notar, quando você viaja de férias ou naquele feriado prolongado e vai de avião, note que todos estão ali trabalhando e você passeando! 

26 de novembro de 2013

Cachorro ou Gato?

Que tipo de profissional você é? Cachorro ou gato?

CACHORRO OU GATO?

Calma, não estou dando pitaco no mundo de pets! à uma analogia e polêmica, diga-se de passagem. Sempre tive cachorro, mas já convivi com gatos e é observando características gerais de ambos que vou falar de PROFISSIONAIS!

O cachorro é aquele sujeito motivado né? Você joga a bolinha, o brinquedo o que for ele vai lá correndo pega, traz, te dá, você joga de novo e ele vai, poderá fazer isso o dia todo! O cachorro é aquele elemento que conhece profundamente você, basta seu carro entrar na rua e ele já sabe que é você, alias nem precisa de carro, o seu passo ele conhece! E o gato hein? O gato é um sujeito frio, fica lá na dele o dia todo, dormindo de preferência em sua cama. Tá, mas o que isso tem haver com profissional?

Você tem que ser um profissional motivado como o cachorro! Você tem que insistir com o cliente de forma motivadora e encantadora. Você tem que conhecer o cliente como o cachorro conhece seu carro ou seus passos dentro de milhares de sons na rua. Procure por um vídeo chamado Cachorro e Gato de Daniel Godri na web, é uma palestra de um excelente motivador profissional e entenderá mais sobre este post. Vou citar uma passagem que tive em uma rede de fast-food para ilustrar este post. Eu ia de 2 a 4 vezes por semana comer nesta rede (péssimo exemplo alimentar!) e era mal atendido por uma garota, que era fria, de inércia imensa e perceptível ou até dona de frases como: Não sei, não é problema meu... Quando não era essa garota era um rapaz novinho, detalhista decorou o que eu gostava, sempre confirmava: Hoje é suco de uva ou vai experimentar outro? O dia que faltou pão nesta rede (acreditem...) o mesmo sugeriu outro tipo de sanduíche, sempre buscando conciliar o que ele tinha notado em minhas preferências. Resultado disso? O dia que eu tive um grave problema com aquela atendente que agia como âgatoâ, chamei a gerente do restaurante, relatei os fatos, só que ao invés de apontar âFoi aquela ali, quero puniçãoâ fiz diferente, apontei foi o rapaz e disse a gerente: Por que você não promove ele? Ele é a referência em seu grupo de linha de frente.

Hoje o rapaz foi promovido, é TREINADOR dentro do organograma daquele restaurante fast-food... fico feliz e detalhe: continua o mesmo profissional motivado, exemplar e padrão! O que quero dizer com este exemplo? Alguém está vendo o seu trabalho, seja ele bom ou ruim, vai ter quem aponte o ruim para punição, mas vai ter quem exalte o trabalho bom, que poderá te render uma promoção! A sua atitude e postura no trato com o cliente e colegas é que te fazem crescer. Pense nisso!

19 de novembro de 2013

No Mirante: Composição da postura profissional

O conhecimento é a maior arma de quem quer crescer profissionalmente.

Ao longo de praticamente 13 anos de vida profissional, tive oportunidade de trabalhar com excelentes profissionais, mas um em especial modificou um conceito meu. Sempre fui partidário daquela história de que postura profissional era a educação, apresentação, etc, mas após trabalhar com Emerson Mello por praticamente cinco anos, um incansável defensor da classe Mecânico de Avião, inclusive com palestras em faculdades em Curitiba, Paraná, ampliei minha visão sobre este tema com um valioso ingrediente! Mas o que é a postura profissional então?

Vejo diversos profissionais reclamando da sua condição profissional, seja ela de estrutura, remuneração e afins. Mas a sua postura colabora para a melhoria dos pontos que causam reclamação? Todo profissional deve ter como postura o OBJETIVO NA CARREIRA em primeiro lugar! Você faz o que gosta? Sabe aonde quer chegar? Está se qualificando e buscando isso? A meritocracia é presente em suas atitudes?

A sua postura profissional deve ser composta do Conhecimento (daquilo que você faz), Interação entre seus colegas, Comunicação entre os setores do seu serviço, Conduta: cordialidade, educação e apresentação pessoal. A questão do conhecimento é fundamental e básica, imagine um profissional que não sabe o que está falando ou fazendo! A busca do conhecimento é fundamental para se alcançar novos voos, um posto mais alto. E partir de um grupo de profissionais que tenham o conhecimento como sua arma e bandeira, agregando valores como a interação com os colegas, comunicação entre os setores, pautado na cordialidade, educação e apresentação pessoal, se tornará um grupo de respeito e por consequência poderá pleitear e ter sucesso nas solicitações de melhorias de condições, estrutura, ambiente e remuneração. Lembre-se, quem faz o profissional é você, afinal cada um É FULANO DE TAL LTDA! De nada adianta ficar acomodado esperando cair do céu, pois não acontecerá caso não haja pro-atividade por parte do profissional interessado em melhorar sua condição. O conhecimento, interação, comunicação e conduta são pontos básicos para a postura profissional e vamos tocar mais neste assunto nas próximas postagens.

Original 19NOV2013 - Corrigido caracteres de formatação no texto em 24SET2017.





Enquete

Você já foi vítima de assédio sexual no transporte coletivo no Piauí?

ver resultado