Viajar é preciso!

Mais que simples lazer ou descanso, viajar de forma independente é sinônimo de liberdade.

17/02/2014 17:18h - Atualizado em 27/12/2020 17:44h

Compartilhar no

Texto: Clbert Clark

Clbert Clark nos Andes peruanos

Viajar um investimento na alma. Quando viajamos alimentamos continuamente todos os sentidos. Viajar um processo no qual experimentamos cheiros, provamos paisagens, ouvimos cores, sentimos o vento. desbravar horizontes, por vezes verticais, sair do lugar comum. Viajar viver o outro, quando de fato nos tornamos mais ricos, quando adquirimos aquilo que no pode nos ser tomado. No exato momento em que voc l este texto h algum fazendo um mochilo, viajando de bike, descendo algum rio de caiaque, pedindo carona por ai.

Quando abrimos o nosso corao e nos despimos da nossa “zona de conforto”, acessamos o DNA primitivo do ‘ser’ humano, que desde os primrdios sente a necessidade de conhecer o novo, de buscar o insondado, de ver o ainda no visto. Temos uma grande nsia de fazer o ainda no feito. Grandes avanos do homem tiveram inicio aps os grandes movimentos migratrios dos povos, que viviam na frica.

Expedio de caiaque Amarante x Teresina


Como diria o famoso escritor Aldous Huxley: “Viajar descobrir que todo mundo est errado sobre os outros pases”. No podemos descobrir se a agua est boa para o mergulho sem que ns mesmos nos lancemos. No h modelo ideal de viagem, ou ainda a poca certa. V! E se por ventura voc se deparar com um rio no meio do caminho... Siga em frente! No interessa se a nado, a barco ou ponte. Viajar uma viagem. 

Samuel Brando na Ilha do Sol, Bolvia

Abaixo postei um texto publicado no site UOL Viagens, que julguei pertinente compartilhar. Trata-se de dicas a respeito de uma maneira de viajar muito antiga e que se tornou popular nos anos 60, viagem de carona.

Alm de enriquecedor, viajar de carona pode ser uma experincia inesquecvel; veja dicas

O argentino Juan Villarino pede carona

Viajar, conhecer outras culturas, cruzar fronteiras e ampliar a viso de mundo uma experincia recompensadora como poucas. Mas quem quiser dar um toque ainda mais aventureiro a esse momento pode experimentar fazer sua viagem s pedindo carona.

Algumas pessoas dizem que no trocam por nada a emoo e a riqueza de viajar assim. "Conheci gente de todos os lugares viajando de carona. algo que no tem preo", conta o msico e jornalista Bernardo Tonasse.

Esse brasileiro fez uma intrpida viagem, nica e exclusivamente por meio de carona, por alguns pases europeus. Durante um ms, Bernardo conheceu diversos locais como Eslovnia, Crocia, ustria e Hungria.

Ele conta que viajar com a camisa do Brasil literalmente abre as portas dos carros. "Pode at parecer engraado, mas as pessoas so muito receptivas com os brasileiros", conta.

Foram as experincias positivas que fizeram o argentino Juan Villarino, nmade (como ele mesmo se descreve), adotar esse "estilo de turismo". Ele comeou a viajar de carona em 2005 e, desde ento, visitou nada menos do que 46 pases, percorreu de carona mais de 130 mil quilmetros em cerca de mil veculos diferentes. "Fui hospedado por famlias humildes de todas as partes do mundo, todas me ajudaram. Vi pessoas, que no incio eram desconhecidos, que se emocionaram quando se despediram. Isso significa muito pra mim", conta.

Dicas

O primeiro passo para quem pede carona escolher bem o lugar. Os mais experientes aconselham abordar as pessoas nos postos de gasolina, fora da cidade. Esse um ponto onde o viajante pode trocar algumas palavras com o motorista e perguntar em que direo ele est indo. Alm disso, outros lugares para tentar a sorte podem ser nos ltimos cruzamentos nas sadas das cidades, nos pedgios ou em postos policiais.

Sites especializados indicam que geralmente quem d carona so pessoas que um dia j pediram e agora querem retribuir o ato de alguma forma. Caminhoneiros e entregadores tambm so simpatizantes dos mochileiros e muitos aceitam lev-los em troca de um pouco de companhia e bate-papo.

Bernardo Tonasse posa para foto antes de partir para mais uma aventura pela Europa

Outra dica importante levar um mapa com as principais rodovias e estradas da regio e, se possvel, algum que marque tambm os postos de gasolina. "Isso muito til na hora de traar o destino e tambm quando necessrio ir a p de uma cidade a outra", explica Tonasse.

Para ter sucesso nem sempre o gesto do polegar aberto, mundialmente conhecido, funciona. Eficiente mesmo ter um pedao de papel ou papelo com letras grandes dizendo o nome da cidade onde se quer chegar ou a direo desejada. "Nos postos de gasolina tambm ajuda ficar de olho nas placas dos carros e no idioma que as pessoas falam. Assim a abordagem mais eficiente", ensina o brasileiro.

Pequenos detalhes - como usar roupas coloridas - podem ajudar a chamar a ateno na estrada. Evite usar culos escuros quando estiver pedindo carona, o motorista sentir mais confiana se puder ver o rosto do viajante. Mochileiros experientes tambm aconselham um visual modesto e limpo.

Internet

O viajante que no quiser perder tanto tempo na estrada espera de uma carona pode agilizar o processo com a ajuda da tecnologia, embora essa opo deixe a aventura um pouco de lado. Na internet existem vrios sites especializados que colocam caroneiros e motoristas em contato. Alguns so gratuitos, j em outros necessrio pagar uma taxa anual para encontrar parceiros de viagem. H quem oferea lugar de graa nos carros e quem d carona em troca de dividir as despesas da gasolina.

Existem diversos sites especializados e comunidades que fazem encontros peridicos para que as pessoas contem suas aventuras. Um deles a rede social www.coletivu.com.br, que organiza caronas no Brasil. H tambm o www.eco-carroagem.com.br. J no site europeu www.hitchhikers.org, os motoristas escrevem para onde esto indo e o nmero de lugares disponveis no carro, deixando o contato por conta dos prprios usurios. No hitchwiki.org  possvel encontrar uma srie de dicas e bons lugares onde pedir carona pelo mundo afora. Outras opes so o www.digihitch.com e o www.autostopargentina.com.ar.

Segurana

Mas mesmo no mundo virtual vale a pena tomar alguns cuidados. Antes de embarcar, aconselhvel pedir os dados do motorista (nome, nmero de identidade e placa do carro), passar essas informaes para algum amigo ou familiar e, quando encontrar com o motorista, pedir para ver o documento dele.

Antes de entrar em qualquer veculo siga o seu instinto e, se por algum motivo, voc sentir que h algo de errado ou falta de empatia com o motorista, no entre. melhor perder a carona do que passar por alguma situao desnecessria.

"Viajando de carona, a intuio a melhor defesa contra uma situao desagradvel", alerta Villarino, que j escreveu um livro sobre as suas andanas pelo Oriente Mdio e tem um blog (acrobatadelcamino.blogspot.com) em que conta suas aventuras.

Geralmente as mulheres conseguem carona mais facilmente do que os homens, mas melhor evitar ficar sozinha na estrada. Uma boa opo para as meninas sozinhas aceitar carona s de uma motorista ou de um casal.

Outra dica que vale a pena levar em considerao ter sempre a mochila ao seu alcance. Evite coloc-la no porta-malas ao entrar no carro. Assim, se alguma coisa der errado possvel sair do veculo com todos os seus pertences rapidamente.

A viajante Regina Candell relembra que os companheiros nesse tipo de viagem so sempre o imprevisto e o inusitado. "A gente acorda e no sabe como vai ser o dia, nunca sabemos onde vamos chegar nas prximas 24 horas. Essa sensao de no saber o que vai vir depois maravilhosa. Viajando de carona aprendi a ser muito mais paciente no caminho e na vida", conta.

Fonte: UOL
Editado por Clbert Clark

PENSANDO EM SAIR DE CARONA POR AI?

O site www.mochileiros.com dispe de uma central de caronas, onde viajantes de todas as partes do Brasil compartilham roteiros e se habilitam a dar e receber caronas. 

Fonte: UOL
Edio: Clbert Clark
Compartilhar no
Fonte: UOL
Edição: Clébert Clark

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!


Deixe seu comentário


Notícias Relacionadas