• Curta Doar
  • Teresina 167 anos
  • Equatorial fullbanner
  • Casa dos salgados
  • Novo app Jornal O Dia
Megazord

Titãs: um olhar sobre a nova produção de heróis da DC para as telinhas

Estelar, Mutano, Ravena e Robin formam o quarteto de heróis. A primeira temporada narra o encontro e união deles.

15/01/2019 12:09h

Apesar de ter chegado a plataforma da Netflix na última sexta-feira (11), Titãs estreou mundialmente ainda em outubro de 2018. A nova produção da DC Comics nos apresenta um novo olhar sobre o grupo de heróis. Para quem está acostumado com o desenho animado (Jovens Titãns em ação), prepara-se para ver algo não tão “fofo assim”. Com 11 episódios, a primeira temporada narra a história de Estelar, Mutano, Ravena e Robin, sim este último é o que integrava a dupla com o Batman contra os vilões de Gotham City. É justamente neste ponto em que a história começa a ser contada, na separação de Batman e Robin.


Visual do Robin na série Titãs. Foto: Reprodução

Interpretado por Brenton Thwaites, Robin está vivendo com um detetive na cidade de Detroit, quando conhece Ravena (Teagan Croft), que está enfrentando sérios problemas. Mas adiante, os dois têm seus caminhos cruzados com Estelar (Anna Diop) Mutano (Ryan Potter). Com o desenrolar da história eles percebem que precisam se unir se quiserem sobreviver e juntos formam Os Titãs.

O que podemos perceber dessa nova série da DC é o destaque em relação as outras (Flash, Arrow, Legends, Super Girl e etc.). Em Titãs vemos o tom sombrio dos cinemas refletir na narrativa. Outro destaque é o ponto de ligação da série com os filmes da produtora, em um momento ou outro A Liga da Justiça é mencionada.


Mutano, Ravena, Robin e Estelar. Foto: Divulgação

Apesar do foco ser no quarteto principal que compõe os Titãs, a série dá espaço para outros heróis também aparecerem na trama, como é o caso de Columba e Rapina que tem um papel crucial na história. Ainda há brechas para outros heróis “darem as caras” em outras temporadas.

Outro ponto a ser comentado é a presença do Batman, mesmo que não seja apresentado nenhum rosto. Não poderia ser diferente, visto que a história de está diretamente ligada a existência do Batman. (Em alguns momentos a gente torce para o surgir um Bem Affleck na tela, mas fica só na vontade mesmo). Por falar nele, os vilões de Gotham City também aparecem em Titãs.


Mesmo sem ter o rosto revelado, o Batman aparece na história. Foto: Reprodução

Para uma série “introdutória”, a produção começa muito bem, apesar de alguns exageros. É interessante o fio que conduz os personagens a se encontrarem. A dinâmica da trama também é algo a ser elogiado, pois são cerca de 45 minutos em tela e se fosse algo chato passar esse tempo todo assistindo seria algo complicado.

A DC Comics está apostando alto. Antes mesmo de ser lançada no próprio streaming da emissora, a série foi renovada para seu segundo ano. A estimativa é de que as gravações tenham início em fevereiro deste ano.  Seria possível dizer que a produtora encontrou o caminho de acerto? Só o tempo dirá. 



Deixe seu comentário


Notícias Relacionadas