• Curta Doar
  • Teresina 167 anos
  • Casa dos salgados
  • Novo app Jornal O Dia
Megazord

Parte II | O recorde, o fim e as novas possibilidades após Ultimato

Sem restrições e com boas expectativas para o que virá a seguir.

06/05/2019 12:47h - Atualizado em 06/05/2019 13:28h

Após liberação dos próprios diretores, os irmãos Russo, cá estamos em um novo texto sobre Vingadores: Ultimato, porém desta vez sem filtros. Ou seja, provavelmente as próximas linhas estarão recheadas de spoiler, siga por sua conta e risco. Caso já tenha visto o filme, esse post é nosso. 

Em menos de 15 dias após sua estreia, Vingadores: Ultimato já passou de US$ 2 bilhões em bilheteria mundialmente, ocupando o segundo lugar no ranking de maiores bilheterias. Até o momento, a liderança segue com Avatar que arrecadou $2,788 bilhões. 


O título original é Endgame, retirado de uma fala do Dr. Strange em Guerra Infinita. Foto: Reprodução

Com três horas de duração, que mais parecem minutos, o filme traz aos fãs, e até os que não são tão fãs assim, a conclusão épica do encontro dos Vingadores com o titã louco, Thanos. “Custe o que custar”, repetem os personagens sabendo que esta é a última chance para vencê-lo. E assim começa a união da equipe e a execução do plano para desfazer o estalo dos dedos de Thanos. 

O filme traz várias referências, não apenas a produções anteriores, mas também das histórias em quadrinho. Algo que me merece atenção é o encaixe a uma referência a Captain America: Steve Rogers e Secret Empire #0, de 2017, onde o Capitão América revela ser um agente da Hydra. Na época de lançamento, houve vários comentários sobre o desfecho da história, que em Ultimato os irmãos Russos dão um outro sentido a frase “Hail Hydra”.

Outro ponto épico, é a batalha final. Quando o Capitão América empunha o Mjolnir, martelo do Thor. E como dito por Odin, quem conseguir tal feito provaria que é digno e teria os poderes do Thor. O que nos proporciona uma sequência de ação entre Thanos e o Capitão. Quem também nos surpreende é a Pepper Potts, que integra o grupo com uma armadura que Tony Stark criou para ela.  É de encher os olhos e soltar o grito (sinta-se a vontade). 


Das Histórias em Quadrinhos diretamente para as telas de cinema. Foto: Divulgação/Marvel

Se paramos para observar os diálogos, Ultimato conclui vários diálogos ao longo dos 21 filmes anteriores. De maneira tal, que logo começaram a circular pelas redes sociais quotes de conversa entre os personagens. A exemplo disto, a famosa promessa de Steve Rogers para Peggy Carter, se é que me entende. 

O penúltimo filme da fase 3 do Universo Cinematográfico da Marvel (MCU), que tem lotado salas de cinema, está presente nas rodas de conversa nas últimas duas semanas. E como consequência disto, novas teorias, novas possibilidades e o alento de que não é o fim, pelo menos não totalmente. 

Segundo o chefão, Kevin Feige, presidente da Marvel Studios, o filme que fechará a terceira fase é Homem-Aranha: longe de casa, que é o novo filme do amigo da vizinha, previsto para estrear em julho deste ano. E marca a chegada de Jake Gylenhaal ao cast de atores da Marvel. 

Como resultante de Ultimato, temos o adeus ao Homem de Ferro, Viúva Negra e possivelmente a versão do Capitão América interpretado por Chris Evans, já que vimos que o escudo foi repassado para o Sam (Gavião), que dará vida ao novo Capitão. 


O visual aranha de ferro continuará sendo usado nos próximos filmes. Foto: Divulgação

E as novidades não terminam por aí. Após tanto pedirmos teremos enfim o filme solo da Viúva Negra, interpretado e produzido pela atriz Scarlett Johansson. O filme já está fase de pré-produção e tem estreia prevista para 2020. Informações preliminares apontam que a história é narrada antes do primeiro Vingadores. 

Ultimato ainda nem esfriou nos cinemas e a divulgação de Homem-Aranha já começou. Se temos certeza de algo é que a aventura continua. E por mais que doa dizer adeus, cabe um pouco de drama aqui, eles de fato não morreram, continuarão vivos enquanto pudermos apertar o play revê-los em cena. E é bom lembrar, parte da jornada é o fim.


Deixe seu comentário


Notícias Relacionadas