• Natal
  • Policlinica
  • Motociclista
  • SOS Unimed
  • Novo app Jornal O Dia
Logosofia

O conhecimento é como a luz do sol

Confira o texto publicado na coluna Logosofia no Jornal O Dia.

22/11/2019 08:07h

O sol ilumina todo o sistema planetário; mas se ocorrer a alguém se fechar em um quarto escuro e deixar só uma fresta para a passagem de seus raios, o sol, com toda sua potência ultracósmica, o iluminará somente por esse orifício, enviando-lhe uma luz tênue, muito fraca, isto é, a que pode passar por uma fenda tão pequena.

Quem está dentro do quarto escuro, ainda que proteste por isso e tente desprestigiar o sol, manifestando que não tem potência alguma, não conseguirá fazer com que o astro amplie a luminosidade que ele mesmo está se negando.

No recinto mental ocorre a mesma coisa: na medida em que cada um abra as janelas de sua mente, o oxigênio e a luz da Sabedoria poderão entrar através delas; mas quem deixa apenas uma pequena fresta para a passagem dessa luz permanecerá sempre às escuras, ainda que ela ilumine todo o Universo. Culpará depois a fatalidade, o esquecimento da mão de Deus, a má sorte e, enfim, tantas coisas quantas ocorrerem aos pensamentos.

Há mais ainda. Muitos abrem suas janelas mentais, pelas quais entram a luz e o oxigênio; depois as fecham e, como se esquecem de abri-las novamente, a luz, por ser muito discreta, não penetra, iluminando somente a fachada. Quantas fachadas a Sabedoria Logosófica tem iluminado também! Mas não é isso o que ela generosamente oferece, ao brindar, como o sol, sua luz; o que ela quer é iluminar o interior dos seres. Mas para isso é necessário que se abram como disse as janelas da mente, e que não se fechem ao sabor dos caprichos: hoje, porque está contrariado; amanhã, porque tem que ir ao cinema; depois, ao teatro; outro dia, porque há muito que fazer e, enfim, outras vezes, porque não tem disposição. Se deste modo o conhecimento não penetra, de quem será a culpa? Do saber logosófico? Certamente não. Esta é uma verdade que todos tocam com as mãos, tanto mentais como físicas; a força dessa verdade se sente até na ponta dos dedos.

Fica ainda uma consideração por fazer: o fato de o sol permanecer esperando que lhe abram as portas, o que significa? Significa que dá provas de uma grande virtude: a de estar projetando sobre o Universo a expressão da paciência, porque, enquanto ilumina todos aqueles que estão com as portas abertas, espera que outros as abram. Esta é a paciência inteligente e ativa, da qual falei outras vezes, e também radica nesse fato a expressão universal de outra virtude tão grande como a anterior: a tolerância, porque, ainda que os seres demorem séculos para abrir passagem à sua luz, não irá negá-la se um dia decidirem voltar a fazê-lo. A única coisa que poderia acontecer é que o sol, em vez de iluminar uma vida, tivesse que iluminar um cadáver. Mas a culpa não será nesse caso do sol, mas de quem não abriu a tempo suas portas, para que os raios, que saturam a vida de vida universal, penetrassem no interior.

Estes são os conhecimentos que a Logosofia põe ao alcance de todas as mentes para esclarecer estados de profunda escuridão que há séculos, desde tempos imemoriais, a humanidade vem arrastando atrás de si. São simples e singelos, e se revelam por si sós quando a palavra logosófica os desperta e anima e as mentes humanas assistem a seu despertar.

O trabalho é muito intenso. Não é o trabalho comum de quem ensina; é o do artífice que está vendo em cada mente e em cada vida como a semente germina, como o processo vai tomando forma e como o homem vai realizando, em cumprimento à Lei de Evolução, o mais grandioso a que pode aspirar sobre a Terra: a conquista dos

conhecimentos-base, única forma de ampliar a consciência e fazer com que esta, em virtude deles, tome contato com a Consciência Universal, pois tudo quanto existe na Criação é constituído de fragmentos espargidos pela Sabedoria Universal.

Quanto mais a mente humana abarque no campo ilimitado dos conhecimentos da Criação, maior será sua consciência e sua aproximação da mente de Quem criou todas as coisas, porque nessa Criação está estampada – como disse – a Sabedoria Universal.

A posse de um conhecimento-base é a posse de um poder. O simples fato de saber que se pode dirigir os próprios pensamentos e dominá-los constitui um poder: o que permite ao ser chamar-se dono consciente de tudo o que experimenta, bem como de suas ações e de sua vontade.

Eis o procedimento para a aquisição de tais conhecimentos: um ensinamento logosófico é aprendido quando estudado atentamente; é compreendido quando levado à realização; por último, alcança-se um conhecimento-base quando esse ensinamento culmina dentro do ser manifestando-se com tal realismo que, depois de experimentado, jamais poderá ser esquecido. Quando chega a esse ponto, o ser é dono de um conhecimento, o qual poderá aplicar a si mesmo toda vez que seja necessário, ou utilizá-lo em qualquer oportunidade em que seja aplicável.

(LivroIntrodução ao Conhecimento Logosófico– González.Pecotche.)

Para saber mais...

Para saber mais sobre a ciência logosófica, visite e assine nossos principais canais: YouTube (www.youtube.com/logosofia), Facebook (www.facebook.com/logosofia) e Instagram (@logosofiabr), além do site oficial da Logosofia – www.logosofia.org.br.

Em Teresina (PI), a Fundação Logosófica – em prol da superação humana – está presente no seguinte endereço: Rua José Paulino, 845 - 1º andar / Sala 110 – Fátima. Mais informações pelo telefone: (86) 994529269.


Deixe seu comentário