Lasciva

Sapiossexuais, eles existem?

Aquele que sente atração e excitação erótica pela inteligência

26/06/2017 15:30h - Atualizado em 26/06/2017 16:12h

Compartilhar no

Dia desses me deparei com um termo um tanto curioso: sapiossexual. A definição é ainda mais interessante: aquele que sente atração e excitação erótica pela inteligência. Fiquei me perguntando como isso é possível.

O ímpeto de quem, como eu, prefere as coisas mais diretas, mais palpáveis (com maldade, mesmo) foi imaginar que isso não existe. “O desejo é algo físico. Não se pode desenvolver esse sentimento por uma coisa abstrata”, pensei. Para mim, a inteligência torna a pessoa interessante, mas não atrativa sexualmente. É bom pra conversar, dá orgulho apresentar aos amigos e à família, mas só. E isso não dá tesão.

Mais alguns momentos de reflexão e repenso. “Se eu fosse considerar como desejável apenas o que é para mim, todas as pessoas sentiriam atração pelo corpo feminino. É tipo a lógica dos heteronormativos, que querem obrigar todo mundo a se atraírem apenas pelo sexo oposto.

Tudo que está relacionado ao desejo é abstrato. Se não fosse assim, o sex appeal, ou seja, o poder de atração que algumas pessoas têm mais que outras, não existiria. Como seria possível explicar, por exemplo, o desejo que determinadas mulheres despertam apenas com o olhar? E o charme que certos homens têm, mesmo não sendo exemplos de beleza física?

O corretor do meu word teima em colocar a linha vermelha embaixo da palavra sapiossexual, indicando que ela está errada. Mas errado está o corretor, assim como eu estava ao pensar que atração sexual é algo puramente físico. Se existe gente que tem desejo por ambos os sexos e gente que não tem desejo por nenhum deles, por que não poderia existir alguém que se atrai sexualmente pela inteligência?

Compartilhar no
Fonte: Nayara Felizardo

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!


Deixe seu comentário


Notícias Relacionadas