• Marcas Inesquecíveis 2018 02/02
  • assinatura jornal 2018
Lasciva

Desafio Lasciva: Qual é a sua fantasia sexual?

Quando o assunto é sexualidade, só duas exigências se sobrepõem: reciprocidade e responsabilidade.

18/01/2018 16:07h

Existe um limite para as fantasias sexuais? Um dia desses - o povo me faz cada pergunta - uma pessoa manda essa: “Tu acha que um cara que quer enfiar a mão na vagina da mulher é perigoso?”. Primeiro eu ri, depois opinei. “Ele só seria perigoso se obrigasse você a fazer isso”.

Mas, vale colocar a mulher em uma condição de submissão? Bater e apanhar, pode? Simular uma situação de violência ou agressão é permitido? A resposta para qualquer pergunta nesse sentido é sempre “depende”.

Quando o assunto é sexualidade, só duas exigências se sobrepõem: reciprocidade e responsabilidade. Se as duas, três ou 100 pessoas envolvidas naquela relação sexual forem responsáveis pelos seus atos e quiserem a mesma coisa, qual o problema em realizar o desejo? Inclusive, quando você encontrar alguém que tenha fetiches parecidos com os seus, peça logo pra casar. Nada é melhor do que essa compatibilidade sexual.

A nossa sociedade criou tanto tabu em cima do sexo, que existe quase um manual de instrução do que pode e o que não pode. Claro, que essas regras limitantes valem principalmente para as mulheres. E, como a maioria das relações é heterossexual, isso significa que está na mão dos homens decidir quais fantasias são permitidas.

Está aí o problema. O fetiche dificilmente é da mulher ou pelo menos compartilhado pelo casal. E não venha me dizer que nós não temos fantasias sexuais estrambólicas. Muitas só não conseguem é externalizar isso. Sentem medo, vergonha ou nem se permitem dar liberdade àquele pensamento que está bem escondido no subconsciente.

E para nos libertarmos dessas amarras, lanço aqui um Desafio Lasciva para as mulheres. Quando terminar de ler esse texto, pensa bem e me responde: Qual é a sua fantasia sexual?

Fonte: Nayara Felizardo

Deixe seu comentário