Lasciva

Compatibilidade sexual

Hoje, 12 de junho, flores, chocolates e corações podem ser legal, mas o romantismo não é mais importante que uma noite de sexo

12/06/2017 11:13h

Compartilhar no

No Dia dos Namorados todo mundo fala de amor, do quanto a outra pessoa é especial e carinhosa. As fotos nas redes sociais exaltam os longos anos juntos, a felicidade a dois e o companheirismo. É lindo, emocionante e tal, mas eu sempre fico pensando se aquele casal tem algo que é tão importante quando o amor e o respeito: compatibilidade sexual.

Claro que ninguém vai sair expondo a vida íntima, mas se a gente vivesse em um mundo menos conservador, o sexo seria mais valorizado. Não aquele valor distorcido, dado pela indústria pornográfica. Falo dos casais terem consciência de que a qualidade e a frequência sexual completam a felicidade no relacionamento.

Poucas pessoas admitem, mas os namoros e até os casamentos terminam quando acaba a sintonia na cama (ou na mesa, no sofá, no banheiro...). A prova disso é o início dos relacionamentos. A vida sexual de um casal que está se conhecendo é sempre muito intensa, cheia de descobertas e aventuras. É nesse período que as duas pessoas estão mais apaixonadas.

Mas passa o tempo, as coisas vão ficando diferentes e aí o negócio começa a desandar. O casal vira amigos dividindo a mesma rotina, a mesma casa, as mesmas contas. O sexo acontece vez ou outra - quando acontece - de forma quase automática, por obrigação.  O casal de desapaixona, às vezes se trai e o fim é o único caminho possível.

Sim, esse texto está bem dissonante da data festiva, mas era necessário dizer isso tudo como uma forma de alerta. Hoje, 12 de junho, flores, chocolates e corações podem ser legal, mas o romantismo não é mais importante que uma noite de sexo. O verdadeiro Dia dos Namorados pode ser a data apropriada para reviver aquela chama que está se apagando, ou para jogar mais lenha na fogueira que já está bem acesa.

Obviamente, ninguém deve se sentir obrigado a faze sexo de forma compulsiva. O essencial é que o casal valorize a sexualidade na mesma medida. Se uma pessoa gosta muito de sexo e a outra não faz tanta questão assim, essa conta não fecha.

A questão é que as pessoas não deveriam se acomodar em um namoro ou casamento com sexo ruim ou sem sexo, assim como ninguém é obrigado a aguentar cobrança por sexo o tempo todo. Por isso é tão importante a compatibilidade sexual para manter um relacionamento feliz de verdade.

Se você não está sexualmente feliz, a data de hoje serve também para reavaliar essa relação.  

Compartilhar no
Fonte: Nayara Felizardo

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!


Deixe seu comentário


Notícias Relacionadas