João Magalhães

TCE notifica Dr. Pessoa e Robert Rios em processo que apura irregularidades na PMT

As notificações partem do gabinete da conselheira Waltânia Alvarenga, relatora do processo TC/011732/2021.

14/10/2021 15:25h - Atualizado em 14/10/2021 15:38h

Compartilhar no

O Tribunal de Contas do Estado emitiu notificações direcionadas ao prefeito de Teresina, Dr. Pessoa, ao vice-prefeito e secretário de Finanças, Robert Rios, ao secretário de Administração, Leonardo Freitas e ao presidente da Prodater, Jobson Filho. Os gestores têm 15 dias para apresentarem defesa junto ao processo que apura irregularidades e também a paralisação do setor de tecnologia da informação na Prefeitura de Teresina.

Leia também: TCE investiga Robert Rios após repasse de dados financeiros dos teresinenses a empresa 

As notificações partem do gabinete da conselheira Waltânia Alvarenga, relatora do processo TC/011732/2021. Nele, há relatos de irregularidades que são apurados pela corte de contas. Entre os fatos que mais chamam a atenção, está a de que um então assessor de Robert Rios teria contratado a empresa IP Carrier Telecom por acordo verbal para que ela prestasse serviços ao Município. A empresa teria ficado com o controle e o acesso dos dados tributários dos contribuintes de Teresina. O caso foi revelado por O DIA na semana passada e logo em seguida, Robert Rios confessou a ilegalidade em entrevista a uma emissora de TV local. 

As notificações foram expedidas em 11 de outubro. “Após manifestação dos interessados ou corrido in albis o prazo concedido, determino que os autos sejam encaminhados à DFESP 3 para produção de relatórios parciais de acompanhamento concomitante e/ou análise do contraditório e, por fim, ao Ministério Público de Contas para manifestação”, diz o documento.

Os gestores têm 15 dias para apresentarem defesa no processo. (Foto: Assis Fernandes/O DIA)

Compartilhar no

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!


Deixe seu comentário