• SOS Unimed
  • Novo app Jornal O Dia
Roda Viva

O governo que não se fala...

O conteúdo deste blog também está disponível na coluna Roda Viva do Jornal O DIA. Colabora nesta edição, Breno Cavalcante.

04/12/2019 10:16h - Atualizado em 04/12/2019 10:29h


Altos integrantes do governo Wellington Dias parecem não manter diálogo. Ontem (3) pela manhã, Marcos Steiner, superintendente de Gestão de Previdência Complementar, afirmou na própria Alepi que o governo ainda não tinha decidido se mandaria para o parlamento a Proposta de Emenda Constitucional sobre a transição na Previdência dos Servidores. No entanto, cerca de 2 horas depois, o secretário de Governo, Osmar Júnior, chegou à Casa com as mensagens do governador sobre o assunto. A impressão que fica é que o principal nome do governo para tratar sobre Previdência não anda tendo informações sobre o andamento dos projetos. Isso sem citar o líder do Governo na Alepi, deputado Francisco Limma, que quando questionado sobre o envio do texto à Casa respondeu que não havia prazo para isso. "Pode não ser esse ano", disse.


O jogador de quatro times

O deputado estadual Evaldo Gomes pode ser chamado de “o jogador de quatro times”. Ele gosta tanto de poder que compõe os times de Wellington Dias, Firmino Filho, Themístocles Filho e Ciro Nogueira. Ninguém pode negar a capacidade de articulação do deputado, no entanto, é aquela história: quem joga no time de todo mundo, na verdade pode não jogar em nenhum.


A criação do que já existe...

O deputado estadual Flávio Júnior (PDT) ainda não voltou a ocupar a Secretaria de Turismo, mas é quem responde às críticas feitas ao órgão. Após Bessah apresentar um projeto para criar algo que já existe, ele rebateu o progressista lembrando que o projeto de seu colega já “perdeu o objeto”.


Sem saída

Uma reportagem do jornal Folha de São Paulo com base nos dados do Pisa, Programa Internacional de Avaliação de Estudantes, demonstra que em se tratando de educação brasileira, o buraco é bem mais embaixo do que se pensa. Estudantes brasileiros de famílias ricas – que estudam em escolas particulares e caras –, tem um nível de leitura pior que estudantes pobres – e de escola pública – de muitos outros países.


Deficientes sem inclusão

A terça-feira (3) foi o Dia Internacional da Pessoa com Deficiência Física e de presente, eles receberam do governo federal a proposta de acabar com a cota que obriga empresas com 100 funcionários ou mais a contratarem uma pessoa com deficiência.



Emenda parlamentar

O vereador Joaquim do Arroz anunciou a destinação de 200 mil reais em emenda para o Hospital da Polícia Militar do Piauí. A verba, que será encaminhada via Fundação Municipal de Saúde, ampliará em 30% o número de cirurgias no hospital, hoje o HPM realiza uma média de 600 cirurgias por mês. Com as obras de reestruturação o hospital passará a realizar 780 cirurgias mensais.

Por: João Magalhães

Deixe seu comentário


Notícias Relacionadas