• Curta Doar
  • Teresina 167 anos
  • Casa dos salgados
  • Novo app Jornal O Dia
João Magalhães

No PSB, Átila Lira diz que pensa como o DEM

A falta de consistência ideológica dos partidos brasileiros contribui para a queda de credibilidade na política do país.

31/05/2019 16:41h

A falta de consistência ideológica dos partidos brasileiros contribui para a queda de credibilidade na política do país. Parlamentares migram da esquerda para a direita sem levar em conta quais bandeiras cada segmento político defende, num jogo raso de interesses pontuais e pessoais que coloca em xeque o verdadeiro sentido da democracia representativa.

Um exemplo prático dessa escassez de consistência ideológica pode ser apontado no Piauí, a partir da fala do deputado federal Átila Lira, que hoje no PSB, falou com todas as letras que tem o pensamento ideológico do DEM. O parlamentar aguarda apenas a autorização da legislação para migrar novamente de partido. Ele já foi do PSDB.

O Partido Socialista Brasileiro, de centro-esquerda, tem um viés ideológico muito diferente do DEM, declaradamente de centro-direita. Na atualidade, os dois partidos estão em lados opostos quando se discute políticas públicas de educação, previdência, legislação trabalhista, reforma tributária, entre uma série de outros assuntos importantes para a população.

Átila Lira chegou no PSB junto a Wilson Martins, em meados de 2006, numa estratégia política de sucesso que levou o grupo ao governo do Estado em 2010. Agora, sob comando de um outro grupo em âmbito nacional e na oposição ao governo federal, já não interessa ao parlamentar permanecer no partido.

O deputado piauiense afirma que vai mudar para o DEM, hoje, a sigla com mais ministérios no governo Bolsonaro e que também comanda a Câmara Federal. 

O deputado coordena a bancada federal piauiense. (Foto: Assis Fernandes/O DIA)


Deixe seu comentário