João Magalhães

Ex-prefeitos se articulam para pré-candidaturas a deputado

Jonas Moura (PSD), Rubens Vieira (PSD), Gil Carlos (PT) e Carlos Monte (PTB) tentam retornar à cena política

05/02/2021 16:17h - Atualizado em 05/02/2021 16:46h

Compartilhar no

Vários políticos que deixaram mandatos de prefeito em dezembro do ano passado já se articulam para voltar à cena política. Jonas Moura (PSD), Rubens Vieira (PSD), Gil Carlos (PT) e Carlos Monte (PTB), ex-prefeitos das cidades de Água Branca, Cocal, São João do Piauí e Barras, respectivamente, já se movimentam nos bastidores para conseguirem viabilizar pré-candidaturas. Dos quatro citados, Carlos Monte pretende disputar uma vaga para Câmara Federal. Os demais devem concorrer ao cargo de deputado estadual.

O pleito de 2022 será o primeiro de eleições gerais sob a nova legislação, que impede partidos políticos de realizarem coligações para disputas no parlamento. Dentro da base do governo estadual, por exemplo, há um entendimento para que todos os candidatos a deputados concorrem em no máximo três partidos: PT, MDB e PSD. Siglas como PL, Republicanos e PTB já discutem o assunto.

Este movimento tem feito também com que políticos considerados líderes regionais sejam incentivados a disputar cadeiras no parlamento. Os quatros ex-prefeitos em questão se enquadram nestes partidos com este perfil. Jonas Moura e Gil Carlos, por exemplo, foram presidente da APPM. Rubens Vieira além de ter feito sucessor em Cocal ajudou a reeleger o irmão, Osmar Vieira, a prefeito de Cocal dos Alves. Além disso, deve assumir o cargo de coordenador regional do PRO Piauí para a região litorânea.

Já Carlos Monte, apesar de ter sido derrotado em campanha para reeleição em Barras, tem sido incentivado pela deputada estadual Janaínna Marques a se lançar na disputa em 2022. Nessa sexta-feira (5), ele recebeu o convite do secretário de Estado da Fazenda, Rafael Fonteles, para ser o coordenador do PRO Piauí para o Território dos Cocais. 

Compartilhar no

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!


Deixe seu comentário