• Banner Cultura Governo do PI
  • Obras no Litoral Cultura
  • Clínica Shirley Holanda
  • SOS Unimed
  • Novo app Jornal O Dia
Garrincha

O dia do Piauí foi comemorado em prosa e verso

Confira o texto publicado na coluna Prego na Chuteira no Jornal O Dia.

22/10/2019 12:15h

O dia do Piauí 

O dia do Piauí foi comemorado em prosa e verso. Tudo bem. “Piauí terra querida, filha do céu do Equador” que o poeta botou para rimar com amor. E depois ele descia com as “águas do Parnaíba, rio abaixo rio arriba. Essa “arriba” entrou só para rimar porque o poeta tem os seus recursos versejadores. A moda pegou e depois muita gente botou o nome do filho de Ribamar mas em casa  só o chamam de “Riba” ou Ribinha. “Ô Ribinha vai buscar a farinha... “E assim a vida continua  e a verdade nesse calor, anda nua e crua. Diz a manchetona de última página que é “Um dia para lembrar que hoje, independência significa desenvolvimento. ”No tempo de Dom Pedro, ele disse que era independência ou morte porque ele achava que era melhor morrer do que ficar dependendo de Portugal. Há uma outra versão sobre esta frase que se contava nos meus tempos de CPOR, em Fortaleza. Diziam que o Dom Pedro em plena campanha para ficar no comando da Nação, precisou de ir ao sanitário para “pagar o ferreiro” como diz a plebe rude e ignara. E, em lá chegando, depois dos “trâmites legais”, precisou daquele papel delicado que chamam de higiênico por sua utilidade diária e anual. Eis que estava faltando o produto na ocasião e isto era uma obrigação do “serviço de Intendência” que é o setor que cuida destas coisas. Então, depois da obra feita e sem ter com que higienizar o assento, Dom Pedro, puto das calças, esculhambou: "Esta Intendência é de morte!" Os puxa-sacos logo disseram: Olhem: “Independência ou morte! Ele está dando o grito de independência!”. Aí foi aquele  “fuzuê” danado, tiro pra cima, os babões se abraçando com ele e depois saiu no jornal nacional e pronto. Não teve mais feito. Acabou-se- a amigação e Dom Pedro vestiu a camisa verde e amarela. Isto foi em 1922, ano em que nasceram Carlos Said, Pedro Mendes Ribeiro Morais Filho, William Bogea, Fernando Mendes e muitos  outros companheiros da velha guarda. Mas vamos saudar o Piauí, pelo seu Dia que pode ser o Estado mas é também simpático clube apelidado de ”Enxuga-Rato”, uma criação do saudoso Enio Silva. O dia 19 foi o Dia do Piauí. Pode-se estender ao Piauí Esporte Clube. Pode, governador? Do Joaquim Monteiro.

Charge

O bom humor e a arte do Quincas Monteiro nesta genial charge, fotografada pelo Assis da Paraíba que faz sucesso em qualquer bar...

Andrade Neto 

Bom no Karatê, Andrade Neto, faixa preta sexto dan mestre foi chamado para ser juiz do campeonato mundial de karatê, lá em Fortaleza. É o Piaui neste mundo vasto, mundo esportivo. Nós temos gente em todas as modalidade esportivas do mundo, o piauiense, como o cearense é furão e lhe dando cabimento ele vai no rumo da venta. Não quer nem saber. Desejamos ao Andrade Neto uma boa performance no campeonato Mundial de Karatê. Não tem mistério nenhum. O negócio é o “cara ter” coragem.

Cadê nosso futebol de salão? 

Estou sentindo falta de movimentação do salonismo na capital. A coluna e o jornal estão esperando notícias vindas dos amantes do futebol de quadras, esporte tão bom para a juventude e até para os mais velhos porque “lá ou tá vei” não quer dizer nada. O aparelho celular tem sido um grande responsável pelo engorduramento dos atletas de quadras. Também as demais modalidades, como vôlei, basquete e handbol, não estão mais sendo usadas pelos jovens e até pelos velho. Estão perdendo é de goleada para aquele bichinho que fala, mostra coisas doutro  do mundo.


Deixe seu comentário