• Campanha da Santa Missa
  • Vencer 03
  • Vencer 02
  • Vencer 01
  • Prerrogativas da advogacia
  • Peregrinos da fé
  • SOS Unimed
  • Novo app Jornal O Dia
Garrincha

Estamos vendo uma verdadeira adoção no pebol cabeça de cuia

Nada mais, nada menos do que a participação de uma equipe do Maranhão no certame do nosso Estado.

09/01/2020 10:42h

Uma adoção

Meus amigos, futebol é coisa séria mesmo. Agora estamos vendo uma verdadeira adoção no pebol cabeça de cuia. Nada mais, nada menos do que a participação de uma equipe  do Maranhão no certame do nosso Estado. Os nossos vizinhos, do outro lado rio Parnaíba, os timoneiros ou timoenses, vêm participar do campeonato piauiense e com o nome da cidade no peito. Timon. Parece que estou vendo o Gil Alves dos Santos, o Melquiseque de Castro Viana, o Napoleão e o Paulo Guimarães, o Nilson e tanta gente boa que mora  do outro lado do rio Parnaíba que une as duas cidades. Há tempo que se esperava esta junção do Piauí com o Maranhão e agora no reinado de Carcará Primeiro e Único, ela se faz de fato e de direito esportivo que se escorrido seria um bofe. É um momento de reflexão porque é uma união do Piauí com o Maranhão através do futebol, esta alegria do povo que ninguém toma, nem em Timon nem em Roma. E assim sendo, reverendo, esta união merece ser abençoada pelo padre Tarcísio ou pelo Monsenhor Chaves. Se vivos estivessem. E já que não estão, pelo padre João. É uma adoção que o Piauí faz nesta era de W .Dias, meses e anos. Que venha Timon para o futebol  piauiense que já teve um filho de lá, o Lulalá, sendo presidente da nossa federação e foi muito bom dirigente. A aproximação geográfica é muito importante no esporte não só bretão como no futebol de salão. Que poderia também adotar clubes de lá para o campeonato de cá. O importante é a movimentação esportiva entre as duas cidades vizinhas unidas pelo Parnaíba, “rio abaixo. Rio arriba”. Que venha Timon para o nosso campeonato e quer faça um time bom. Uma equipe que possa até ser campeã. Já pensou se  a equipe  do estado vizinho se sagrasse campeã do certame piauiense, o que não iria dizer os cearenses zombeteiros... “só no Piaui mesmo onde o campeão é do Maranhão...” Mas temos  que se arriscar a estes e outros perigos por-que a  bola rola, este escriba não enrola e nem toda coca... cola. Sim, é uma adoção que o futebol piauiense está  fazendo para o Maranhão que já teve um filho seu (Lula) presidente desta federação. E só haverá ganhos nesta iniciativa porque o esporte é amizade é aproximação de corações, sejam cearenses, maranhenses ou piauienses. E vamos receber com flores e foguetes, o time de Timon, do Maranhão. Quanto mais cabra mais cabrito. Pra frente é que as malas batem e por trás os “malas” batem  mas são  as carteiras...

Time do  São João

Esta foto mostra a seleção do Macacal, com o seu Assis Penicilina,de bolsa “a tiracolo”e o Adolfinho no outro e o juiz Parrudo. Como diz o filósofo da Cacimba Velha, Vei Bogea: Futebol é coisa séria...

Só pode ser promessa...

Rapaz, hoje em Picos, vai haver uma partida de futebol entre Picos do Piauí e Crato do Ceará. Um encontro dos mais significativos entre dois centros falados pelo especialistas no ramo como avançados. Poderia ser o Picra ou Crapi, o nome do clássico. Duas cidades famosas em seus estados e cheias de filhos ilustres. Picos e Crato, uma partida para muitas apostas. Se eu fosse convidado a dar um palpite, daria a vitória a cidade de Miolinho porque joga em  seu campo, no seu terreiro e é mais fácil e seguro o juiz roubar para o dono da casa. E ainda tem os  brindes e galinha ao molho de catupiri.

De onde veio ?

De São Bernardo do Campo, aos 23 anos, este Gabriel Jesus é o mais valorizado jogador do futebol verde-amarelo desta era e deixou o Neymar longe. Este, o Ney está como nossa moeda. Desvalorizado. Eu acho que o Gabriel tem um padrinho muito forte que é Jesus e é até covardia se comparando com os demais como São Cristóvão, São Bento, São Paulo e até São José que é de mais longe, é do Egito. Mas com  o nome de Jesus e do anjo Gabriel, ele ficou maior do que o Neymar e está tendo uma cotação maior no mercado esportivo mundial. Onde vale não o que pesa mas o que se joga.


Deixe seu comentário