• Fagner
  • Trilha das emoções
  • Novo app Jornal O Dia
Flávio Ricco

Novelas da Globo do passado também usaram a “quebra da quarta parede”

A série “Eu, a vó e a Boi”, de Miguel Falabella, irá se valer do recurso que promove a “quebra da quarta parede”.

10/07/2019 10:38h

Novelas da Globo do passado também usaram a “quebra da quarta parede”

Domingo, quando aqui se falou da série “Eu, a vó e a Boi”, do Miguel Falabella, foi destacado que a sua produção irá se valer do recurso que promove a “quebra da quarta parede”, trabalho desenvolvido em conjunto com a equipe de efeitos visuais da Globo. E que a “quebra da quarta parede” nada mais é que um determinado personagem, ao desviar o olhar para a câmera, falar diretamente com o público. Até aí tudo certo, mas a citação de “Deadpool”, como exemplo, filme americano de ação e comédia, realizado em 2016, valeu um “presta atenção” de leitores mais atentos deste espaço. Muito antes, recordaram eles, isso já tinha acontecido em duas novelas brasileiras do passado. A primeira vez em “Jogo da Vida”, exibida entre 1981 e 1982, com a personagem Mariucha, vivida pela Elizangela, e repetido na novela “Guerra dos Sexos”, em 1983, com a maioria dos personagens usando deste recurso. Dois trabalhos, por acaso, escritos por Silvio.

Jornalismo 

Tassia Sena, que atuava como repórter, moça do tempo e, eventualmente, apresentadora do "Jornal da Gazeta", foi contratada pela TV Globo. E já vem participando dos telejornais de São Paulo. 

Ano sabático

Juca Silveira, ex-executivo da Band, diz que sua prioridade agora é dedicar-se à família e “viajar muito”. Isso, pelo menos, nesses próximos tempos. Sobre o futuro, não tem nada conversado, muito menos encaminhado com ninguém.

 Visto da ponte

Antonio Zimmerle pode ainda não ser de fato, mas de direito já é o novo diretor geral da Band, cargo que foi exercido por Juca Silveira, citado acima. É ele quem tem se comportado como tal, inclusive traçando todas as diretrizes para a programação e artístico.

Vai demorar 

Depois de aparecer em vários trabalhos seguidos, Marina Ruy Barbosa (foto) agora terá um período de férias bem mais longo na Globo. De acordo com os planos de agora, o seu nome só será disponibilizado para escalações em meados do ano que vem.

Foto: Raquel Cunha/Globo

Próxima do SBT 

O elenco infantil de “Patinho Feio”, próxima novela do SBT, já está praticamente fechado e a preparação vai começar em agosto. Resta ainda Iris Abravanel conferir os testes. Como uma boa maioria das crianças são do Rio de Janeiro, também entra em questão agora o processo de mudança para São Paulo.  

Chamadas

 GNT intensifica chamadas de estreia do “Que História é Essa, Porchat?”, o novo programa de Fábio Porchat. No ar a partir do dia 6 de agosto, uma terça-feira. O apresentador que já participa do “Papo de Segunda” no mesmo canal.   

Nada diferente 

O procedimento que a Globo agora adota para Marina Ruy Barbosa, não é nada diferente ao de Bruna Marquezine. Mesmo despertando interesse de diversos autores, ela está fora do ar desde “Deus Salve o Rei”, encerrada em julho do ano passado. 

Estreia marcada 

O programa “A Melhor Viagem”, com apresentação de Mário Frias, tem estreia confirmada para dia 28 na Rede TV!. E já tem horário escolhido. Será levado ao ar a partir das 18h30.


Deixe seu comentário