• Curta Doar
  • Teresina 167 anos
  • Casa dos salgados
  • Novo app Jornal O Dia
Flávio Ricco

Globo não pode limitar a graça e espontaneidade de Maju Coutinho

Confira o texto publicado na coluna Canal 1 na edição desta terça-feira (13) no Jornal O Dia.

13/08/2019 10:00h

Globo não pode limitar a graça e espontaneidade de Maju Coutinho 

O sucesso e o reconhecimento ao trabalho da Maju Coutinho são dos mais merecidos. Alguém que, com o tempo, soube aproveitar as oportunidades oferecidas e, graças à maneira de se colocar, quebrar um pouco a cintura do nem sempre flexível jornalismo da TV Globo. A Maju que todo mundo aprendeu a gostar é exatamente aquela do “Jornal Nacional”, que fala fácil, estilosa, convincente e segura nas suas informações. Mas a Maju que ninguém quer é a apresentadora amarrada do “Fantástico”, ou de alguns momentos do programa, como foi no último domingo, por exemplo, na cabeça da reportagem sobre o aquecimento da terra. O diálogo com Sonia Bridi passou ao público a impressão de um teatrinho ensaiado de véspera, sem qualquer espontaneidade e falso demais para uma matéria tão bem feita e de tamanha importância.  Toda vez que jornalista, independentemente da função, é colocado na condição de interpretar, o desastre é inevitável. Que a Maju, quando assumir o “Hoje”, volte a ser aquela que todos aprendemos a admirar.

De um lado... 

Pessoas próximas ao Tino Marcos dão como certeza o desejo dele em trabalhar sob o regime de contrato por obra, a partir de janeiro, no final da sua licença. Faria apenas grandes eventos, como Olimpíada, por exemplo. É o que irá propor à Globo. 

... Mas do outro 

Consultada, a Comunicação da Globo informa que nada mudou em relação ao estabelecido com Tino Marcos. O combinado é que ele seguirá normalmente “como funcionário do Esporte da Globo”.

Futebol 

Terça-feira de futebol na Rede TV!, Copa Sul-Americana, Independiente Del Valle, do Equador, contra Independiente da Argentina, jogo de volta. Narração de Silvio Luiz e comentários de Paulo Sérgio.

Vice-líder 1 

Roberto Cabrini segue como um dos destaques da programação do SBT. Em julho, o “Conexão Repórter” impactou 28 milhões de pessoas em todo o Brasil, segundo os dados do Kantar/Ibope. No PNT, audiência nacional, fechou julho na segunda colocação com 5,4 pontos de média; Record, 3,3 pontos, e Globo, 12. 

Vice-líder 2 

Em São Paulo, o “Conexão Repórter” também assegurou a viceliderança nas cinco vezes em que foi ao ar em julho, totalizando 100% de aproveitamento. Marcou 7,2 pontos; Record, 3,8, e Globo, 13,4.

Pelo menos 

A informação de agora é que o “Jornal da Gazeta”, da TV Gazeta – SP, vai continuar sem cortes, mantendo os seus 60 minutos de duração. E não estão previstas mais demissões na sua redação.

Está andando

Na Band ninguém fala em lançamento, mas o projeto do “Jornal das 10” está em andamento. E a ideia é torná-lo bem informativo e transformar o “Jornal da Noite”, que será mantido, mais opinativo, com chances de receber convidados e até promover debates.

Disputa de papéis 

Miguel Coelho, que foi Jorge Benício em “Espelho da Vida”, na Globo, fez testes na Record para protagonista de “Amor Sem Igual”, de Cristianne Fridman, substituta de “Topíssima”. Bárbara França briga pelo principal papel feminino. A ideia é definir essas escolhas até sexta-feira. 

Ponte aérea 

O próximo “Altas Horas”, do Serginho Groisman, que normalmente é gravado e exibido de São Paulo, será ao vivo, direto do Rio de Janeiro. O programa, também com um número de convidados maior que o habitual, se integrará à campanha do “Criança Esperança”. 

Aí sim 

A nova direção da TV Cultura começa a realizar as mudanças que a grade de programação necessita, entre elas algumas correções. Por exemplo: não existe mais sessão de desenhos animados antecedendo a entrada dos telejornais.


Deixe seu comentário