• Banner Cultura Governo do PI
  • Obras no Litoral Cultura
  • SOS Unimed
  • Novo app Jornal O Dia
Esplanada

A capitalização enfrenta resistência e críticas no Congresso

Paulo Guedes sustenta que a proposta possibilitará a abertura de vagas no mercado de trabalho

07/06/2019 06:20h

Capitalização 

Um dos pontos polêmicos do texto da reforma da Previdência, a capitalização – espécie de poupança que o trabalhador faz para garantir a aposentadoria no futuro – enfrenta resistência e críticas do presidente da comissão especial, deputado Marcelo Ramos (PR-AM), e do relator, Samuel Moreira (PSDB-SP). O Palácio e o ministro da Economia, Paulo Guedes, sustentam que o regime previsto na proposta possibilitará, entre outros avanços, a abertura de vagas no mercado de trabalho. Durante encontro com entidades sindicais no Rio Grande do Sul, Marcelo Ramos disse que o modelo proposto é “um cheque em branco para o Governo e a Câmara não vai cometer essa irresponsabilidade”. 

Porém

Já o relator mantém posição de que capitalização “não 'para de pé' só com contribuição do trabalhador”.

Farda no cabide

Com a reforma vindoura – entrando o Estado ou não – Pernambuco vê-se num fenômeno: cresceu o número de pedidos de aposentadorias de policiais e bombeiros. 

Pijama na mão

Já são 2 mil pedidos de aposentadoria só este ano. Há déficit de 8 mil homens nas ruas das cidades pernambucanas, um dos Estados mais violentos do Brasil. 

Herança...

O prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB), está com uma batata quente nas mãos. O Ministério Público questiona a decisão do ex-prefeito Fernando Haddad (PT), que desapropriou um terreno às margens da rodovia Raposo Tavares para beneficiar um projeto do ‘Minha Casa, Minha Vida’.

..perigosa

O empreendimento para 26 mil imóveis, que não tem laudo de impacto da SP Trans, pode virar um enorme ‘elefante branco’, já que depende exclusivamente dessa desapropriação para ter acesso à rodovia Raposo Tavares. Dois sócios do projeto são Victor Sandri, apontado pelo MP como operador do ex-ministro Guido Mantega, e José Rezek, segundo maior doador da campanha de reeleição de Haddad em 2016.

Sistema $

O ex-senador e empresário Ataídes Oliveira tem sido sondado por interlocutores da equipe econômica do Governo nos últimos dias. Maior crítico no Congresso do Sistema S, o tucano é cotado para integrar o time do ministro Paulo Guedes e tocar o plano do Governo que irá cortar os recursos das milionárias entidades. 

Memorial

Ataídes pediu ao Ministério Público e à Polícia Federal apuração sobre eventuais irregularidades na gestão do dinheiro destinado ao Sistema S. Também publicou um livro, ‘A caixa preta do Sistema S’, no qual divulgou os resultados de auditoria que identificou “pelo menos dois crimes”: falta da publicidade em seus atos, conforme exige a lei, e arrecadação direta de empresários, sem passar pela Receita Federal. 

Tucanetadas 

Numa canetada, o novo presidente nacional do PSDB, Bruno Araújo, excluiu a prefeita de Caruaru, Raque Lyra, e o ex-governador João Lyra da indicação para comando da legenda em Pernambuco. Nomeou a única deputada estadual, Alessandra Vieira.

MERCADO

Ciência..

Representantes das instituições da área científica percorrem o Congresso Nacional e os órgãos públicos, como Ministério da Ciência e Tecnologia e CGU, para tentar reduzir a burocracia na atividade de pesquisa. Levantamento exclusivo do Conselho Nacional das Fundações de Apoio às Instituições de Ensino Superior e de Pesquisa Científica mostra que o Brasil desperdiça R$ 9 bilhões por ano em função da burocracia. 

..sem entraves

Conforme o CONFIES, os cientistas perdem 35% do tempo de trabalho com serviços burocráticos. A entidade propôs à CGU, como solução, a unificação das rubricas de custeio e dispêndios usados em projetos de pesquisa, definindo esses gastos como investimento, para que seja possível dar flexibilidade e racionalidade aos controles.

Soro na praça

O instituto Vital Brasil colocará no mercado, em 2020, o soro para picadas de abelhas, e um selante de fibrina, produzido a partir do veneno da cascavel para a cicatrização de feridas, que estará disponível em 2022 – uma parceria Cevap/Unesp.


ESPLANADEIRA

# Ex-APEX, Clóvis Horta é o novo chefe de gabinete de Carlos da Costa, secretário especial de produtividade do Ministério da Economia.  # O ministro Luis Roberto Barroso (STF), o secretário da Previdência, Rogério Marinho, e o Desembargador Davi Meirelles palestram hoje no 1° Summit de Assessoramento, do SESCON-SP.


Deixe seu comentário