• Campanha Mobieduca
  • Teresina shopping
  • HEMOPI - Junho vermelho
  • ITNET
  • Novo app Jornal O Dia
  • TV O DIA att

Notícias Esplanada

13 de junho de 2019

Anvisa recolhe medicamentos para pressão alta em todo Brasil

Os medicamentos com o princípio "sartanas" é produzido por seis laboratórios.

Pressão total

Sem alarde, mas com cerco total aos fabricantes, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária recolheu das drogarias e distribuidoras em todo o Brasil, nas últimas semanas, medicamentos para pressão alta com o princípio da “sartanas”, produzidos por seis laboratórios. O alerta da OMS foi mundial, por impurezas encontradas na formulação dos remédios. Embora a Anvisa alerte que o risco de efeito colateral seja muito baixo, o alto grau de ‘nitrosaminas’ (as impurezas detectadas nos comprimidos) “têm potencial ou provável risco de causar câncer caso os medicamentos sejam consumidos todos os dias, em sua dose máxima, durante cinco anos seguidos”. A despeito da ação da Anvisa, há risco de muitos lotes estarem em comercialização na praça. 

Esclarecimento

Em contato com a coluna nesta sexta, o ex-prefeito Eduardo Paes negou que vá receber comissão caso a BYD vença a licitação do Governo federal para as obras e implantação do monotrilho de São Paulo. Embora reconheça o cargo de vice-presidente da multinacional, afirma que não é lobista, e sim executivo da empresa, e não é amigo do secretário de Transportes Metropolitanos do Governo do Estado, Alexandre Baldy, que tenta tocar a licitação junto à União.

Bula geral

De acordo com comunicado no site da Anvisa, estudos apontam que, neste cenário, o risco de câncer em pacientes é de um caso para cada grupo de 60 mil pessoas.

Alerta 2

É considerável o número de recolhimentos de diferentes medicamentos do laboratório EMS por irregularidades. Numa lista da Agência, há 40 notificações para produtos do laboratório nos últimos dois anos. A assessoria não respondeu até o fechamento.

No acostamento

Leonardo Farias Passos, filho do ex-ministro dos Transportes Paulo Sérgio Passos, foi nomeado para a corregedoria da Agência Nacional de Transportes, para Cargo Comissionado Técnico. Ele é servidor concursado da Anvisa, e foi cedido para ANTT. 

Então tá

É um retorno. Passos Filho já foi Analista Administrativo apadrinhado anos atrás pela então corregedora Maria Carolina Pullen, que acaba de voltar à Agência. A ANTT limitou-se a informar que o “Sr. Leonardo foi nomeado pela capacidade técnica e experiência que apresentou”. 

Contramão

Por falar em ANTT, ela acaba de baixar o valor da ‘multa de fuga’ dos motoristas de carga pesada das balanças de R$ 5 mil para R$ 500. Há dias, no Espírito Santo, uma pedra de dezenas de toneladas rolou para cima de um carro e matou toda a família.

Gira a roleta!

O ministro da Economia, Paulo Guedes, ficou animado com a pesquisa na Câmara sobre o humor dos deputados para aprovação dos Jogos de Azar (52% dos entrevistados apostam na legalização), conforme a Coluna noticiou, e quis saber mais do tema. 

Aposta no cofre

A sondagem, encomendada pelo Instituto Jogo Legal, foi entregue ao ministro em reunião ontem à noite, capitaneada pelo senador Ciro Nogueira (Progressistas-PI) e por um staff do Governo que analisa o setor. A União pode arrecadar, de início, R$ 20 bilhões/ano com impostos com a abertura de bingos, cassinos e oficialização do Bicho.

Torcida pergunta

Há algo estranho no indiciamento do ex-presidente do Flamengo Bandeira de Melo como um dos culpados do incêndio que matou 10 garotos no Ninho. Você compra um carro, o usa por algum tempo sem manutenção, perde o freio, colide com uma van e mata 10 passageiros. E a polícia indicia o ex-dono do veículo? Causa estranheza a ausência da responsabilidade, também, do atual presidente, Rodolfo Landim. 

Vaza Jato

O ex-senador e hoje vereador paulistano Eduardo Suplicy (PT) lançou o movimento ‘Vaza Jato’, em alusão e crítica à Lava Jato, com o escândalo Moro & Dallagnol. Vai acompanhar uma turma na rua na greve geral convocada para amanhã.

O de sempre

Suplicy avisou em casa que seus 78 anos, dia 22, serão comemorados num almoço com moradores de rua na capital, na antiga sede o INSS.

Tô fora!

A ministra dos Direitos Humanos, Damares Alves, negou o convite do site de namoros Sugar Mommy, para encontrar um namorado. Ela ganharia assinatura vitalícia. 

ESPLANADEIRA

# O Imovelweb oferecerá um ano de degustação gratuita de seus serviços para corretores e imobiliárias do Espírito Santo. # Afif Domingos, idealizador da Empresa Simples de Crédito, assessor especial do Ministério da Economia, palestra sexta no “9º Encontro Regional dos Empresários de Fomento Comercial Factoring do Estado de São Paulo” # Rafael Bokor lança hoje o volume II do livro “Rio, Casas e prédios antigos”,  na Casa de Laranjeiras da Sergio Castro Imóveis.

11 de junho de 2019

Pegou mal! The Intercept cita a palavra “facções” pejorativamente

Muita gente já vê um viés partidário ideológico nos textos, com desrespeito às instituições públicas do Judiciário.

Câmara aprova Jogos

A Câmara Federal está disposta a aprovar a legalização dos jogos de azar – bingos, cassinos, Bicho, apostas online e afins. É o que revela sondagem inédita da Paraná Pesquisas com 238 dos 513 deputados – 46,39% dos mandatários da Casa. Do total de entrevistados, 52,1% são a favor, 40,8% são contra e os indecisos somam 7,1%. Um projeto de lei sobre o assunto precisa de maioria simples, ou 257 votos, para passar. O resultado anima os defensores da legalização e vai estimular o Governo a investir no tema, que pode render R$ 20 bilhões/ano em impostos – além de R$ 6,7 bilhões imediatos com as outorgas e gerar 200 mil empregos diretos, cita Magnho José, maior especialista no Brasil sobre o assunto. A sondagem foi feita por telefone e presencial, de 27 a 31 de maio, a pedido do Instituto Brasileiro do Jogo Legal.

Rota

A maioria dos deputados (40,1%) indica que os cassinos e bingos devem ser abertos em cidades turísticas; ou em cidades de baixo IDH (21,6%).

Do contra

Os contra justificam possível lavagem de dinheiro (20,6%), aumento do vício (17,2%), Religião (10,1%), fiscalização deficitária (9,7%), e ausência de controle (9,2%). 

Recuo

Perdeu força a proposta bancada pelo bilionário Sheldon Adelson, dono de cassinos nos EUA e que passou em lobby por Brasília. Apenas 7,2% aprovam cassinos integrados a resorts – incentivado em um projeto pelo americano. 

É do jogo

A eventual aprovação da legalização vai obrigar o Governo a criar agência regulatória e fiscalizadora para o setor, a exemplo de outros países. Já tem esboço no Palácio.

Estímulo & tramitação

O presidente da República, Jair Bolsonaro, e o presidente da Casa, Rodrigo Maia, ambos apoiadores da proposta, vão receber a pesquisa hoje. Uma cópia vai para o ministro Paulo Guedes, que sonha em arrecadar mais para a União. Dois projetos em tramitação, que liberam todos os jogos, interessam ao setor e ao Governo. A aprovação do substitutivo ao PL 442/91 na Câmara, ou o avanço do PL 186/14 no Senado.

Dupla do barulho

O MDB, partido dos senadores Jarbas Vasconcelos e Fernando Bezerra Coelho, não estará na base do governador Paulo Câmara (PSB) para a disputa da Prefeitura do Recife. Sem nenhum vereador na Câmara dos Vereadores e sem força política na capital, a legenda pretende lançar candidato próprio nas eleições de 2020.

Moro & Dallagnol

O portal The Intercept Brasil cita a palavra “facções”, pejorativamente, em relação aos procuradores da Operação Lava Jato. Pegou mal. Muita gente já vê um viés partidário ideológico nos textos, com desrespeito às instituições públicas do Judiciário. 

Confusão pra todos

Fato é que os dois lados devem explicações. Sérgio Moro agiu além de seus limites, se for comprovado seu conteúdo. E o site divulgou material privado obtido supostamente de forma criminosa, com arapongagem. A legislação do Brasil, defasada, não prevê punição para esse tipo de divulgação jornalística. 

CPI mista

O PDT engrossou o coro da oposição e vai pedir CPI mista (Câmara e Senado) para investigar procuradores e o ministro Moro. A decisão foi tomada ontem na sede do Rio.

Incansável 

O diretor de Planejamento da Plural, Hélvio Rebeschini, adora criticar a Petrobras e a política energética do Governo. A última bomba dele foi contra o aumento da concorrência no setor de refino. Questionado sobre a venda de 8 das 13 refinarias da estatal, Rebeschini afirmou: “as empresas que assumirem o comando das refinarias, assim como a Petrobras, tomarão o preço do petróleo no mercado internacional como base na hora de atribuir valor”.

Força, guerreiros!

Começou ontem em Brasília o curso preparatório de formação dos 177 delegados federais e mais de 900 policiais, peritos e papiloscopistas aprovados em concurso e convocados pelo Governo. Ao todo, serão mais 1.047 profissionais nas ruas.

GT da Fumaça

A Folha de S.Paulo entrou na história também, tema destacado pela Coluna há semanas, e publicou reportagem sobre o mistério do Grupo de Trabalho das cigarreiras, no Ministério da Justiça, que atua para tentar reduzir a carga tributária dos cigarros.

Prêmio Compliance 

A Associação Comercial do Rio de Janeiro lançou o Prêmio Tecnologia de Compliance 2019. Qualquer empresa do Brasil com soluções tecnológicas voltadas para o tema pode participar. Inscrição até 31 de agosto. < acrj.org.br >. 

07 de junho de 2019

A capitalização enfrenta resistência e críticas no Congresso

Paulo Guedes sustenta que a proposta possibilitará a abertura de vagas no mercado de trabalho

Capitalização 

Um dos pontos polêmicos do texto da reforma da Previdência, a capitalização – espécie de poupança que o trabalhador faz para garantir a aposentadoria no futuro – enfrenta resistência e críticas do presidente da comissão especial, deputado Marcelo Ramos (PR-AM), e do relator, Samuel Moreira (PSDB-SP). O Palácio e o ministro da Economia, Paulo Guedes, sustentam que o regime previsto na proposta possibilitará, entre outros avanços, a abertura de vagas no mercado de trabalho. Durante encontro com entidades sindicais no Rio Grande do Sul, Marcelo Ramos disse que o modelo proposto é “um cheque em branco para o Governo e a Câmara não vai cometer essa irresponsabilidade”. 

Porém

Já o relator mantém posição de que capitalização “não 'para de pé' só com contribuição do trabalhador”.

Farda no cabide

Com a reforma vindoura – entrando o Estado ou não – Pernambuco vê-se num fenômeno: cresceu o número de pedidos de aposentadorias de policiais e bombeiros. 

Pijama na mão

Já são 2 mil pedidos de aposentadoria só este ano. Há déficit de 8 mil homens nas ruas das cidades pernambucanas, um dos Estados mais violentos do Brasil. 

Herança...

O prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB), está com uma batata quente nas mãos. O Ministério Público questiona a decisão do ex-prefeito Fernando Haddad (PT), que desapropriou um terreno às margens da rodovia Raposo Tavares para beneficiar um projeto do ‘Minha Casa, Minha Vida’.

..perigosa

O empreendimento para 26 mil imóveis, que não tem laudo de impacto da SP Trans, pode virar um enorme ‘elefante branco’, já que depende exclusivamente dessa desapropriação para ter acesso à rodovia Raposo Tavares. Dois sócios do projeto são Victor Sandri, apontado pelo MP como operador do ex-ministro Guido Mantega, e José Rezek, segundo maior doador da campanha de reeleição de Haddad em 2016.

Sistema $

O ex-senador e empresário Ataídes Oliveira tem sido sondado por interlocutores da equipe econômica do Governo nos últimos dias. Maior crítico no Congresso do Sistema S, o tucano é cotado para integrar o time do ministro Paulo Guedes e tocar o plano do Governo que irá cortar os recursos das milionárias entidades. 

Memorial

Ataídes pediu ao Ministério Público e à Polícia Federal apuração sobre eventuais irregularidades na gestão do dinheiro destinado ao Sistema S. Também publicou um livro, ‘A caixa preta do Sistema S’, no qual divulgou os resultados de auditoria que identificou “pelo menos dois crimes”: falta da publicidade em seus atos, conforme exige a lei, e arrecadação direta de empresários, sem passar pela Receita Federal. 

Tucanetadas 

Numa canetada, o novo presidente nacional do PSDB, Bruno Araújo, excluiu a prefeita de Caruaru, Raque Lyra, e o ex-governador João Lyra da indicação para comando da legenda em Pernambuco. Nomeou a única deputada estadual, Alessandra Vieira.

MERCADO

Ciência..

Representantes das instituições da área científica percorrem o Congresso Nacional e os órgãos públicos, como Ministério da Ciência e Tecnologia e CGU, para tentar reduzir a burocracia na atividade de pesquisa. Levantamento exclusivo do Conselho Nacional das Fundações de Apoio às Instituições de Ensino Superior e de Pesquisa Científica mostra que o Brasil desperdiça R$ 9 bilhões por ano em função da burocracia. 

..sem entraves

Conforme o CONFIES, os cientistas perdem 35% do tempo de trabalho com serviços burocráticos. A entidade propôs à CGU, como solução, a unificação das rubricas de custeio e dispêndios usados em projetos de pesquisa, definindo esses gastos como investimento, para que seja possível dar flexibilidade e racionalidade aos controles.

Soro na praça

O instituto Vital Brasil colocará no mercado, em 2020, o soro para picadas de abelhas, e um selante de fibrina, produzido a partir do veneno da cascavel para a cicatrização de feridas, que estará disponível em 2022 – uma parceria Cevap/Unesp.


ESPLANADEIRA

# Ex-APEX, Clóvis Horta é o novo chefe de gabinete de Carlos da Costa, secretário especial de produtividade do Ministério da Economia.  # O ministro Luis Roberto Barroso (STF), o secretário da Previdência, Rogério Marinho, e o Desembargador Davi Meirelles palestram hoje no 1° Summit de Assessoramento, do SESCON-SP.

03 de junho de 2019

Maia tem fugido da imprensa para não comentar falas de Bolsonaro

Nem os assessores são avisados de alguns compromissos do democrata.

Concessõe$

Senadores da Comissão de Serviços de Infraestrutura questionam a eficácia do modelo adotado pela Agência Nacional de Transportes Terrestres para as concessões e querem um “esclarecimento formal” do Ministério da Infraestrutura sobre as ações da reguladora. A pedido do senador Esperidião Amin (PP-SC), o colegiado vai realizar audiência amanhã. É esperada a participação do ministro Tarcísio Freitas. Amin defende a avaliação do atual sistema de parcerias e concessões que, “segundo manifesto do atual ministro, deverá ser ampliado ao longo dos próximos anos”.

Livro de História

O deputado Guilherme Mussi (PP-SP) apresentou PL 747/19 para que Brasil reconheça o “extermínio sistemático de armênios” pelos otomanos na Primeira Guerra Mundial.

Leitura do cárcere

Através de sua mulher, Simone, José Dirceu recebeu em Curitiba o livro Memórias da Diverticulite, que o amigo e jornalista Pedro Rogério lançou recentemente em Brasília.

Aliás..

..um dos motivos que fez a Justiça transferir Eduardo Cunha para Brasília foi o fato de dividir cela com Dirceu em Curitiba. Os dois andaram se estranhando na pequena cela.

Mordaça..

O deputado Rubens Bueno (Cidadania-PR) classifica como “lei da mordaça” trecho de circular (856/19) da Caixa que proíbe donos de lotéricas de criticarem o banco. Ele protocolou Projeto de Decreto Legislativo para derrubar a norma que cita como “verdadeiro cerceamento ao direito de livre expressão a todos os empresários lotéricos”. 

..nos lotéricos

Segundo Bueno, uma circular não pode limitar o direito à livre manifestação previsto na Constituição. O projeto passará pelas comissões de Finanças e Tributação, de Constituição e Justiça e de Cidadania e depois será votado no plenário da Câmara.

Na paz, na moral

Rodrigo Maia tem fugido da imprensa para evitar comentários a falas do presidente Bolsonaro. Nem os assessores são avisados de alguns compromissos do democrata. 

Em forma 

A ex-presidente Dilma Rousseff decidiu passar um tempo, novamente, no Rio Grande do Sul. Instalada em seu apartamento de 70 m² em Porto Alegre, no bairro da Tristeza (o nome não ajuda) ela já emagreceu seis quilos, desde as eleições de outubro, praticando pedaladas (de fato) e seguindo dieta rígida.

Cidadã comum

Nas horas de lazer, eia tem sido vista nas pracinhas e em shoppings da capital gaúcha com dois netos. Mas sem qualquer apoio popular. 


MERCADO

ANTT x buser

Segue a novela da agência reguladora no cerco ao aplicativo de viagens compartilhadas. A ANTT afirma que a liminar obtida pela Buser só é válida para o estado de São Paulo, e não para o estado de Minas Geais. Daí ter apreendido veículo de viação alugado pela empresa do app há duas semanas.

Na pista

Já os advogados da Buser garantem que estão de posse de liminar judicial com efeito em território federal para operação. Foi o seguinte: a ANTT derrubou liminar do app no TRF1, em Minas, e em seguida o STJ determinou que a Justiça de São Paulo tem jurisprudência sobre o mandado de segurança em questão – e o TRF1, em nova decisão, julgou improcedente o pedido da Agência contra a Buser. 

Parceiros digitais

Maior plataforma digital da América Latina, com 25,5 mil lojistas e 9 milhões de produtos, a companhia pretende chegar a uma base de 40 mil parceiros até o fim do ano. A gigante do e-commerce promoverá dias 4 e 5 de julho a primeira edição do B2W Marketplace Summit, que terá 48 horas de duração e mais de 30 palestras.

ESPLANADEIRA

# O pandeirista Pedro Miranda e cantora Sanny Alves vão interpretar Jackson do Pandeiro e Almira Castilho na festa em homenagem ao centenário do famoso músico que Haroldo Costa fará de 28 a 30 de agosto no Sesc do Centro do Rio. 

02 de junho de 2019

Lula pediu apoio total à família do cantor Agnaldo Timóteo

O filho Márcio Timóteo é o elo com o partido

Alerta do Cone Sul

Os policiais federais lotados no Paraná que se reuniram há dias com o vice-presidente da República, General Hamilton Mourão, levaram informes preocupantes sobre a segurança na tríplice fronteira e para a soberania nacional. Alertaram para reforço de contingente na região de Foz do Iguaçu (PR). Mourão prometeu ajudar. A PF acaba de chamar mais de mil policiais aprovados em concurso. 

Reforma trabalhista

O deputado federal Luis Miranda (DEM-DF) correu para pagar dívida trabalhista diante de decisão judicial que bloqueava 30% do seu salário na Câmara.

Extintor junino

Pela primeira vez, a maior festa de São João de Pernambuco, em Caruaru, foi aberta ontem sem um centavo do Governo, hoje com PSB, adversário da prefeita do PSDB.

Doutor à distância

Lula da Silva pediu ao PT e ao governador Rui Costa apoio total à família do cantor Agnaldo Timóteo, em coma em Salvador. O filho Márcio Timóteo é o elo com o partido

Distorções..

Os Estados mais ricos, onde a maioria do povo se aposenta por tempo de contribuição, têm idade média mais baixa de aposentadoria. Isso ocorre porque a proporção de aposentados por tempo de contribuição é maior que a de aposentados por idade.

..nacionais

Levantamento da Secretaria de Previdência entregue ao Conselho Nacional de Previdência mostra que Estados como SP, PR, RS e SC apresentam idade média de aposentadoria mais baixa que os das regiões Norte e Nordeste. E aponta que os segurados que se aposentam mais cedo passam até 30% da vida recebendo o benefício.

Povo mais saudável

O aumento da expectativa de vida afeta diretamente o tempo de duração dos benefícios. Ao comparar os anos de 1999 e 2018, considerando os benefícios cessados em decorrência de óbito, o estudo constatou aumento médio de oito anos na duração das aposentadorias urbanas por tempo de contribuição.

Sem fumaça

Enquanto a Souza Cruz atua para reduzir a carga tributária do cigarro e aumentar seu consumo, Brasília ganhou a associação dos Fumantes Anônimos, com reuniões às terças, numa sala nos fundos da Igreja Nossa Senhora da Esperança.

Tolerância Zero

Ao criticar a retomada do julgamento da descriminalização do porte de drogas pelo Supremo Tribunal Federal, o senador Styvenson Valentim (Pode-RN) lembra que cresce o número de dependentes químicos no País, “o que provoca, além do drama humano e do risco para a sociedade, enormes despesas médicas para o poder público”. O parlamentar atuou por 16 anos na Polícia Militar.

Teto de gastos 

Instituído em 2016 pelo Governo de Michel Temer, o “teto de gastos” poderá ser revogado no âmbito da discussão e votação da PEC da Reforma da Previdência. Emendas da oposição apresentadas ao texto sustentam que mesmo havendo crescimento econômico, os gastos públicos permanecerão estáticos nos próximos anos. 

Desidratação

Uma delas, do PSOL, aponta que se o teto não for revogado haverá redução, ano a ano, do orçamento público em proporção ao PIB e também em relação ao crescimento demográfico: O presidente da Câmara, Rodrigo Maia, defende a revisão do ‘teto’. 

País adentro

A Coluna estreia este mês no Jornal do Tocantins, o maior e mais renomado portal de notícias do Estado, e ganhou meia página no parceiro Bom Dia, com sede em São José do R. Preto, que circula em dezenas de cidades do Noroeste Paulista

ESPLANADEIRA

# O 4º Congresso Luso-Brasileiro de Auditores Fiscais com os Fiscos dos dois países, acontecerá entre 16 e 19 de junho em São Paulo  # Arena Nº1 Brahma será instalada na Praça Mauá, no Rio, para o público assistir a jogos da Copa América.

31 de maio de 2019

O PT e PSB apertam o cerco ao Palácio sobre emendas parlamentares

s legendas recorreram à Procuradoria-Geral da República para investigação sobre promessa de repasses de R$ 10 milhões por semestre aos parlamentares favoráveis à reforma.

Pacote pronto

Embora esperada, a queda de 0,2% do Produto Interno Bruto no 1º trimestre acendeu o alerta na equipe econômica do Governo de Jair Bolsonaro (PSL). Apesar do impacto negativo dos dados divulgados pelo IBGE, o Governo, por ora, evita admitir que o País esteja à beira de nova recessão. A determinação para a equipe econômica é destravar a execução do pacote de medidas, amarrado ‘em estudo’ desde abril, para tentar alavancar a economia e incentivar a indústria, reduzir custos de empresas, gerar empregos e promover mudanças regulatórias no mercado. 

Lobby oficial

Os ex-senadores Ana Amélia e Ricardo Ferraço migram para o mercado privado. Entraram na Associação Brasileira de Relações Institucionais e Governamentais.

Cidadania

A Câmara Distrital do DF analisará PL 449/19, de Fábio Felix, que obriga o Governo de Brasília a doar absorventes para mulheres moradoras de rua. A conferir.

Chão da fábrica

O Governo tem contado com apoio dos grandes empresários para convencer o ‘chão da fábrica’ para a importância da reforma da Previdência. O presidente da Comissão que analisa a reforma, deputado Marcelo Ramos (PR-AM), tem recebido empresários para ouvi-los também. Há dias, passou no seu gabinete o presidente da Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea), Luiz Carlos Moraes. 

Motorizados

A Anfavea apoia a reforma em três dimensões, segundo conta Moraes: “pelas questões sociais que geram tanto desigualdade, pela insustentável situação dos níveis de desemprego e também pela dimensão econômica”.

Na direção

“Se não fizermos isso o futuro será o caos. Temos que enfrentar esse nosso manicômio tributário que contraria a lógica de todas as democracias sociais do mundo”, completou o presidente da Comissão.

Sistema $

Enquanto o Governo protela anúncio das mudanças no Sistema S, deputados da Comissão de Desenvolvimento Econômica cobram mais transparência e rotatividade dos dirigentes das entidades – alguns estão há décadas no comando, e os que saem, deixam aliados próximos. 

R$ 17 bi

Compõem o Sistema S nove entidades: Senai, Sesc, Sesi, Senac, Senar, Sescoop, Sest, Senat e Sebrae. Em 2018, o S arrecadou R$ 17 bilhões em contribuições de empresas. 

O de sempre

O PT e PSB apertam o cerco ao Palácio sobre uso das emendas parlamentares para apoio à reforma da Previdência – relação Executivo-Legislativo muito usada pelos Governos anteriores. As legendas recorreram à Procuradoria-Geral da República para investigação sobre promessa de repasses de R$ 10 milhões por semestre aos parlamentares favoráveis à reforma. 

Mais do mesmo

Os socialistas alegam que o Planalto faz tal proposta “diante da ameaça de ver o seu principal projeto ser barrado no Congresso”. Já o PT pretende convocar o ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni (DEM-RS), para explicar o caso na Comissão Especial. 

Novato na pista

O Senado aprovou a indicação de Davi Ferreira Gomes Barreto para diretor da ANTT. Tido como incorruptível pelo mercado, Davi é graduado em Engenharia Eletrônica pelo ITA, mestre em Regulação pela UnB, com passagens pelo TCU e o TCE/CE. Sua chegada tira sono de uma turma que é alvo da Polícia Federal, que visitou a Agência.

Show do Lula

Nova etapa do Festival Lula Livre – primeiro do mundo para um condenado por corrupção – terá 10 horas de duração amanhã na Praça da República, em São Paulo, com shows, entre outros artistas, de Zeca Baleiro,  Odair José e Arnaldo Antunes. O ex-presidente avisou que mandará mensagem para os cantores.

ESPLANADEIRA

# O renomado repórter Mário Magalhães lança “Sobre Lutas e Lágrimas - Uma Biografia de 2018”, sobre as ideias de Bolsonaro que o levaram à Presidência.   # Roberto Carlos será homenageado hoje, no Alegretti, em Copacabana, no show de Luiz Carlos Charpenel e do tecladista Ronaldo Almeida, promovido por Susana Madruga.

Aécio Neves que ore muito. Nenhum partido o quer filiado

Nem o seu PSDB, tampouco o Cidadania (ex-PPS), do presidente Roberto Freire.

Cada um por si

Patriotismo nessa reforma da Previdência é palavra inexistente do vocabulário. O que se viu até agora é uma batalha de vários segmentos da sociedade, cada um tentando salvar a si – o sacrifício é sempre para o outro. Passou de 180 o número de emendas apresentadas à PEC da Reforma da Previdência em tramitação na Comissão Especial da Câmara Federal. Terminou ontem o prazo para a apresentação de sugestões de mudanças no texto.

Equação política

O Cidadania apresentou emenda que transfere para governadores, prefeitos, deputados estaduais e vereadores as mudanças de regras dos funcionários públicos locais. 

Caixa na rabeira

Alguns governadores e prefeitos têm se posicionado contra a reforma, mas defendem as alterações por enfrentarem problemas financeiros das Previdências de seus Estados.

Renegado

Aécio Neves que ore muito. Hoje, nenhum partido – nem o seu PSDB – o quer filiado em seus quadros. Tampouco o Cidadania (ex-PPS), do presidente Roberto Freire.

Fala, Freire

Em nota à Coluna, Freire “nega qualquer tratativa no sentido de filiar o deputado”. O partido “busca e tem conseguido trazer para seus quadros novas lideranças que contribuem com o novo momento, que é o da renovação política”.

Feminismo

O ministro do STF Luís Roberto Barroso e a socióloga e cientista política Jacqueline Pitanguy vão debater hoje o tema Direitos e Conquistas na Constituição de 1988 e desafios nos tempos atuais. no Centro Cultural da Justiça Federal, no Rio.

Mais uma

O Departamento de Proteção e Defesa do Consumidor do Ministério da Justiça acolheu pedido da Aliança Controle do Tabagismo e notificou a cigarreira Souza Cruz para esclarecer sobre uma suposta publicidade dos produtos em eventos para jovens.

Cochilo..

A convocação do chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, na CCJ da Câmara expôs, de novo, a fragilidade da base. Apesar de ter maioria no colegiado, a mesma que aprovou com folga o texto da reforma da Previdência, os governistas – em especial líderes – ‘cochilaram’ e não marcaram presença para derrubar o requerimento da oposição.

..e tiro no pé

Restou ao ministro Onyx e ao porta-voz da Presidência confirmarem a ida do chefe da Casa Civil. Mas a oposição vai azucrinar: a pauta é o decreto do posse e porte de armas.

Tributação

Diretor do Centro de Cidadania Fiscal, ex-secretário executivo da Fazenda e idealizador do imposto único, o economista Bernard Appy pontua que, além da tributação do consumo, é preciso modificar a tributação sobre a renda e o trabalho para “corrigir distorções que geram problemas de eficiência econômica e de distribuição de renda”.

Pior, não fica

“É quase impossível piorar o sistema tributário brasileiro. Vivemos num País em que a alíquota para quem ganha R$ 6 mil é maior do que para quem ganha R$ 20 mil. Não é de estranhar que tenha tão pouca gente de alta renda querendo ser empregado formal”.

Pistola$

A Mesa Diretora da Câmara vai despachar ao Ministério da Justiça requerimento de informações destinado ao ministro Sérgio Moro para que explique a compra de 106 mil pistolas para a Força Nacional e polícias civis dos Estados, no valor de R$ 444 milhões. O pedido é do líder do PT, Paulo Pimenta (RS), que cobra estudos técnicos que embasaram a decisão e os nomes das empresas, do Brasil e exterior.

Jornalistas na OAB

O presidente da seccional Rio de Janeiro da OAB, Luciano Bandeira, nomeou os jornalistas Yacy Nunes, Daniela Sholl e Luiz Antonio Ryff como consultores nacionais da Comissão de Direito Constitucional, por indicação da advogada Vânia Aieta.

30 de maio de 2019

Paulo Guedes assumiu a articulação com as bancadas

Em especial com os partidos do Centrão (PP, SD, PR, PRB, DEM) – para evitar a desidratação do texto.

O Articulador

Em meio à previsão de votação da Reforma da Previdência na segunda quinzena de junho na Câmara Federal, o ministro da Economia, Paulo Guedes, assumiu a articulação com as bancadas – em especial dos partidos do Centrão (PP, SD, PR, PRB, DEM) – para evitar a desidratação do texto. As primeiras rodadas foram com o PP e o DEM, e Guedes ouviu pedidos para que mantenha as atuais regras do BPC (Benefício de Prestação Continuada) e da aposentadoria rural. O diálogo tende a dar certo. O líder do DEM, Elmar Nascimento (BA), ponderou ao chefe da Economia que contra os dados não há argumentos: “E os dados demonstram que nós temos uma crise fiscal muito séria logo ali na frente se não for enfrentada essa questão fiscal e da reforma da Previdência”.

Funcionalismo

Não só as bancadas, cobradas por eleitores, estão reticentes sobre o BPC e aposentadoria rural. Continua forte o lobby de servidores para se livrar de sacrifícios.

Do coldre

Policiais federais do Paraná visitaram o vice-presidente Gal. Mourão, e pediram apoio para manter regras previdenciárias dos agentes. Alegam o risco da atividade.

Alerta dado

Os federais alertaram sobre a tensão nos presídios, em especial os da fronteira. A representante dos PFs, Bibiana Orsi, debateu com Mourão, que prometeu providências.

Hein?!

O Ministério da Justiça recorreu ao Art. 20 do Decreto 7724/2012 para manter sigilo sobre os nomes do Grupo de Trabalho criado por Sérgio Moro que analisa a redução dos impostos nos cigarros, demanda em especial da fabricante Souza Cruz. A Coluna, há dias, pede a publicidade dos nomes. Ocorre que o Decreto cita confidencialidade de documentos – em produção – mas em nenhum trecho menciona sigilo sobre os nomes.

Epidemia

A Organização Mundial de Saúde elogiou a ação da AGU contra fabricantes de cigarros e frisou que a epidemia do tabaco é “uma das maiores ameaças à saúde pública que o mundo já enfrentou e é responsável pela morte de sete milhões de pessoas por ano”.

Duplicata

A nota publicada no portal da OMS menciona a ação da AGU, ajuizada na Justiça Federal no Rio Grande do Sul, que pede, além da condenação das empresas multinacionais de tabaco pelos custos sociais e econômicos, o ressarcimento aos cofres da União de despesas com tratamentos de doenças causadas pelo tabaco.

Brasil signatário

A OMS sublinha que a atuação da AGU faz parte da implementação da Convenção-Quadro para o Controle do Tabaco, que estabelece que governos dos 181 países membros devem adotar medidas para controlar o consumo de tabaco e proteger a saúde pública. Mas por aqui, a indústria usa a Justiça para reduzir a carga tributária.

Pacotão

Há uma possibilidade, mesmo que pequena, de o pacote anticrime do ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, ser votado no plenário da Câmara antes da reforma da Previdência. O relator do grupo de trabalho que analisa a proposta (PL 882/19), deputado Capitão Augusto (PL-SP), apresentou parecer ao colegiado.

Crime & Castigo

Capitão Augusto admite que o Governo ainda não tem os 308 votos para aprovar a PEC da Previdência e diz que “a gente tem que aproveitar essa lacuna de votação no plenário” para aprovar o pacote anticrime. Afirma que seu parecer vai preservar a essência do texto original de Moro que prevê regras mais duras no combate à corrupção.

Derrapagem..

A ANTT informa que fiscaliza a empresa que presta serviço para o aplicativo Buser, e não os serviços do app. A Buser contratou a Islatour Transportes e Locadora de Veículos para realizar viagem São Paulo -Belo Horizonte-SP e, segundo a Agência, a viação está irregular por praticar o ‘circuito aberto’.

..e colisão

Segundo a Buser, a nota da ANTT “deixa claro que a agência aprova o comportamento de seu fiscal que descumpriu deliberadamente decisão da Justiça Federal, que considera legal o modelo de operação da Buser”.

ESPLANADEIRA

# O Mercado Livre foi eleito como a segunda melhor empresa multinacional para se trabalhar na América Latina pelo ranking do Great Place to Work (GPTW). # A pedido de Carlinhos de Jesus e de Ana Botafogo, Carlos Alberto Serpa, presidente da Fundação Cesgranrio, criou uma nova modalidade para o Prêmio de Dança de 2020.

29 de maio de 2019

Governo gasta R$ 57 bilhões/ano com doenças originárias do tabaco

E Guedes precisa arrecadar, e dar benefícios ao setor da fumaça pega mal, muito mal.

GT da Fumaça

A Secretaria Nacional do Consumidor, órgão sob o comando do Ministério da Justiça, segue num clima tenso. Nos bastidores, a Senacom é conta o Grupo de Trabalho que estuda redução da carga tributária sobre os cigarros, armadilha na qual caiu o ministro Sérgio Moro – ansioso para se livrar da encrenca. Mas a Secretaria está protegendo os integrantes do GT e não quer revelar os nomes – algo surreal, inédito e contra a transparência tão citada na pasta. A pauta foi empurrada via ETCO pelas fabricantes de cigarros, em especial a Souza Cruz, a maior do Brasil, e irritou profundamente o presidente Jair Bolsonaro e o ministro Paulo Guedes, da Economia.

As razões

O Governo já gasta R$ 57 bilhões/ano na saúde com doenças originárias do tabaco. E Guedes precisa arrecadar, e dar benefícios ao setor da fumaça pega mal, muito mal.

Extra

A Coluna iniciou há semanas, com exclusividade, a série sobre o arranjo das cigarreiras para driblar os impostos, e incomoda a indústria do maço. A AGU entrou na briga.

Fogo no maço

O Ministério da Saúde também é contra o GT da Fumaça, e ciente disso, o Governo federal não perdoou a rasteira no ministro Moro e contra-atacou. Foi à Justiça. Aperto na ponta A Advocacia Geral da União já fez chegar às matrizes da Souza Cruz – a British American Tobacco – e da Philip a ação na Justiça Federal impetrada no RS. O Governo exige que paguem pelos tratamentos das vítimas de doenças do tabaco.

Hello !

A AGU informa que é “importante destacar que as matrizes das fabricantes foram acionadas em razão das mesmas sempre exerceram pleno controle sobre a administração e as estratégias das empresas brasileiras, de modo que as atividades e condutas praticadas no Brasil podem e devem também ser a elas atribuídas”.

Desidratação

Sem votos, por ora, para aprovar a PEC da reforma da Previdência no plenário da Câmara, o Governo e seus líderes vão centrar a articulação na Comissão Especial para evitar a desidratação do texto. Até agora foram apresentadas mais de 50 emendas que, se aprovadas, podem reduzir muito a estimativa de economia de mais de R$ 1,2 trilhão.

Jeitinho camarada

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia, prorrogou até amanhã o prazo para apresentação de emendas à proposta da reforma. O prazo terminaria no último dia 23.

Penduricalho$

O deputado tucano Pedro Cunha Lima (PB) já coletou 64 das 171 assinaturas necessárias para apresentar a ‘PEC dos Penduricalhos’ na Câmara para reduzir o custo da máquina pública e diminuir privilégios. Ele pretende, com a proposta, acabar com auxílios - como creche, mudança, saúde, alimentação - para quem recebe mais de 1/4 do salário do ministro do Supremo Tribunal Federal (cerca de R$ 10 mil).

HD do milhão

O deputado Márcio Labre (PSL-RJ) defende que a Comissão de Fiscalização Financeira da Câmara apure a compra (no Governo Temer) de um HD externo no valor de R$ 7 milhões para a Comissão de Anistia do Ministério dos Direitos Humanos. Integrante do colegiado, o parlamentar afirma que o valor é “um tapa na cara da sociedade”.

Cópia da discórdia

A comissão deverá receber, nos próximos dias, uma cópia do HD, hoje sob custódia da CGU. A ministra Damares Alves já tem explicado o convênio.

Pista dupla

A ANTT está numa guerra com o Buser – o aplicativo que dá dor de cabeça a grandes viações tradicionais, ao compartilhar viagens em ônibus próprios, a preços muito mais competitivos ou de graça. Segundo a Agência, o Buser está na contramão com seu “circuito aberto”, em desacordo com normas.

Pista dupla 2

Segundo a ANTT, o Buser lança mão do fretamento sem seguir as normas da Agência, com intervalo de apenas seis horas numa ida e volta entre São Paulo-Belo Horizonte – citou de exemplo. O Buser teve este veículo apreendido por fiscais, semana passada, mas já informou que atendeu os clientes com outro ônibus poucas horas depois.

ESPLANADEIRA

# César Farias promove o show do conjunto musical Itálico, a partir de amanhã, no restaurante Don Camillo, em Copacabana. 

# O compositor Ricardo Tacuchian comemora 80 anos com estreias, homenagens e  concertos. Na sexta, o Quarteto Radamés Gnattali apresenta seu &quot;Quarteto de Cordas nº 5&quot; na Sala Cecília Meireles.

28 de maio de 2019

Com expulsão certa do PSDB, Aécio pode para no Cidadania

Mas ex-presidenciável tem outras opções - e convites

‘Compliance’ do Guedes

O ministro da Economia, Paulo Guedes, vai implementar uma gestão de compliance adaptado para gestão pública na pasta, tão presente hoje nas grandes incorporações privadas. Sob orientações da CGU, instituiu o Programa de Integridade, o Prevenir, para detectar, remediar e punir práticas de corrupção, fraudes, desvios éticos e de conduta. Composta pelos titulares da Corregedoria, Ouvidoria, Diretoria de Gestão Estratégica, Comissão de Ética e Assessoria Especial de Controle Interno, a Comissão Executiva do Prevenir fará reuniões quinzenais e, entre outras atribuições, atuará na identificação e tratamento dos riscos à integridade no âmbito das unidades da pasta.

Turma da fumaça

Já o Ministério da Justiça, logo ele!, está reticente em divulgar os nomes dos integrantes do Grupo de Trabalho que estuda efeitos da redução da carga tributária do cigarro.

Agora, vai

A presidente do TSE, ministra Rosa Weber, oficiou o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, da incorporação do PRP ao Patriota – o que salvou este da degola da Barreira.

Futuro ex

Com expulsão certa no PSDB, a médio prazo, o deputado e ex-presidenciável Aécio Neves pode ir parar no Cidadania, ex-PPS. Há outras opções – e convites.

Boletim..

O contingenciamento do Governo na Educação levantado em pesquisa pelo PSOL da Câmara Federal, segundo o partido, compromete também a implantação de vários novos campi de universidades federais, todos no Norte e Nordeste.

..no vermelho

De acordo com os dados: R$ 7,3 milhões (37% do total) foram cortados da implementação da Universidade Federal do Oeste da Bahia; R$ 8,1 milhões (36%) da Universidade Federal do Cariri; R$ 5,5 milhões (35%) da Universidade Federal do Sul da Bahia; e R$ 6,7 milhões (37%) da Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará.

Que novidade!

Previsto para ser apresentado em julho, o parecer final da CPI de Brumadinho no Senado vai pedir o indiciamento de ex-diretores e funcionários da mineradora Vale S.A. pelo rompimento da Barragem de Córrego do Feijão. O relator da comissão, senador Carlos Viana (PSD-MG), sustenta que “provas técnicas”, colhidas até agora pela CPI, já apontam os responsáveis pelo desastre que matou 270 pessoas. A Polícia já sabia disso.

Encara aí

A comissão aprovou requerimento para acareação entre seis funcionários e ex-diretores da Vale: o ex-presidente Fábio Schvartsman rechaçou, via defesa, mas terá de aparecer.

Barrada no frevo

A Prefeita de Caruaru, Raquel Lyra (PSDB), come o pão que o diabo amassou. Ex-aliada do governador Paulo Câmara, até ser expulsa do PSB por ele em 2016, pena para conseguir audiência com ele para tratar dos assuntos do município. A assessoria do Palácio diz que não há agenda desde dezembro de 2018.

MERCADO

Chope no copo

O Congresso ganhou a frente de deputados e senadores em defesa da indústria brasileira de bebidas. O objetivo do grupo, segundo seu presidente, Fausto Pinato (PP-SP), é defender a igualdade tributária e concorrencial entre os produtores nacionais e as multinacionais estrangeiras que tem recebido grande beneficio fiscal do governo.

Tributo no copo

Os cervejeiros artesanais pagam, acredite, até 60% de impostos sobre seus produtos – enquanto as grandes fabricantes são beneficiados. A Associação Brasileira de Cerveja Artesanal se fortalece nessa pauta, com mais de 800 pequenos e médios fabricantes no País, conta o diretor de Relações Institucionais, Alberto Nascimento.

‘Cachê’ do Suplicy

Acostumado a mostrar seus dotes de cantor desde a tribuna do Senado, o vereador Eduardo Suplicy (PT) ganhou cachê sábado à noite após canja no show de Irene Atienza num bar em São Paulo. A dona do estabelecimento gostou tanto da interpretação de ‘Eu sei que vou te amar’ que liberou o petista de pagar a conta.

ESPLANADEIRA

Claudio Castro, presidente da Associação dos Embaixadores e Bayard Boiteux promovem na quinta o projeto “Conheça o Rio a pé”, às 14hs, na Cinelândia.

27 de maio de 2019

Tom conciliador

O presidente Jair Bolsonaro, em reunião com o líder do Governo na Câmara Federal, Major Vitor Hugo, determinou que ele se reconciliasse com o presidente da Casa, Rodrigo Maia

O presidente Jair Bolsonaro, em reunião com o líder do Governo na Câmara Federal, Major Vitor Hugo (PSL-GO), determinou que ele se reconciliasse com o presidente da Casa, Rodrigo Maia, como condição para mantê-lo no cargo. Feito, na sexta-feira. Presidente nacional do PSL, partido de Bolsonaro, o deputado Luciano Bivar (PE) afirma à Coluna que o partido está fechado com o líder Vitor Hugo e nega que haja a intenção do Palácio ou da bancada de substituí-lo. Mas já havia lista de indicados de partidos do Centrão (PP, PRB, PR, SD, DEM) na mesa de Bolsonaro. E Maia, que descartou conversa com Vitor Hugo, ainda está um pouco reticente, embora tenha enviado sinais positivos a Bolsonaro. 

Daqui pra frente

Sobre as derrotas no Congresso, Bivar pondera que matérias importantes do Palácio - como reestruturação dos ministérios -, passaram e a tendência agora é consolidar a base. 

Oi, amigo

Ao negar atritos com o DEM, Bivar também usa tom conciliador e diz ver no presidente da Câmara é um aliado “que recebeu e recebe o apoio do partido (PSL)”.

Da democracia

Os deputados Kim Kataguiri (DEM-SP) e Marcelo Freixo (PSOL), de ideologias bem distintas, andam conversando, e muito, na Câmara. Alguns estranham, mas é do jogo.

Barba S.A.

O ex-presidente Lula da Silva, condenado por corrupção e preso em Curitiba, continua atuando politicamente da cadeia em duas frentes de olho nas ruas. Enquanto elabora a rota de Fernando Haddad (PT) para a Caravana ‘Lula Livre’, pediu a Carlos Lupi, presidente do PDT – que o visitou há dias – que faça gestões junto a instituições.

Pela soberania

Lula pediu a Lupi que promova encontros com diferentes setores da sociedade para que participem de mobilização “em defesa da soberania nacional”.  “Vou marcar reuniões com ministros do STF, representantes da CNBB, OAB, centrais sindicais, empresários, professores e estudantes”, diz Lupi à Coluna.

Óleo & lousa 

A mobilização, na visão do líder petista, é pela Petrobras e pelos investimentos em educação. Vale ressaltar que Lula, quando presidente,já chegou a bloquear até R$ 10 bilhões do setor. E não houve a gritaria de hoje. Surfava na popularidade.

Morde, assopra

Após ser atacado pela militância virtual bolsonarista e por deputados governistas, o presidente da Comissão Especial que analisa da Reforma da Previdência, Marcelo Ramos (PR-AM), foi procurado por lideranças do PSL que rechaçaram as acusações de suposto atraso na tramitação do texto. 

Até a merenda

O PSOL na Câmara esmiuçou dados do Planejamento e aponta que o contingenciamento “perpassa” todos os níveis da educação e ultrapassa os R$ 5 bilhões, afetando da pós-graduação até a merenda das crianças nos centros de educação infantil.

Cadê o papel?

O levantamento indica que R$ 1,83 bilhão bloqueados das universidades pagariam as contas de água, energia, telefone, vigilância, limpeza e compra de materiais (inclusive papel higiênico e outros produtos, que já faltam em muitas unidades). 

Acorda, ministro

Está cada vez pior o clima entre o Ministério da Justiça e o Palácio, com ministros no cangote de Sérgio Moro alertando sobre os riscos das decisões do Grupo de Trabalho para reduzir a carga tributária do cigarro, na esteira do debate sobre o contrabando. 

Pegou mal

Na ponta do problema, nos bastidores, está a Souza Cruz, a maior fabricante do País. O comentário no MJ é que eventual decisão a favor dos cigarros – que causam prejuízo de R$ 57 bilhões/ano na Saúde – será barrada no Palácio e no Ministério da Economia, que precisa arrecadar, e não abrir mão de impostos sobre um setor tão problemático. 

Versão romântica

O mais renomado consultor de crises do País envolve-se, há meses, num projeto pessoal literário egresso das introspecções – e o leitor não se assuste nas livrarias, não é um homônimo o da capa floreada. Mário Rosa lança ‘Prosas com melodia de amor e de destino’ (Geração editorial), também em áudio-book. Pelos trechos que leu amigos, vem literatura na veia, diferente das análises conhecidas nas obras anteriores. 

ESPLANADEIRA

Ciro Gomes dará palestra dia 31, às 16hs, no Clube de Engenharia no Rio de Janeiro.  #  A psicóloga Flavia Pitella, do Projeto TERAPIA PRA TDS, fará a palestra "Os Desafios da Vida Estudantil" na Univeritas < www.terapiapratds.com >

Major Vitor Hugo precisa se reconciliar com Rodrigo Maia

Essa foi a condição imposta pelo presidente Jair Bolsonaro para que ele se mantenha como líder do Governo na Câmara Federal

Tom conciliador

O presidente Jair Bolsonaro, em reunião com o líder do Governo na Câmara Federal, Major Vitor Hugo (PSL-GO), determinou que ele se reconciliasse com o presidente da Casa, Rodrigo Maia, como condição para mantê-lo no cargo. Feito, na sexta-feira. Presidente nacional do PSL, partido de Bolsonaro, o deputado Luciano Bivar (PE) afirma à Coluna que o partido está fechado com o líder Vitor Hugo e nega que haja a intenção do Palácio ou da bancada de substituí-lo. Mas já havia lista de indicados de partidos do Centrão (PP, PRB, PR, SD, DEM) na mesa de Bolsonaro. E Maia, que descartou conversa com Vitor Hugo, ainda está um pouco reticente, embora tenha enviado sinais positivos a Bolsonaro. 

Daqui pra frente

Sobre as derrotas no Congresso, Bivar pondera que matérias importantes do Palácio - como reestruturação dos ministérios -, passaram e a tendência agora é consolidar a base. 

Oi, amigo

Ao negar atritos com o DEM, Bivar também usa tom conciliador e diz ver no presidente da Câmara é um aliado “que recebeu e recebe o apoio do partido (PSL)”.

Da democracia

Os deputados Kim Kataguiri (DEM-SP) e Marcelo Freixo (PSOL), de ideologias bem distintas, andam conversando, e muito, na Câmara. Alguns estranham, mas é do jogo.

Barba S.A.

O ex-presidente Lula da Silva, condenado por corrupção e preso em Curitiba, continua atuando politicamente da cadeia em duas frentes de olho nas ruas. Enquanto elabora a rota de Fernando Haddad (PT) para a Caravana ‘Lula Livre’, pediu a Carlos Lupi, presidente do PDT – que o visitou há dias – que faça gestões junto a instituições.

Pela soberania

Lula pediu a Lupi que promova encontros com diferentes setores da sociedade para que participem de mobilização “em defesa da soberania nacional”.  “Vou marcar reuniões com ministros do STF, representantes da CNBB, OAB, centrais sindicais, empresários, professores e estudantes”, diz Lupi à Coluna.

Óleo & lousa 

A mobilização, na visão do líder petista, é pela Petrobras e pelos investimentos em educação. Vale ressaltar que Lula, quando presidente,já chegou a bloquear até R$ 10 bilhões do setor. E não houve a gritaria de hoje. Surfava na popularidade.

Morde, assopra

Após ser atacado pela militância virtual bolsonarista e por deputados governistas, o presidente da Comissão Especial que analisa da Reforma da Previdência, Marcelo Ramos (PR-AM), foi procurado por lideranças do PSL que rechaçaram as acusações de suposto atraso na tramitação do texto. 

Até a merenda

O PSOL na Câmara esmiuçou dados do Planejamento e aponta que o contingenciamento “perpassa” todos os níveis da educação e ultrapassa os R$ 5 bilhões, afetando da pós-graduação até a merenda das crianças nos centros de educação infantil.

Cadê o papel?

O levantamento indica que R$ 1,83 bilhão bloqueados das universidades pagariam as contas de água, energia, telefone, vigilância, limpeza e compra de materiais (inclusive papel higiênico e outros produtos, que já faltam em muitas unidades). 

Acorda, ministro

Está cada vez pior o clima entre o Ministério da Justiça e o Palácio, com ministros no cangote de Sérgio Moro alertando sobre os riscos das decisões do Grupo de Trabalho para reduzir a carga tributária do cigarro, na esteira do debate sobre o contrabando. 

Pegou mal

Na ponta do problema, nos bastidores, está a Souza Cruz, a maior fabricante do País. O comentário no MJ é que eventual decisão a favor dos cigarros – que causam prejuízo de R$ 57 bilhões/ano na Saúde – será barrada no Palácio e no Ministério da Economia, que precisa arrecadar, e não abrir mão de impostos sobre um setor tão problemático. 

Versão romântica

O mais renomado consultor de crises do País envolve-se, há meses, num projeto pessoal literário egresso das introspecções – e o leitor não se assuste nas livrarias, não é um homônimo o da capa floreada. Mário Rosa lança ‘Prosas com melodia de amor e de destino’ (Geração editorial), também em áudio-book. Pelos trechos que leu amigos, vem literatura na veia, diferente das análises conhecidas nas obras anteriores. 

ESPLANADEIRA

#  Ciro Gomes dará palestra dia 31, às 16hs, no Clube de Engenharia no Rio de Janeiro.  #  A psicóloga Flavia Pitella, do Projeto TERAPIA PRA TDS, fará a palestra "Os Desafios da Vida Estudantil" na Univeritas < www.terapiapratds.com >

26 de maio de 2019

Governo vai ao Congresso outra MP para socorrer produtores endividados

Deputados da bancada defendem a criação do Fundo de Av al Solidário, para a renegociação de dívidas em linhas de crédito do BNDES e do Banco do Brasil com aporte de recursos do Tesouro.

Socorro rural

Pressionado pela bancada ruralista, o Governo vai enviar até junho ao Congresso outra Medida Provisória para socorrer produtores endividados. Deputados da bancada defendem a criação do Fundo de Av al Solidário, para a renegociação de dívidas em linhas de crédito do BNDES e do Banco do Brasil com aporte de recursos do Tesouro.Outra demanda que deve ser atendida pela MP do Planalto é o chamado patrimônio de afetação, com possibilidade de o proprietário de imóvel dividir o patrimônio de acordo com o valor da dívida. Pelas regras atuais, todo o imóvel é dado como garantia pelo pagamento de débitos, mesmo que o passivo tenha valor menor.

Olho no menor

Bolsonarista muito antes da onda eleitoral, o ex-vereador e agora deputado federal Carlos Jordy (PSL-RJ) vai lançar a Frente pela Redução da Maioridade penal para 16. 

Leitura técnica

Bresser Pereira, que visitou Lula há duas semanas, vai enviar livros sobre política cambial para o ex-presidente e detento Lula da Silva, preso em Curitiba. 

Maduro, por Lula

A amigos, Bresser disse que o ex-presidente reconhece os erros de (Nicolas) Maduro, ditador da Venezuela, mas “é contra a intervenção” militar. 

Cornos do Congresso

Um senhor que se apresenta apenas como Prof. Zé Maria, fundador da Associação dos Homens e Mulheres Mal Amados do Estado do Ceará – corno confesso – circulou (com chapéu de chifres) por gabinetes da Câmara Federal atrás de filiados, há dias. Ele cobra mensalidade de R$ 4,99 e dá carteirinha, com foto.

Corrida começou

O ex-ministro da Educação Mendonça Filho pacificou o DEM no Recife ao convencer uma deputada estadual a não disputar a Prefeitura em 2020. Agora, procura um vice para sua futura chapa, mas descarta-se, por ora, o PSDB. 

Fundeb vive

Deputados e senadores já apresentaram três propostas de Emenda à Constituição para que o Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica seja transformado em política pública permanente e, com isso, ampliar a participação da União no financiamento. A validade do Fundeb termina em dezembro de 2020. 

Opções do cofre

Desde 2015, tramita na Câmara a PEC da deputada Dorinha Seabra (DEM-TO) e este ano duas propostas, com mesmo teor, foram apresentadas pelos senadores Randolfe Rodrigues (Rede-AP) e Jorge Kajuru (PSB-GO). Hoje a União responde por 10% dos recursos do Fundeb. O substitutivo de Dorinha aumenta a participação para 15%, aumentando 1,5% a cada ano, até chegar a um teto de 30%.

BPC

Mais de 3 milhões de brasileiros com idade entre 60 e 64 anos poderão ter acesso ao Benefício de Prestação Continuada nos próximos 10 anos se a reforma da Previdência for aprovada. A estimativa é do diretor da Secretaria Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia, Leonardo Rangel. Segundo ele, o BPC alcançou cerca de 4,7 milhões de pessoas, a um custo total de R$ 53,3 bilhões em 2018.

MERCADO

5G vem aí

O senador Jean Paul Prates (PT-RN) tem alertado colegas sobre a importância do debate da tecnologia 5G no âmbito do setor público. Lembra que o Brasil hoje não tem política de prevenção a ciberataques, e está à mercê do jogo que move Estados Unidos e China. 

Assalto

Por pressão das teles, a lei no Brasil permite que, na tecnologia 3G e 4G, elas entreguem até 80% da velocidade contratada, embora anunciem os 100% e cobrem por isso.

Malas prontas

Em apenas 40 dias no ar, o site < www.match-hospitality.com/tokyo2020/brasil >, da Match Hospitality AG, revendedora oficial de ingressos dos Jogos de Tóquio 2020, já tem mais de 1.600 interessados em ingressos e pacotes de viagem para as Olimpíadas.

ESPLANADEIRA

# O ex-ministro da Cultura José Aparecido de Oliveira, que completaria 90, será homenageado na terça pelos escritores Alberto Costa e Silva e Geraldinho Carneiro, na ABL.

25 de maio de 2019

Acordo no Senado evitou novo apagão aéreo nos próximos dias

Pilotos e comissários ameaçavam cruzar os braços

Acordo evita apagão aéreo

Um acordo selado no plenário do Senado evitou novo apagão aéreo nos próximos dias. Pilotos e comissários ameaçavam cruzar os braços se os senadores não incluíssem na MP 863/18, que abriu 100% do capital das empresas aéreas, uma emenda que resguarde os postos de trabalho para tripulantes brasileiros. A emenda foi derrubada durante a votação da MP na Câmara Federal – isso abria alternativa para as companhias, que poderão ter aporte estrangeiro, contratarem tripulação dos países de origem dos investidores. Após pressão do Sindicato Nacional dos Aeronautas, senadores anunciaram acordo que prevê a votação desta ressalva na Lei Geral do Turismo – em debate na Comissão de Constituição e Justiça – e depois no plenário. 

Voo seguro

“Sem a referida ressalva” diz o comandante Tiago Rosa, secretário-geral do SNA, pode haver “transferência de rotas hoje operadas por brasileiros para empresas estrangeiras”.

Taxiando

Vem aí a aérea Globalia, de capital europeu, que vai operar rotas domésticas no Brasil. A empresa terá de contratar tripulação brasileira, se o projeto dos aeronautas vingar.

Oi..

O empresário Abílio Diniz, que está indiciado pela Polícia Federal na ação Carne Fraca pelos crimes de estelionato e organização criminosa, visitou o presidente Jair Bolsonaro.

..e tchau

A pauta não foi revelada. Mas o empresário busca desde as eleições uma aproximação com o chefe da Nação. Teme novas investigações. Mas Bolsonaro não pode ajudar.

Fragilidades

A defesa do senador Flávio Bolsonaro já prepara argumentos técnicos sobre o que aponta fragilidades sobre a investigação do Ministério Público na quebra do sigilo fiscal dele. O MP pediu a quebra do sigilo das operações dos últimos 12 anos até de assessores que acabaram de entrar no gabinete. 

Açodamento?

Pegou mal na ALERJ também a exigência de notas fiscais de gastos dos outros deputados estaduais investigados, dos últimos anos. Muita coisa já foi para o lixo – e nem os fornecedores as têm. O que se diz na praça é que a vontade dos procuradores em derrubar o senador vai levá-los a passos largos para o fim do inquérito.

É do jogo

O que parece sensato – em parte o é – também esconde a oposição por pura vontade de ser.. oposição. E isso o Planalto leva em conta também. Fato é que 11 dos 14 governadores que assinam carta contra decreto da posse e porte de armas são da oposição a Bolsonaro. A maioria do Nordeste, para onde ele vai agora em agenda. 

Mega Sena

Outra das desgraças da Mega. Osmar Malavazi, de Altônia (PR), jura que jogou os seis números do prêmio de R$ 289 milhões, mas lotérica não registrou. O delegado acredita.

Intensivão..

O secretário de Previdência do Ministério da Economia, Leonardo Rolim, roda o Brasil em encontros com políticos alinhados com o Governo, e da oposição, para esclarecer o sistema de capitalização proposto na PEC da Previdência. A resistência, observa Rolim, se deve ao desconhecimento de que hoje o Brasil já tem sistemas de capitalização. 

..da Capitalização 

“Todos os regimes previdenciários de municípios a partir de 2004 são capitalizados, com benefício definido. E isso funciona muito bem”, resume. Outro ponto rebatido por Rolim é de que a capitalização extinguiria o modelo vigente, de repartição simples. “Os dois vão se manter em paralelo. Ele é voltado apenas para os novos trabalhadores”.

Nada republicano

Pegol mal na praça. Comentários na Esplanada ontem é que o ministro da Economia, Paulo Guedes, pensa que é presidente do Brasil, ao ameaçar ir embora caso a reforma não passe como quer. Fato é que o País seguirá com ou sem ele. A fala só serviu para tensionar ainda mais o mercado, a poucas horas do fechamento da Bolsa.

Aliás..

Gente que opera na Bovespa acha estranho o ministro falar isso horas antes do fechamento da Bolsa, sabendo da volatilidade do dólar e do humor de investidores.

ESPLANADEIRA

# O presidente Bolsonaro concederá a Ordem do Mérito Naval para o Yacht Clube da Bahia, comandado pelo Comodoro Marcelo Sacramento, em reconhecimento aos avanços e conquistas da entidade nos últimos anos.

24 de maio de 2019

Governo não tem maioria no Senado para a votação do COAF

O Palácio do Planalto conta hoje, no Senado, com 30 aliados, dos 81 senadores.

EXTRA Calote de R$ 600 bilhões

O ministro da Economia, Paulo Guedes, reforçou as críticas aos empréstimos concedidos pelo Governo do Brasil à Venezuela durante os Governos Lula e Dilma, e revelou um ‘cano’ quase trilionário. Em reunião há dias restrita a parlamentares da Comissão de Agricultura da Câmara Federal, Guedes detalhou: durante as gestões petistas, foram repassados R$ 1,5 trilhão, sendo R$ 600 bilhões de calote já consolidado. “Um cano de um trilhão por conta de uma ideologia obsoleta”, criticou o ministro. Em abril, de acordo com BNDES, os governos de Venezuela, Cuba e Moçambique acumulavam dívidas de mais de R$ 2 bilhões em empréstimos.

Clubinho

Os recursos foram para financiar obras de infraestrutura. E muitas delas construídas por empreiteiras brasileiras aliadas do ex-presidente Lula da Silva, flagradas na Lava Jato.

Quadrilheiros

O Governo tem poucas chances de formar maioria no plenário do Senado e devolver o COAF para o Ministério da Justiça. Voltará a ser mero órgão administrativo.

Tá longe

O Palácio do Planalto conta hoje, no Senado, com 30 aliados, dos 81 senadores.

Agrotóxicos

Dezesseis deputados, entre eles um do PSL (Professor Joziel-RJ), assinam requerimento para que o projeto de lei que institui a Política Nacional de Redução de Agrotóxicos tramite em regime de urgência no plenário da Câmara. Os parlamentares integram a Comissão de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável e alegam que a proposta é um contraponto à “liberação indiscriminada” de agrotóxicos pautada pelo Ministério da Agricultura.

Argumentos

Eles citam que “mais de 160 novos agrotóxicos ou de combinação entre tipos foram permitidos no Brasil desde janeiro de 2019, fato inédito”. O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), aliado da ministra Tereza Cristina, não deu, até o momento, previsão aos deputados de quando analisará o requerimento com pedido de urgência.

Muito fumacê..

Deputados petistas acusam o secretário de Defesa Agropecuária do Ministério da Agricultura, José Tollstadius, de cometer improbidade administrativa. Em representação à PGR Raquel Dodge, o PT diz que Tollstadius enviou ofício a servidores da Anvisa e do Ibama - prestando informações acerca da lista de prioridades de registro de agrotóxicos -, e encaminhou cópia para o Sindicato Nacional da Indústria de Produtos para Defesa Vegetal, que reúne 34 fabricantes do produto.

..para nada

Já o Ministério, consultado pela Coluna, informa que o procedimento é conhecido da pasta, com total transparência para todos os envolvidos, e obedece a critérios estabelecidos por normas internas. Com ampla participação de vários setores. A cópia permite eventual apresentação de recursos dos fabricantes.

Biodiesel

Lançada em Brasília, a Frente Parlamentar Mista do Biodiesel reúne 234 deputados e senadores e será presidida pelo deputado Jerônimo Goergen (Progressistas-RS). Hoje, o Brasil é o segundo produtor mundial e responsável pela produção de mais de 5 bilhões de litros de biodiesel por ano.

O setor

Atualmente, o setor tem 50 indústrias autorizadas que devem produzir 6 bilhões de litros este ano, um novo recorde e alta de 13% sobre 2018. O ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, anunciou que o percentual de adição do biodiesel ao diesel passará de 10% para 11% (B11) em breve.

Força política

Alguns Fiscais da ANTT em Minas Gerais tomaram partido na briga entre empresas tradicionais de ônibus e a Buser, startup de empresários que tem feito passageiros economizarem até 60% nas viagens intermunicipais. Recentemente, em Pouso Alegre, um fiscal da agência desrespeitou a decisão da Justiça Federal que permite o funcionamento do aplicativo e não só reteve o ônibus como deteve, por cerca de 2 horas, todos os passageiros que iam de São Paulo a Belo Horizonte.

Força popular

Por outro lado, os consumidores se colocaram ao lado da Buser, que os atendeu o tempo todo pelo Whatsapp, pagou alimentação e mandou outro ônibus fretado para seguir viagem depois que a detenção chegou ao fim. Os passageiros ficaram revoltados com a atitude desrespeitosa da ANTT.

23 de maio de 2019

PSL lançou ofensiva para tentar manter o líder do Governo na Câmara

A mobilização, que não conta com o apoio da líder do Governo no Congresso, Joyce Hasselmann (PSL-SP), começou após rumores de que o Planalto tem “nomes na mesa” para trocar o líder,

Mais fumaça!

O Governo começou o contra-ataque à indústria do cigarro, que usou a boa vontade do ministro da Justiça, Sérgio Moro, para tentar reduzir sua carga tributária. A situação ficou feia para a Souza Cruz, que controla grande parte da fabricação no Brasil, e a concorrente Philip Morris. A Advocacia Geral da União entrou na Justiça Federal, no Rio Grande do Sul, para cobrar indenizações por gastos na saúde com tratamentos de doenças causadas pelo fumo – que custam ao Governo até R$ 57 bilhões por ano. A ação da AGU ocorre no momento em que o ministro Paulo Guedes, da Economia, precisa arrecadar mais, e de todos os setores. 

Vai pra gaveta

O Palácio do Planalto monitora o grupo de trabalho criado no âmbito do Ministério da Justiça e avisou que pegou muito mal. O caso seria para o Ministério da Economia.

Da fábrica

A assessoria da Souza Cruz informou que foi surpreendida pela AGU, e que, segundo Ibope, 54% do mercado brasileiro consomem cigarros paraguaios. 

Em debate

Quem quiser ver de perto dois ministros do STF e o que pensam de fake news: Toffoli e Lewandowski vão à Faculdade de Direito da USP para debates da OAB na sexta.

PSL corre

A bancada do PSL lançou ofensiva para tentar manter o líder do Governo na Câmara, deputado Major Vitor Hugo (PSL-GO), e evitar que o cobiçado posto seja ocupado por um parlamentar do Centrão. A mobilização, que não conta com o apoio da líder do Governo no Congresso, Joyce Hasselmann (PSL-SP), começou após rumores de que o Planalto tem “nomes na mesa” para trocar o líder, conforme a Coluna antecipou.

Apoio fraco

Alguns fieis defendem até a divulgação de carta aberta de apoio a Vitor Hugo. Apesar dos apelos dos deputados, a mudança na liderança está em discussão avançada no Palácio do Planalto. A situação de Vitor Hugo ficou mais delicada após o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, anunciar o rompimento com o deputado goiano. 

Pela culatra

O presidente Jair Bolsonaro não precisa contar com votos da bancada do Cidadania (ex-PPS) contra os projetos que tentam derrubar os decretos que liberam posse e porte de armas. Presidente do Cidadania, o ex-senador Roberto Freire criticou o decreto em palestra para estudantes, na quinta, no Ceará.

Neutralidade

“Além de estimular a violência na cidade, provocará mais conflitos no campo. É um decreto ilegal”. O Cidadania é neutro no Congresso, com viés de oposição puxado pelo seu líder nacional.

Peregrinação

Em resposta às críticas pela frágil articulação política com o Congresso, o chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, atualizou seu balanço do número de congressistas que passou pelo gabinete no Palácio desde o início da atual Legislatura, em fevereiro. O democrata garante que, em quatro meses, já foram recebidos 386 parlamentares. 

Sem base

Destes, 282 atendidos por Onyx. Mas a peregrinação de políticos à Casa Civil não surtiu efeito: o Governo segue sem base consolidada no Congresso e coleciona derrotas em comissões. E, hoje, não tem votos suficientes para aprovar a reforma da Previdência.

Barragem.. 

Em petição de cinco advogados e protocolada na CPI do Senado que apura a tragédia de Brumadinho, o ex-presidente da Vale Fábio Schvartsman alegava que “inexistem contradições ou divergências” em seu depoimento ao questionar o requerimento, aprovado na terça, que determina acareação dele e outros ex-diretores da mineradora. 

..jurídica

No documento, ao qual a Coluna teve acesso, Schvartsman diz que não há motivo para “a acareação pretendida e que segue à disposição para apresentar documentos e qualquer material que possa auxiliar no esclarecimento dos fatos”. O requerimento é do senador Jorge Kajuru (PSB-GO), que agora não vai dar mole para a turma.

Repetente 

Sabem quem vai aparecer para acareação? O diretor Peter Poppinga, que cuidava da barragem em Brumadinho. Era ele quem estava à frente da...Samarco em Mariana. 

22 de maio de 2019

Movimentos pró-Bolsonaro pedem a queda de Toffoli e Mendes

Os movimentos que conclamam o povo às ruas no domingo, em apoio ao presidente Bolsonaro, defendem, em imagens pelo whatsapp, a queda de Toffoli e Mendes.

Carga na fumaça!

Em resposta ao Ministério da Justiça, que criou grupo de trabalho para avaliar a redução do imposto dos cigarros, o líder do PT no Senado, Humberto Costa (PE), protocolou projeto de lei que visa justamente o contrário como forma de diminuir o consumo: aumentar a carga tributária sobre produtos do tabaco e cercar a maior fabricante, a Souza Cruz. Pela proposta, será criada a Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico incidente sobre a importação e a comercialização de produtos do tabaco (Cide-Tabaco). O senador explica que pagarão a taxa os produtores e importadores, pessoa física ou jurídica, de charutos, cigarrilha e cigarros: “De todas as intervenções para combater o fumo, o aumento dos impostos tem demonstrado ser a mais efetiva”.

É com Economia

Como a Coluna tem citado, o ministro Moro foi alertado por colegas palacianos que caiu numa armadilha que prejudica o País – isso era assunto para Paulo Guedes.

Mão no peito

O patriotismo falou alto e deputados que queriam mais dois ministérios para controlar recuaram em prol da austeridade. Tiveram, cada um, trinta milhões de motivos extras.

Chapa quente

O PT e o PSOL do Rio de Janeiro articulam a chapa para disputar a prefeitura com o os deputados federais Marcelo Freixo e Benedita da Silva (PT), na vice.

Argumentos..

A despeito do revelado rompimento do presidente da Casa, Rodrigo Maia, ontem, com o líder do Governo na Câmara, Major Vitor Hugo (PSL-GO) – antecipamos que ele cai – caciques do Centrão apontam a instabilidade “de humor” e mudança de discurso do Governo entraves para arrefecer os ânimos no Congresso e consolidar a base governista.

..do Centrão

O fundador do Solidariedade, Paulinho da Força (SD-SP) garante que “não há e nunca houve” cobrança por cargos e estima que a Reforma da Previdência será aprovada com economia mais enxuta, entre R$ 500 bilhões e R$ 600 bilhões. Paulinho engrossa o coro contra os atos pró-Governo para domingo, e diz que as centrais vão “parar o País”.

Sinais positivos

Pelo terceiro mês consecutivo, o Instituto Fiscal Independente do Senado reforça que a Reforma da Previdência produzirá efeitos fiscais relevantes para as receitas e gastos públicos, de Brasília até os municípios. “A dinâmica do resultado primário e da dívida pública se alteraria consideravelmente”, aponta o relatório.

Só o começo

Contudo, o documento observa que “a reforma seria apenas o começo de um programa de consolidação das contas públicas para reequilibrar as finanças do Estado e devolver ao País as condições de sustentabilidade da dívida”.

Pra gaveta

O Senado arquivou duas petições contra ministros do Supremo Tribunal Federal. A primeira, apresentada pelo advogado Mário Barbosa Villas Boas, pedia investigação de todos os ministros da Corte por crimes de responsabilidade. A segunda, assinada por variados advogados, defendia o impeachment do ministro Gilmar Mendes.

Na fila

Outras nove petições contra ministros do Supremo Tribunal Federal aguardam análise da Assessoria e tendem a parar no arquivo. Uma delas, do senador Alessandro Vieira (Cidadania-SE), pede o impeachment dos ministros Dias Toffoli e Alexandre Moraes.

Aliás

Os movimentos que conclamam o povo às ruas no domingo, em apoio ao presidente Bolsonaro, defendem, em imagens pelo whatsapp, a queda de Toffoli e Mendes.

Pela educação

Líderes do Governo no Congresso tentam costurar acordo para desbloquear o Orçamento e encerrar a crise na Educação. As conversas giram em torno da aprovação do projeto de crédito suplementar (PLN 4/19) de R$ 248,9 bilhões, enviado pelo Planalto para arcar com despesas como benefícios previdenciários e Bolsa Família.

A conferir

Com a liberação, apontam líderes bolsonaristas, a equipe econômica terá margem para revogar o contingenciamento de 30% das verbas das universidades.

ESPLANADEIRA

# A rede Plaza em Brasília inaugurou o belo chafariz JK, na pracinha entre os hotéis Kubitschek Plaza e Manhattan Plaza, e com trilha sonora de MPB.