• show Legião Urbana
  • casa gourmet 2018
  • TV O DIA - fullbanner w3b
  • TV O Dia - fullbanner

Notícias Esplanada

19 de dezembro de 2018

Oposição segue dividida na Câmara Federal

Isolado, o PT já sinalizou que não vai apoiar o nome do bloco de esquerda formado pelo PCdoB, PSB e PDT.

Racha na Câmara

A oposição na Câmara Federal permanece dividida e tende a lançar duas candidaturas para a disputa à Presidência da Casa. Isolado, o PT já sinalizou que não vai apoiar o nome do bloco de esquerda formado pelo PCdoB, PSB e PDT. O líder da bancada, Paulo Pimenta (RS), tem o aval do ex-presidente Lula e de caciques do partido, além do apoio da maioria dos 56 deputados eleitos da legenda, para marcar posição frente à candidatura à reeleição de Rodrigo Maia (DEM-RJ). O bloco encabeçado pelo PDT, que conta com 69 deputados, busca nome de consenso para a disputa.

2.º turno 

Tanto o PT quando os partidos do bloco de esquerda negam, hoje, “qualquer possibilidade” de apoio à reeleição de Maia. Isso pode mudar em eventual 2º turno.

Centrão

Maia, por sua vez, intensifica as conversas com partidos do Centrão e com o MDB para tentar se reeleger no 1º turno.

Abra olhos, Guedes!

No apagar das luzes, a direção da Caixa nomeou diretores indicados por padrinhos políticos. Não bastasse todo o passado de nomes do banco enrolados com a Polícia, a Caixa está tentando nomear diretores indicados pelo MDB, PSDB, PP e até pelo PT.

Farra 

A farra foi detectada ontem, e até o ministro Moreira Franco conseguiu emplacar um afilhado, Joaquim Lima. Estas indicações para diretor no apagar das luzes contam com apoio do Moreira, Ana Paula Vescovi e Eduardo Guardia, da Fazenda.

Caos

A Latam posiciona à Coluna que os transtornos registrados nos aeroportos no fim de semana “foram totalmente alheios à sua vontade” e que tomou medidas para manter a regularidade de suas operações. 

Jesus!

O caso dos seguranças da ALESP correndo atrás de Jesus dos Santos, integrante de mandato coletivo cuja deputada foi diplomada, mostra o Brasil vergonhoso que ainda somos. Negro e com roupas simples, viu uma leva de brutamontes atrás dele ao tentar subir no palco para tirar foto com a colega. A dúvida paira se o episódio ocorresse com um branco engravatado.

Aviso prévio

A Coluna cantou a bola há duas semanas sobre o risco da empresa Inaz do Pará na realização do concurso da Novacap, ao apresentar proposta com valores bem abaixo do mercado. Deu no que deu domingo: 76 mil candidatos de todo o País com portão na cara. A empresa não conseguiu realizar o concurso. E a Novacap agora desistiu.

Simão na Refit

A Refit agiu rápido: controlou o incêndio na Área de Descarga de Insumos, sem perdas humanas, a maior preocupação, e logo depois instaurou sindicância para apurar as causas do incidente. Contratou o ex-ministro da Controladoria Geral da União Valdir Simão para presidir e coordenar os trabalhos da sindicância. 

Sistema S

Senadores da Comissão de Assuntos Econômicos reagem à ameaça de o futuro ministro da Fazenda, Paulo Guedes, de “passar a faca” no Sistema S - que reúne organizações do sistema produtivo da indústria, comércio e transporte. 

Preconceito 

“Não foi feliz”, resume Armando Monteiro (PTB-PE). Paulo Rocha (PT-PA) diz que o Sistema S é primordial: “Isso não pode ser feito dessa forma preconceituosa, como ele se manifestou pelo menos no primeiro momento”. 

Lula 

A amigos que foram visitá-lo na prisão, em Curitiba, Lula comentou que tem chorado sozinho, com saudades de dona Marisa e da família. O ex-presidente também chorou quando soube da morte de Eunice Paiva. 

Missa 

O ex-presidente pediu a Fernando Haddad para representá-lo na missa de sétimo dia pela alma da viúva do ex-deputado Rubens Paiva, que será realizada nesta quarta-feira, 19, em São Paulo.

Ação social 

Autoridade de Governança do Legado Olímpico (AGLO) realizou ação social para 120 crianças da comunidade Asa Branca, na Zona Oeste do Rio. Dia foi de festa na Arena 2 do Parque Olímpico, com doação de presentes e aulão beneficente de judô, MMA, Wrestling, futevôlei e basquete. 

ESPLANADEIRA

Companhia de teatro Cia. 7 realiza amanhã, às 20h, um Flashmob Especial de Natalcom apresentação de dança e música natalinano  Terraço Shopping (DF). 

17 de dezembro de 2018

Caos aéreo pegou os passageiros de surpresa

A concordata da Avianca piorou a situação desde sábado

Um silencioso caos aéreo nos principais aeroportos do País pegou centenas de passageiros de surpresa desde a sexta-feira. A concordata da Avianca, que deixou alguns aviões no chão, somada à alta demanda do período pré-natalino e ao overbooking causado pela incompetência das aéreas piorou a situação desde sábado. Um leitor da Coluna ficou dois dias em vaivém entre hotéis e o aeroporto de Cumbica, em Guarulhos, tentando voltar para Brasília, enrolado pela Latam. Uma passageira que voaria do Rio para São Luís dia 23 já teve o voo alterado para 25 pela Gol. O movimento continuou intenso até ontem à noite. 

Partidas & chegadas

No Aeroporto Hercílio Luz, em Florianópolis, foram registrados atrasos de mais de seis horas em voos de partidas e chegadas da Latam e da Gol. 

Moro 

O futuro ministro da Justiça, Sérgio Moro, tem aproveitado encontros com parlamentares do Congresso para pedir apoio e contribuição para os projetos que apresentará à Câmara e ao Senado na área de segurança pública. 

Processo Penal 

Na última semana, o juiz recebeu o deputado João Campos (PRB-GO) e uma comitiva de policiais civis. Campos irá disputar a presidência da Câmara e foi o relator da reforma do Código de Processo Penal, projeto elogiado por Sérgio Moro. 

Bom de voz

O general Floriano Peixoto, que será o n° 2 da Secom no Governo Bolsonaro, é bom de voz. Há meses, em passagem por Muriaé (MG), sua terra natal, soltou a voz num karaokê na festa e foi muito aplaudido. 

Fake news

Especialistas em segurança de redes do Instituto Beta Internet e Democracia (Ibidem) e da ONG Safernet já identificaram, até o momento, centenas de perfis falsos que foram criados e usados durante a campanha eleitoral deste ano. 

Marco Civil

Paulo Rená, do Ibidem, afirma que o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) se manteve praticamente “inerte” diante da enxurrada de fake news. Diz ainda que o Ministério Público, a Anatel e o Conselho Administrativo de Defesa Econômico (Cade) não fiscalizam a neutralidade de rede, como determina o Marco Civil da Internet

DEM

Deputado Elmar Nascimento (DEM-BA), que será o líder da bancada a partir de 2019, defende votação de reformas estruturais e avanço de matérias essenciais para a segurança pública, “tema que o resultado das eleições mostrou ser muito importante”. 

Terrorismo

Avança na Câmara proposta que determina a expulsão de estrangeiro condenado pela Lei de Terrorismo (13.260/16). Texto do relator, deputado Rubens Bueno (PPS-PR), foi aprovado na Comissão de Relações Exteriores e segue para a Comissão de Segurança Pública. 

Crimes

Bueno explica que, embora se possa argumentar que atos de terrorismo são crimes comuns, que dão causa à expulsão, “cabe aperfeiçoar a legislação vigente para evitar eventuais discussões jurídicas e incluir os atos de terrorismo expressamente na legislação atual”. 

Sou do Esporte

A tenista olímpica e hexacampeã beach tennis, Joana Cortez, irá assumir a diretoria institucional da Sou do Esporte, associação que atua com a governança e a transparência na administração dos recursos públicos aplicados ao esporte. 

Mudança 

A mudança ocorre porque a presidente e fundadora da entidade, a jornalista Fabiana Bentes, foi escolhida pelo governador eleito do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, como secretária de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos.

Folia

Mestre Penha, fundador do bloco Simpatia é Quase Amor, e seu parceiro, Mestre Ary, serão homenageados em 2019 pelo Bloco Se Essa Rua Fosse Minha, que se apresentará sábado de carnaval, na Praça Sandro Moreira, no Flamengo (RJ). 

ESPLANADEIRA

Senado lançou novo site do projeto Orçamento Fácil, com animações que explicam a importância do orçamento público e como ele é elaborado no País: https://www12.senado.leg.br/orcamentofacil. 


15 de dezembro de 2018

Antenas: burocracia trava investimentos

Existem hoje 4 mil pedidos de instalação de antenas feitos pelas operadoras de telefonia a prefeituras no País. O entrave de legislações municipais - ou a falta delas - trava R$ 2 bilhões em investimento e 45 mil empregos diretos

Antenas: burocracia trava investimentos 

Existem hoje 4 mil pedidos de instalação de antenas feitos pelas operadoras de telefonia a prefeituras no País. O entrave de legislações municipais - ou a falta delas - trava R$ 2 bilhões em investimento e 45 mil empregos diretos. Em São Paulo, de acordo com Sindicato Nacional das Empresas de Telefonia e de Serviço Móvel Celular e Pessoal (SindiTelebrasil), as prestadoras de serviços de celular e internet móvel já têm prontos 1.200 pedidos de licenças. Pelos cálculos da entidade, a burocracia impede o investimento imediato de R$ 600 milhões e geração de cerca de 13 mil empregos no Estado. 

Licenciamento 

Há mais de dois anos não se concede licença de antena de celular na cidade, impedindo a capital paulista de ter novas antenas, maior cobertura e uma melhor distribuição do sinal, principalmente na periferia. Existem pedidos aguardando há 5 anos a liberação do licenciamento. 

Morosidade

Na Câmara Federal, segue parado o projeto (PL 8518/2017) que disciplina o licenciamento temporário para a instalação de infraestruturas de telecomunicações. O autor da proposta, Vitor Lippi (PSDB-SP), justifica que “grande parte das prefeituras submete os requerimentos de instalação a análises demasiadamente morosas”. 

Na mira

Quem conhece os trâmites dos processos na Justiça aponta que o ministro Mandetta, da Saúde, e o chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, devem ter uma temporada no Governo Bolsonaro. 

A bênção

Foram as Santas Casas de Misericórdia, falidas em todo o País, que bancaram Luiz Mandetta no Ministério da Saúde, com esperança de uma equação que as salvem da dívida.

Risco 

A ala militar da equipe de transição do Governo de Jair Bolsonaro (PSL) critica, de forma reservada, decisões e nomeações que consideram de “risco” para a nova gestão presidencial à qual patrocinam. Miram, em especial, os ocupantes de cargos de alto escalão encrencados com a Justiça. 

Peculato

Viram com desconfiança e não chancelaram a indicação do deputado Rogério Marinho (PSDB-RN) para o comando Secretaria de Previdência. O tucano coleciona processos. Um deles apura suposta prática de peculato por Marinho quando ocupava o cargo de vereador da Câmara Municipal de Natal. 

Líder

Reeleito líder da bancada do PT na Câmara, o deputado Paulo Pimenta (RS) afirma que “terá responsabilidade redobrada para enfrentar o governo de extrema-direita de Jair Bolsonaro (PSL)”. Diz ainda que prioridade da bancada será a libertação do ex-presidente Lula. 

Campo minado 

Denúncias de suposto assédio moral na Embrapa foram parar na Justiça e chegaram à Comissão de Trabalho da Câmara. Aos deputados do colegiado, o presidente da empresa, Sebastião Barbosa, e a diretora de Gestão, Lúcia Gatto, juraram que as acusações de assédio, “se existem”, são examinadas pela Comissão de Ética da instituição. 

Réplica 

Ao que a procuradora do Ministério Público do Trabalho, Ludmila Lopes, rebateu afirmando que o baixo número de denúncias de conhecimento da direção da Embrapa demonstra que “os órgãos de controle interno não estão funcionando”. O dirigente do Sindicato Nacional dos Trabalhadores de Pesquisa e Desenvolvimento Agropecuário (Sinpaf), Nilson Alves, sustenta que “atualmente funcionários entram saudáveis na Embrapa e saem doentes”.

Brasil do arroz

Associação Brasileira da Indústria do Arroz exportou 1,24 milhão de toneladas do grão, de janeiro a novembro, com US$ 404 milhões em negócios. Foi praticamente o dobro do exportado no mesmo período anterior.

Biografia

A alguns poucos amigos com quem ainda conversa, em Brasília, Aécio Neves contou que começou a selecionar o material de arquivo que guardou, desde que começou a trabalhar com o avô, Tancredo Neves, para organizar,  em breve, um livro de memórias.

Mercosul 

Comissão de Viação e Transporte da Câmara fechou acordo com o presidente do Denatran, Maurício José Alves, prorrogando por 180 dias a instalação de placas padrão Mercosul em todo o território nacional. 

ESPLANADEIRA

Carla Rizzi e Fernando Portari apresentam o show My Romance, dia 17 de dezembro, às 20hs, no Teatro Cesgranrio. 

12 de dezembro de 2018

Coalizão Bolsonaro

Diferente do prometido durante a campanha vitoriosa à Presidência da República, Jair Bolsonaro (PSL) e seu staff da equipe de Transição repetem o roteiro dos últimos governo

Coalizão Bolsonaro 

Diferente do prometido durante a campanha vitoriosa à Presidência da República, Jair Bolsonaro (PSL) e seu staff da equipe de Transição repetem o roteiro dos últimos governos e, à base do ‘toma lá, dá cá’, já projetam coalizão que contará com o apoio e votos de mais de 350 parlamentares da Câmara. Hoje, Bolsonaro recebe a turma do PP. O partido, ao qual o presidente eleito já foi filiado, perdeu a pasta da Saúde para o DEM e busca emplacar aliados em cargos de segundo e terceiro escalão nos ministérios e nos estados.  Na última semana, Bolsonaro tratou de cargos e temas afins com o PR, legenda do ex-deputado Valdemar Costa Neto, condenado no processo do mensalão do PT. 

Previdência 

O tamanho da base aliada que está sendo costurada pessoalmente por Bolsonaro e o futuro ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, irá definir a estratégia do novo Governo para tentar aprovar a reforma da Previdência. 

Previdência 2 

A equipe econômica da Transição se divide entre manter o texto do governo de Michel Temer, que já está pronto para votação no plenário da Câmara, ou fatiar a reforma. 

Que alívio

Nilson Leitão, o único federal do PSDB que aparece com pompas e abertamente na Transição, tem história curiosa. Detido pela Polícia Federal na Operação da Gautama, há 11 anos, então prefeito de Sinop (MT), conseguiu provar inocência e é, hoje, um dos poucos que tiveram indenização da União, na Justiça, pelo episódio.

Memória

Apesar do convívio com os envolvidos, não havia provas contra ele no esquema. Leitão, conta a próximos, teve taquicardia e foi detido na frente dos filhos pequenos.

Receita

O enfrentamento da crise fiscal e a intensificação do combate à corrupção e à sonegação, como têm defendido futuros ministros, apontam que a Receita Federal terá papel relevante no governo de Jair Bolsonaro (PSL). A expectativa é do presidente do Sindicato dos Auditores Fiscais da Receita Federal (Sindifisco), Claudio Damasceno.

Lava Jato 

Damasceno diz que, além de ser responsável por 97% da arrecadação federal, a Receita teve papel relevante nas diversas operações de combate à corrupção: “Um exemplo é a Lava Jato”. 

Doleiro 

O ex-presidente do Paraguai, Horacio Cartes, terá que se explicar ao Congresso sobre suposta conexão com doleiro brasileiro Darío Messer. O depoimento está marcado para sexta-feira, 14. 

Lavagem 

Comissão do Congresso paraguaio convocou Cartes depois que seu nome foi citado pela ex-funcionária da Secretaria de Prevenção de Lavagem de Dinheiro e Bens (Seprelad), Raquel Cuevas. O doleiro Messer está foragido. 

Cartéis 

Horas depois de a Polícia Federal fazer buscar em endereços do senador Aécio Neves (PSDB-MG), a Comissão de Assuntos Econômicos do Senado aprovou projeto do tucano que dobra a indenização paga por empresas ou grupos econômicos que praticarem infração à ordem econômica, como o cartel. 

Repressão 

No texto apresentado em 2016 (PLS 283), o tucano sublinha que “o projeto de lei, portanto, aprimorará a repressão e dissuasão das infrações à ordem econômica”. A proposta segue para análise da Câmara dos Deputados. 

Administração 

A contribuição de Belmiro Siqueira à Administração no Brasil ganhou forma de livro e filme. Biografia e documentário do patrono da profissão serão lançados pelo Conselho Federal de Administração, nessa quarta-feira, 12, em Brasília. 

Conselhos 

Belmiro Siqueira prestou dezenove concursos públicos e foi aprovado em primeiro lugar em todos. Foi professor em 25 faculdades, autor de vários trabalhos sobre administração e colunista em jornais. Participou da criação dos Conselhos Regionais em todas as capitais do País. 

ESPLANADEIRA

O diretor social do Iate Clube do Rio de Janeiro, Alexandre Barroso, inaugurou novo espaço para shows, na pérgula da piscina, com a apresentação da cantora Hanna em homenagem aos 60 anos da Bossa Nova.

10 de dezembro de 2018

O Senado – parte 2

O PSDB e o senador Tasso Jereissati (CE) avaliam que são cada vez maiores as chances de o tucano vencer a eventual disputa com Renan Calheiros (MDB-AL) pela presidência do Senado em 2019

O PSDB e o senador Tasso Jereissati (CE) avaliam que são cada vez maiores as chances de o tucano vencer a eventual disputa com Renan Calheiros (MDB-AL) pela presidência do Senado em 2019. Caciques da legenda projetam que Tasso poderá ter o apoio fechado da base do Governo de Jair Bolsonaro (PSL), que terá 23 senadores – o Planalto deve entrar oficialmente na disputa em Janeiro, quando indicará o seu escolhido para apoiar. Para os tucanos, aliados do Palácio e os senadores indecisos, nestes tempos de ‘bolsonarismo’ em alta, o bom senso indica aos senadores não peitar, de início, o presidente eleito. Renan, no entanto, é coringa veterano. Tem suas cartas.

Dissidentes 

Os tucanos também miram dissidentes do MDB, que não querem Renan de volta ao comando do Senado, e até parlamentares da oposição. 

Em tempo

A votação para a presidência do Senado permanece secreta. Pelos corredores da Casa Alta, no entanto, Tasso Jereissati se esquiva de perguntas sobre a disputa. 

Missão (im)possível

Ninguém queria ser o Secretário de Fazenda do Estado do Rio de Janeiro. Foram consultados dezenas. A missão é de Luiz Cláudio Carvalho.

Pajelança

Taxado por movimentos sociais e indígenas como “golpista”, o procurador gaúcho Rodinei Candeia é um dos nomes cotados para assumir o comando da Fundação Nacional do Índio (Funai). Candeia circulou nos últimos dias pelos gabinetes do Governo de Transição ao lado do presidente da União Democrática Ruralista, Nabhan Garcia, um dos principais conselheiros de Jair Bolsonaro (PSL).

Memória

Entre as credenciais de Candeia, está sua atuação junto à CPI da Funai, em 2017, que pediu o indiciamento de indígenas, servidores da Funai e do Incra. 

Museus 

Deputados e senadores da oposição finalizam parecer para tentar derrubar a criação da Agência Brasileira de Museus (Abram) prevista na Medida Provisória 850/18 enviada pelo presidente Michel Temer ao Congresso em setembro. 

Lobby do Ibram

O texto que será apresentado pela relatora senadora Lídice da Mata (PSB-BA) na comissão especial mantém o instituto em funcionamento e substitui a criação da Abram por um fundo de amparo a museus, a exemplo do que existe em universidades. “Não consigo fazer um relatório pela extinção do Ibram. Cabe ao Governo juntar seus parlamentares para negociar e defender seus interesses”, afirma a senadora. 

Guerra silenciosa

Dois sem-terra foram executados por homens com capuz, no sábado à noite, dentro do acampamento Dom José Pires em Alhandra, no interior da Paraíba. 

Pela Abin 

A sessão em homenagem aos 80 anos do Gabinete de Segurança Institucional no Senado se transformou em ato de cobrança de aprovação de projetos paralisados. Uma das propostas (PL 3578), da deputada Jô Moraes (PCdoB-MG), parada há três anos, regulamenta a Atividade de Inteligência, e a PEC 67, apresentada em 2012 pelo senador Fernando Collor (PTC-AL), incorpora na Constituição a Atividade de Inteligência. 

Ecos

Ao lado do diretor-geral da Abin, Janér Hosken Alvarenga, o ministro-chefe do GSI, General Sérgio Etchegoyen, defendeu a aprovação das duas matérias para superar “lacunas”e dar melhores condições à inteligência de Estado de cumprir o seu papel: “o de dotar o tomador de decisão do melhor assessoramento estratégico possível”. 

O escolhido

‘Cria’ de Eduardo Campos, falecido em 2014, o prefeito do Recife, Geraldo Julio, desdenha do herdeiro do clã, João Campos, eleito deputado federal. Julio está dando vitrine ao secretário de Turismo da cidade, o federal eleito pelo PSB, Felipe Carreras, já apontado como cotado para disputar a Prefeitura.

Estrategistas 

O ‘1º Seminário Camp: Estratégia, Comunicação e Democracia’ vai reunir quarta e quinta-feira marqueteiros políticos e representantes dos Três Poderes no Kubitschek Plaza Hotel, em Brasília. Eleições, fake news, estratégias de campanhas são os principais temas no evento promovido pelo Clube Associativo dos Profissionais de Marketing Político. ( www.campbrasil.com.br ).

ESPLANADEIRA

Carlos Alberto Serpa promoveu o lançamento da exposição Boulevard Natalino, no Espaço Cultural, e o espetáculo Natal in Concert , no Teatro Cesgranrio. A SetaDigital, de Tecnologia da Informação no varejo calçadista, recebeu na sede em Cascavel, sábado, 72 jovens empresários da Federação das Associações Comerciais e Empresariais do Paraná.

04 de dezembro de 2018

Centrão, o bloqueio

O futuro Governo de Jair Bolsonaro (PSL) não tem votos na Câmara Federal para aprovar a Reforma da Previdência, o foco da gestão de Paulo Guedes, o ministro da Economia

Centrão, o bloqueio

O futuro Governo de Jair Bolsonaro (PSL) não tem votos na Câmara Federal para aprovar a Reforma da Previdência, o foco da gestão de Paulo Guedes, o ministro da Economia. PP, PR, PRB e Solidariedade estão praticamente fora da Esplanada – somente o DEM, deste bloco, foi afagado com ministérios. O PSDB não pediu nem terá cargos, e o MDB não entrou para valer – as duas legendas serão neutras no Congresso. A oposição (PT, PSOL, PCdoB e outros) vota contra o Governo seja o que for. Quem está fora do Governo que quer evitar o “toma-lá-dá-cá” de cargos aposta que o presidente eleito terá de renegociar ministérios para obter 308 votos para aprovar qualquer Proposta de Emenda à Constituição na Casa.

Em suma..

..O que os caciques da velha política indicam é que o presidente não vai reinventar a roda com o discurso de que não haverá votos por ministérios. Uma pena. 

Missão Onyx

Conhecedor do lamaçal da Câmara, Bolsonaro não espera exemplo republicano dos partidos para salvar as contas do Governo. Sabe que terá de ceder em algo. 

O retorno

O General Fernando Azevedo e Silva, futuro ministro, e General Heleno, do futuro GSI, trabalharam na gestão do presidente Fernando Collor no Palácio. 

Na Justiça

O Patriota ajuizou ADI 5920 no Supremo Tribunal Federal questionando a regra de que  só podem ser eleitos deputados que alcançarem 10% por cento do quociente eleitoral. Se a tese for vitoriosa,  o PSL de Bolsonaro em São Paulo será beneficiado com mais sete deputados federais, ultrapassando o PT. Perderiam o mandato, dentre outros, Paulinho da Força Sindical (SDD) e Orlando Silva (PCdoB).

Radiografia

Sondagem nacional da Paraná Pesquisas revela que 70,8% dos entrevistados apoiam a saída dos médicos cubanos do Brasil, contra 24,8% que desaprovam – e 4,3% não opinaram. Foram ouvidas 2.138 pessoas em 172 municípios. 

Reajuste mantido

O Governo de Bolsonaro (PSL) não deverá contar em 2019 com os R$ 4,7 bilhões que seriam economizados com o adiamento do reajuste dos servidores públicos federais. Isso porque a Medida Provisória 849/18, que adiaria o aumento dos salários para 2020, se arrasta no Congresso Nacional e perderá a validade este mês.

Atrasadão

A comissão mista que irá analisar o texto aguarda, há quase um mês, a indicação do relator. A MP também é alvo de quatro ações diretas de inconstitucionalidade apresentadas por entidades de servidores.  O Governo Temer tentou adiar o reajuste em 2017, mas outra MP (805) com mesmo teor foi suspensa, por meio de liminar, pelo ministro do STF Ricardo Lewandowski.

MERCADO

Êpa, êpa!

O Senado volta a debater hoje um polêmico projeto que pune empresas com dívidas tributárias com o fechamento – e não sou poucas no Brasil. A Comissão de Transparência, Governança, Fiscalização e Controle e Defesa do Consumidor (ufa!) do Senado faz audiência pública sobre o PLS 284/17 de autoria da senadora Ana Amélia (PP-RS). O relator é o senador Ricardo Ferraço (PSDB-ES).

Telhado de vidro

Quem marca presença é o presidente da Plural, Leonardo Gadotti, associação que reúne as três maiores distribuidoras de combustíveis do País. Quem defendeu no  Senado a legalidade do projeto foi o advogado da Plural, Hamilton Dias de Souza. Há dias, ele foi  denunciado na Operação Zelotes justamente por participação nos esquemas que visavam livrar das garras do CARF as empresas com dívidas tributárias.

Sobe o acesso

A farmacêutica suíça Novartis subiu para o segundo lugar no Índice de Acesso a Medicamentos de 2018 em reconhecimento aos esforços para melhorar a saúde no mundo e combater a hanseníase em 49 países, inclusive no Brasil, onde a Carreta Novartis da Saúde já beneficiou mais de 66 mil pessoas em diversos estados. 

Sustentabilidade

A Souza Cruz lança projeto pioneiro de energia fotovoltaica, novidade no setor de tabaco. A iniciativa piloto, parceria da empresa com o Governo de Santa Catarina e a WEG, busca minimizar custos de energia de propriedades rurais e reduzir impactos no meio ambiente.

27 de novembro de 2018

E o social?

Políticos ligados a movimentos sociais e entidades afins se mostram receosos com os rumos que a equipe de transição do presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL), está pavimentado para o Governo

E o social?

Políticos ligados a movimentos sociais e entidades afins se mostram receosos com os rumos que a equipe de transição do presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL), está pavimentado para o Governo. Ele investe na montagem de uma super-equipe econômica e na Justiça, mas não anunciou nada até agora na área social. Há quem aposte que, se ficar o gargalo e o futuro Governo tratar com desdém as classes mais baixas – governando para ricos e a classe média – haverá brecha para fortalecer a oposição (é da democracia!) e abrir um caminho para um opositor popular, vindo do PT, PDT ou PSB.

Oi, tô aqui!

Até ontem o senador Magno Malta, aliado de primeira hora, não fora avisado se será ministro da área social, e sequer se haverá pasta para isso. Temáticas não faltam.

Polêmica

Há na equipe de Bolsonaro quem defenda privatizar o Serpro, que presta serviço de banco de dados para a Receita Federal. A futura empresa privada que eventualmente comprar o Serpro terá acesso aos dados dos brasileiros contribuintes e das empresas?

Recado

O ministro do Esporte, Leandro Cruz, mandou recado indireto ao futuro Governo de Bolsonaro, durante inauguração de Centros de Iniciação ao Esporte no domingo, em Curitiba, ao lado do prefeito Rafael Greca. Sem citar o presidente eleito, defendeu ideias que vão contra as teses de liberalismo econômico radical e Estado mínimo. 

Investimento social

“Muito se fala hoje em Estado mínimo. Eu sou dos que remam contra essa maré. Sou dos que defendem o Estado máximo, na cultura, na educação e no esporte. Sou dos que acreditam que as políticas públicas sociais são a mais importante ferramenta de construção de um futuro melhor para a nossa juventude e o País”, emendou o ministro.

Olha o decoro!

A briga está feia num grupo de Whatsapp de advogados de Brasília, envolvendo a disputa para a presidência da seccional da OAB-DF. O presidente Juliano Costa Couto foi criticado por apoiadores da oposição, ligados a Delinho. As indiretas entre advogados de conhecidas bancas são bem diferentes das eloqüências em tribunais. 

Perdendo campo

Chapas apoiadas pelo PT perderam nas seccionais da OAB no Piauí e no Paraná. Em Brasília, a do advogado Délio faz campanha até pagando pizza. Promete rodada hoje à noite em Taguatinga, com a presença ilustre do criminalista Antonio Carlos de Almeida Castro, o Kakay. Tem até anúncio enviado para celulares.

MERCADO

Futebol voa 

A paranaense Sideral Linhas Aéreas adquiriu um Boeing com configuração executiva, de apenas 52 poltronas, para voos charter. O primeiro cliente foi o time do Internacional, que voou de Porto Alegre a Fortaleza para disputar o Brasileirão. O Atlético Paranaense também já contratou e voará para a Colômbia.

Três quedas

Triste cenário para a ‘Ferrari’ do ar. Caiu no Brasil em menos de seis meses o terceiro modelo de helicóptero Agusta, de fabricação italiana. O representante já está no Brasil há mais de mês para acompanhar no Cenipa as investigações de outros dois acidentes quando foi informado das seis mortes da queda de Campos de Jordão (SP) no sábado.

Mistério

Mistério na queda do jatinho Citation de Adolfo Geo, no qual morreram ele, a esposa e os pilotos ontem em Minas. O avião era novo e o piloto muito experiente e metódico. Variadas são as teses sobre uma possível arremetida com choque na pista da fazenda.

Sorte da Caixa

A Caixa apostou e está ganhando alto com o Dia de Sorte. Em seis meses de comercialização, arrecadou R$ 376,1 milhões e pagou R$ 124,7 milhões em prêmios. 

CULTURA

Centenários

Nelson Gonçalves, denominado de o rei do rádio,  Linda Batista, considerada uma das  rainhas, e o cantor Blecaute  (apelidado de o General da Banda) serão os grandes   homenageados pela Banda de Ipanema, no Rio, no Carnaval de 2019.

ESPLANADEIRA

. A conhecida coach Valéria Ruiz promove em Goiânia dias 11, 12 e 19 de dezembro o curso “Empreendedorismo Feminino”, com 24 horas de duração, e chancela da Fecomércio e Senac. (62) 3219-5165. 

24 de novembro de 2018

Café frio

Os governos de transições já estão mandando nos Estados em que a oposição venceu e no Governo federal.

Café frio

Os governos de transições já estão mandando nos Estados em que a oposição venceu e no Governo federal. No Rio, São Paulo, Minas Gerais, em especial, secretários de Estado das atuais gestões se revezam nos gabinetes de transição fora dos palácios, sem conforto às vezes em fila de espera, para conversar com Wilson Witzel, João Doria e Romeu Zema, respectivamente. As gestões estão praticamente paralisadas. Em Brasília, o Palácio do Planalto transformou-se num silêncio da solidão de quem por ali passa, como Eliseu Padilha, que já perdeu o poder com o futuro chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, mandando no atual e futuro Congresso Nacional.


Na moita

É questão de tempo. Essa fase da Lava Jato ontem em vários Estados sobre superfaturamente da sede da Petrobras na Bahia cerca para valer José Sérgio Gabrielli.


Nova regra

A frota de jatos da FAB que transporta autoridades ficará mais para transporte de órgãos a partir de 2019. A ordem no Governo Bolsonaro é avião de carreira para ministros.


Desespero Air

Veja o desespero do grupo de Valdemar da Costa Neto, o ‘dono’ do PR, que manda desde o Governo Lula no Ministério dos Transportes e na Infraero. Como Valdemar levou um ‘fora’ de Bolsonaro numa reunião em que sugeriu aliança, e vai perder toda a bocada de cargos – com pastas com orçamentos bilionários – sua trupe começou a se aproximar, devagar, de militares. 


Sem chances

‘Transportes’ vai integrar o super Ministério da Infraestrutura – que também deve abranger a Infraero – e vai ficar na mão de sérios militares que sabem fazer obras e tocar uma gestão sem apadrinhamentos políticos. Assim espera Bolsonaro. Mas o presidente da Infraero, Antonio Claret, apadrinhado de Valdemar, começou a taxiar perto de militares na esperança de ficar no futuro Governo.


Regalias 

As mordomias das pastas também vão acabar. Claret, por exemplo, mora em Belo Horizonte e faz ponte aérea com Brasília. Tem carro com motorista, secretárias, hospedagem em hotel de luxo e tudo o mais que o atual cargo pode oferecer.


Nome do PCdoB

Reeleito para o Governo do Maranhão e indicado pelo PCdoB para ser o candidato do à presidência em 2022, Flávio Dino (que renunciou ao cargo de juiz há anos, quando concorreu, pela primeira vez, a deputado federal), passará o sábado no Rio de Janeiro. 


Em campanha

Dino quer pavimentar sua candidatura ao Planalto desde já e deve rodar o País. Ontem, tinha programada palestra, aberta ao público,  organizada por estudantes e professores, numa livraria no Centro do Rio. O tema? “O que fazer com o Governo Bolsonaro”. 


Boas vinda$

O Governo federal quer dar um alívio para os imigrantes endinheirados – sejam da Venezuela, a massa atual, ou de outros países. Quem investir em imóvel no Brasil terá autorização para residência permanente. É a Resolução nº 36 do Ministério do Trabalho.


Perfil latino

Fato é que, nessa onda de debandada venezuelana, os milionários estão indo para o Caribe e Miami; os ricos vêm para Brasil – onde compram imóveis em Manaus, Rio e cidades do Sul – ou para Argentina e Chile. E os pobres ficam em Pacaraima..


Esplanada cultural 

A ex primeira-dama da França, Carla Bruni, gravou, há dois dias, em Paris, a convite do produtor Celso Fonseca, uma participação especial no CD ‘Mart'nália Canta Vinicius de Moraes’, que a cantora filha de Martinho da Vila lançará brevemente. A música escolhida pela intérprete e ex-modelo  francesa foi  Insensatez.


ESPLANADEIRA

. Claudio Castro, diretor executivo da Sérgio Castro Imóveis, comprou participação majoritária no Portal online  Diário do Rio.

___________________________________________________________

22 de novembro de 2018

Ajuda de custo

Em meio à previsão de déficits nas contas do País de R$ 148 bilhões este ano e R$ 139 bilhões em 2019, a Câmara e o Senado Federal vão desembolsar mais de R$ 38 milhões com a chamada “ajuda de custo”

Ajuda de custo 

Em meio à previsão de déficits nas contas do País de R$ 148 bilhões este ano e R$ 139 bilhões em 2019, a Câmara e o Senado Federal vão desembolsar mais de R$ 38 milhões com a chamada “ajuda de custo” aos atuais e novos parlamentares eleitos para as duas Casas. O valor da ajuda é correspondente ao salário mensal de deputados e senadores, que desde 1º de fevereiro de 2015, é de R$ 33.763,00. De acordo com a assessoria da Câmara, a verba “é destinada a compensar as despesas com mudança e transporte do parlamentar no início e no fim do mandato”.

Nosso bolso

Informa ainda que a Casa “está reavaliando os critérios de concessão deste benefício, a fim de torná-los mais claros e restritivos”. O Senado informa que o Tesouro banca.

Mais do mesmo

O benefício foi criado em 2013, quando o Congresso derrubou os 14º e 15º salários. Com isso, os parlamentares passaram a ter direito apenas à ajuda de custo.

Guerra eleitoral

Presidente do Patriota do DF, Paulo Fernando Melo protocolou ação de investigação judicial eleitoral contra o eleito federal Luís Miranda (DEM-DF), o youtuber dos EUA, por abuso do poder econômico e uso indevido das redes sociais. 

Parceria..

A relação de confiança entre o futuro ministro da Justiça, Sérgio Moro, e o delegado Maurício Valeixo, futuro diretor-geral da Polícia Federal, se consolidou após a prisão do ex-presidente Lula. Por orientação de Moro, Valeixo restringiu o acesso de pessoas à cela do petista e seguiu rigorosamente a ordem do então juiz ao vetar o uso de telefone celular por policiais para evitar o vazamento de imagens do ex-presidente.

.. e fidelidade

Em outro gesto de lealdade a Moro, Valeixo peitou o desembargador Rogério Favreto, plantonista do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4), que tentou soltar o ex-presidente em julho. 

Lobby na RFB

O atual secretário da Receita Federal, Jorge Rachid, tem tido apoio de parlamentares, entidades e integrantes do Governo para permanecer no cargo. O economista Mansueto Almeida, que permanecerá à frente do Tesouro Nacional no Governo de Jair Bolsonaro (PSL), engrossou o coro de elogios a Rachid. 

Efeito do Poder

Dividido, o PSL, partido do presidente Bolsonaro, reuniu em Brasília os deputados eleitos para traçar a atuação da segunda maior bancada na Câmara Federal. Já são públicas as queixas de ala majoritária da legenda em relação à postura “centralizadora” do futuro ministro da Casa Civil, Onix Lorenzoni (DEM-RS), e às confirmações de nomes vinculados ao DEM no governo Bolsonaro. 

Opção 

Novos parlamentares da legenda insistem na tese de candidatura própria à presidência da Câmara, apesar da costura de Rodrigo Maia (DEM-RJ) pelo apoio do PSL – diretamente com Bolsonaro – para se reeleger.

Mulheres unidas

Ativistas feministas mobilizadas pela Rede Sororidade, que atua em sete Estados do País, se reúnem hoje em frente à Procuradoria Geral da República, para entregar documento e pedir que o MP Federal cobre os Governos a implantação de delegacias de atendimento à mulher 24 horas.

Astral do presidente

A depender o mapa astral do presidente eleito Bolsonaro, seu 2019 será pauleira. Maria Eugênia Castro, presidente da Sociedade de Astrologia do Rio de Janeiro, diz que ele terá um ano “nada fácil em 2019, com muitas críticas, cobranças e oposição forte”. Maria Eugênia vai capitanear um grupo de astrólogos na próxima terça para analisar o mapa astral de Bolsonaro.

Segue o baile

Um breve perfil da movimentada noite da terça no B Hotel em Brasília. Ex-diretor da PF, Leandro Daiello confraternizava aos risos com dois amigos; Martinho da Vila reunia seu séquito em jantar; Ana Paula Ernesto, diretora do hotel, recebeu a princesa e artista plástica Lelli de Orleans e Bragança, e o jornalista Marcelo Chaves. Atrás deles, em mesa concentrada, o senador Izalci Lucas (PSDB) articulava com equipe.

ESPLANADEIRA

. Com o apoio de Carlos Alberto Serpa e Leandro Bellini, Zezé Motta, Jonatas Faro e Cláudia Ohana participam hoje da Festa Literária da Serra Imperial, em Petrópolis    .    Após vender 40% de unidades no Méier, a Tegra, do Rio, vai lançar condomínio em Botafogo com dicas de moradores.

___________________________________________________________

21 de novembro de 2018

Sempre junto

O MDB está ‘fechado’ com o futuro Governo de Jair Bolsonaro (PSL), sem a contrariedade do presidente eleito. É um pacto sigiloso de não agressão, neutralidade e – por ora, claro – sem ministérios envolvidos

Sempre junto

O MDB está ‘fechado’ com o futuro Governo de Jair Bolsonaro (PSL), sem a contrariedade do presidente eleito. É um pacto sigiloso de não agressão, neutralidade e – por ora, claro – sem ministérios envolvidos. Bolsonaro sabe que precisa da bancada do MDB no Congresso para sua governabilidade. Os caciques não pediram, mas é provável que mantenham cargos importantes no setor elétrico. O acordo envolve apoio da bancada a projetos de Bolsonaro que se identifiquem com a pauta emedebista. A senha para o apoio será a liberação da bancada para votações polêmicas, sem fechar questão.

Amigo, nem tanto

O presidente Michel Temer e o sucessor se falam muito bem, discretamente. E vai bem a parceria na transição. Mas nada de cargo ou embaixada para Temer em 2019.

Sem terremotos

O mercado reparou o silêncio ensurdecedor e republicado do futuro presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto. Isso é elogiado pelo staff de Bolsonaro.

Luz em mim

Já alguns pavões anunciados como ministros ou em cargos importantes são monitorados pelo presidente eleito quando vão à TV e dão entrevista a jornais. Está ‘pegando’ mal.

Tamanho do posto

Uma raposa política notou as sucessivas e diárias citações de Bolsonaro a Paulo Guedes e a carta branca que dá ao seu ‘Posto Ipiranga’ em anúncios para a equipe econômica vindoura. Bolsonaro, publicamente, vai lavando as mãos. Não assumir responsabilidade conjunta é ruim, analisam, à boca pequena – mas torcem para dar certo. 

Faísca 

O veterano – e outros tantos na praça – temem o alto risco de explosão do posto e do combustível no galão ministerial em caso de insucesso. Não salvará o País uma simples frase de Jair: “Foi o Guedes”. Mas o time de estrelas promete sucesso. Tanto que ninguém – a Febraban, a CNI, investidores – reclamou até agora. 

Lavagem

Tem muito empresário no eixo Rio-São Paulo começando a rezar o terço de joelhos com a entrada da delegada Érika Marena no MJ de Sérgio Moro. Vem operação a rodo. O primeiro sinal desse receio serão voos lotados, a partir desta semana, para o Caribe.

Mandetta

O deputado Luiz Mandetta (DEM-MS) no Ministério da Saúde é trato de Bolsonaro com o chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni. Tudo vai se acertando na transição: Onyx prometeu apoio de ampla bancada suprapartidária na campanha. E Jair tem palavra.  A conferir se o ministro acerta no trabalho.

Eco

Mandetta foi um dos parlamentares mais atuantes na Câmara contra a criação e renovação do Mais Médicos. Médico, ele usou a tribuna, reuniões de comissões e emendas para contestar o programa criado por Dilma Rousseff. Em emenda à Medida Provisória (n° 723) que renovou o programa em 2016, Mandetta propôs que os valores repassados ao Mais Médicos fossem pagos integralmente aos seus participantes.

Samba e política

O livro ‘Noca da Portela de todos os sambas’ será lançado dia 12 de dezembro, quando o grande sambista completa 86 anos, pela coleção de perfis da UERJ. Autor de ‘A hora da virada’, Hino das Diretas Já, o músico faz, em sua biografia, homenagem a Ulysses Guimarães, que o convidou para participar da campanha pela redemocratização.

MERCADO

Pisou.. 

Alvo de uma tentativa de desapropriação pelo governo de Sérgio Cabral em 2012, a Refit, antiga Refinaria de Manguinhos, é citada agora como um dos pontos de interesse do ex-Procurador Geral de Justiça do Estado Claudio Lopes, preso na semana passada.

..no óleo 

A revelação de que o então Procurador-Geral buscava informações de processos que pudessem ser usados contra a empresa leva a crer que os esforços do ex-Governador para prejudicar a refinaria eram bem mais amplos do que foi divulgado até agora.

ESPLANADEIRA

. Alexandre Machafer e Hugo Carvalho  receberam pelo Centro Cultural Cesgranrio as premiações do Rio Web Festival pelos seriados Bem Aventurados e Anos Radicais   

.    Serão conhecidos amanhã os vencedores do  2º Prêmio Policiais Federais de Jornalismo, promovido pela Fenapef. Foram 107 trabalhos de 54 profissionais. Dos 64 validados, 15 são finalistas. 

20 de novembro de 2018

A cota do PRTB

Partido do general Hamilton Mourão, o nanico PRTB quer ser gigante no Governo de Jair Bolsonaro (PSL) e não se contenta apenas com o cargo do vice-presidente.

A cota do PRTB

Partido do general Hamilton Mourão, o nanico PRTB quer ser gigante no Governo de Jair Bolsonaro (PSL) e não se contenta apenas com o cargo do vice-presidente. Na Esplanada, anseia por um ministério que trate de infraestrutura. Por ora, nada concreto, mas o clima está tenso nos corredores dos gabinetes da transição entre os representantes do partido e o futuro chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni (DEM-RS), a quem cabe a divisão do bolo que se promete técnico na gestão. 

Vai dar cana

Quinze anos se passaram do cruel assassinato de três fiscais do Trabalho e motorista em Unaí (MG) e a 4ª Turma do TRF 1 ainda julga recursos dos quatro mandantes.

Cinquentona

A Receita Federal chega hoje aos 50 anos com avanços, feitos e defeitos. A despeito da arrecadação bilionária que ajuda nos cofres do Governo, é capaz, vez ou outra, de deixar seu serviço telefônico (146) desligado ou ineficiente. Aos 50, o órgão ainda tem o peso de fazer do Brasil um país altamente burocrático na questão de (altos) impostos.

É do Brasil

O Brasil é um dos países do mundo onde os empresários perdem mais tempo e dinheiro para cumprir as obrigações tributárias. São quase duas mil horas por ano e R$ 60 bilhões em desperdício, segundo dados do Doing Business do Banco Mundial. 

Cosa nostra

Um gargalo que a Receita deve remediar é o desdém – ou falta de pessoal, em especial – em relação a atividades ilegais e lavagem de dinheiro; e a ‘cegueira’ em operações de mais de 6 mil pessoas blindadas de fiscalização dos auditores, as chamadas PPE’s – Pessoas Politicamente Expostas. É coisa nossa, vergonhosa.

Marisa, por Lula

Enquanto tenta traçar nova defesa, ao lado dos advogados, no processo sobre o sítio de Atibaia, o ex-presidente Lula da Silva se debruça sobre um escrito muito pessoal. Antes de seu depoimento, em Curitiba, disse a amigos que vai escrever um depoimento sobre dona Marisa Leticia, a falecida esposa.

Bastidores do lar

O material irá para o livro sobre a ex -primeira dama, que o jornalista  Camilo Vannuchi conclui. O biógrafo entrevistou funcionários do Instituto Lula, entre eles o chefe da segurança do ex -presidente, Moraes, que conviveu próximo da família e presenciou bastidores da relação do casal. 

Da arquibancada..

"O esporte já era o patinho feio do Governo federal  e agora será o patinho horroroso" -reclama  o ex-craque Afonsinho, ao lamentar a inexistência de um plano para o atual ministério, que será secretaria na futura administração do presidente Bolsonaro.

.. e em campo

Afonsinho, Paulo César Caju e Nei Correia, protagonistas do documentário de Lúcio Branco, “Barba, Cabelo e Bigode”, lançaram ontem o livro sobre o filme, na Festa Literária de Paquetá (RJ).

Sempre ele

Eduardo Suplicy cantou a o clássico ‘Sodade’, de Cesária Évora, ao fim de um congresso de língua portuguesa em Cabo Verde no sábado. Para desespero da plateia. Mas se salvou, muito aplaudido, ao recitar versos de Fernando Pessoa. 

Imortais

A direção da ABL marcou para o dia 14 de abril a data da posse do cineasta e novo imortal eleito Cacá Diegues, que ocupará a vaga de Nelson Pereira dos Santos. 

Imortais 2

A eleição para a escolha do futuro ocupante da cadeira que pertenceu ao sociólogo Hélio Jaguaribe será dia 14 de março. O mais cotado é Inácio de Loyola Brandão.

ESPLANADEIRA

. O Sindicato Nacional dos Procuradores da Fazenda Nacional realizará o seu XVIII Encontro de 22 a 25 de novembro no Grand Palladium Imbassaí Resort & Spa (BA)   

.    O atual presidente do BNDES, Dyogo Oliveira, faz palestra para empresários na Associação Comercial do Rio na quinta.

19 de novembro de 2018

Médicos investidores

O tiro que o presidente eleito Jair Bolsonaro deu em Cuba, que fez a ditadura recuar no ‘Mais Médicos’, será tão prejudicial para o governo caribenho quanto para o Brasil

O tiro que o presidente eleito Jair Bolsonaro deu em Cuba, que fez a ditadura recuar no ‘Mais Médicos’, será tão prejudicial para o governo caribenho – que perderá muito dinheiro – quanto para o Brasil, onde mais de mil cidades ficarão sem médico. Mas uma prova de que o Ministério da Justiça poderá receber milhares de pedidos de asilo é um caso no litoral da Bahia. O médico cubano R., 36 anos, descobriu os prazeres do capitalismo. Nos últimos anos, enquanto clinicava, passou a investir. Comprou uma caixa de som, e alugou para festas. Adquiriu um casal de coelhos e os fez reproduzir no quintal; hoje vende dezenas deles para açougues especializados e residências. Há um mês, abriu um bar que virou point na comunidade. Não quer voltar. A Coluna tem quatro testemunhas, e vai preservar a identidade do profissional. 

Lá e cá

Casos como o de R. se espalham Brasil adentro. São médicos que fincaram raízes, ou já têm filhos brasileiros, e não sentem saudade alguma do aperto financeiro em Cuba.

Famílias divididas

O Governo de Michel Temer já tem informações de que muitos cubanos que regressaram para o país de origem foram por saudade da família. 

Transição

Há uma semana comissionados do 2º escalão esvaziam  gavetas e desocupam salas do Palácio. Ordem do presidente Temer, que quer transparência cem por cento.

Viagem misteriosa

O cotado de Bolsonaro para o comando da Polícia Federal, delegado Maurício Valeixo, foi o que desembarcou em Curitiba em dezembro de 2015, num jato da FAB, com o então diretor-geral Leandro Daiello e o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, para reunião secreta com o comando local da Lava Jato. A Época registrou à ocasião.

Lei Onix

Proposto pelo senador Roberto Requião (MDB-PR) como provocação aos futuros ministros de Bolsonaro – Onix Lorenzoni e Sérgio Moro – o projeto que cria a chamada “Lei Onix” já avançou no Senado. A CCJ designou como relator da matéria o senador Wilder Morais (DEM-GO). O texto de Requião estabelece que arrependimento e confissão serão requisitos para o perdão judicial. 

Isenção voa!

Não bastassem as caras passagens aéreas, as companhias não pagam imposto sobre a bagagem extra cobrada no checkin. Um presentão da ANAC. 

Lá fora

Jornal francês Le Monde chama de “personalidade desconhecida” o embaixador Ernesto Fraga Araújo em reportagem que detalha a confirmação do diplomata como ministro das Relações Exteriores do Governo Bolsonaro. O diário cita posições polêmicas do embaixador, como ter chamado o PT de “Partido Terrorista”.

É do povo!

A AGLO recebe nos dias 23 e 24 novembro, na quadra de areia do Parque Olímpico na Barra, no Rio, a final da Copa do Brasil de Beach Soccer. Os Estados do RN, RJ, DF, BA, AL e MA estão na disputa pelo título.

Que boquinha

O deputado federal eleito Boca Aberta (PROS-PR) enfrenta perrengue na Justiça, alvo do próprio suplente, que questiona sua candidatura sob liminar. Valdir Rossoni quer barrar a diplomação de Boca porque ele respondia a processo de cassação como vereador de Londrina. 

Itaipu social

A gestão de Marcos Stamm na Itaipu Binacional prepara um pacote de dar inveja a prefeitos e governadores. Vai investir US$ 250 milhões – perto de R$ 1 bilhão – no entorno do mega lago, nas chamadas ‘obras externas’.  Vem aí a segunda ponte Brasil-Paraguai, sobre o reservatório. 

Itaipu social 2

Itaipu investirá também alguns milhões em parceria com a Infraero em melhorias no Aeroporto de Foz do Iguaçu, construção de mercados públicos em cidades vizinhas, recuperação de parques e revitalização de prainhas na orla do lago.

ESPLANADEIRA

A dermatologista Liane Mazzarone e Sylvia Jane Crivella serão anfitriãs do coquetel, dia 11 de dezembro, no Palácio da Cidade,  em benefício das cirurgias reparadoras da Santa Casa de Misericórdia.

17 de novembro de 2018

Militares & Witzel

Foi mal recebida entre alguns militares de alta patente, que tocam a intervenção federal na Segurança do Rio de Janeiro, a notícia do governador eleito, Wilson Witzel, de extinguir a pasta a partir de Janeiro

Militares & Witzel

Foi mal recebida entre alguns militares de alta patente, que tocam a intervenção federal na Segurança do Rio de Janeiro, a notícia do governador eleito, Wilson Witzel, de extinguir a pasta a partir de Janeiro. Não haverá mais intervenção ano que vem, mas o fato causou estranheza num momento em que os militares têm protagonismo em ações de sucesso no Estado – e terão protagonismo no Governo federal. A assessoria do governador eleito informa que ele tem excelente relação com o Alto Comando, e que os militares terão assento no Conselho de Segurança que ele vai instituir. 

Patrulhas

A partir de Janeiro, o Estado do Rio terá secretários da Polícia Militar e Polícia Civil.

Falta o balde

E essa acusação contra assessores de Aécio e Perrella, hein? O que se diz em Brasília é que caixa de sabão com propina facilita a lavagem de dinheiro. 

Poder da rede

Em três meses, o presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) saltou de pouco mais de 1 milhão de citações no Google para atuais 64,7 milhões. Em todo o planeta. 

Turma de cima

Com os rumores de que o delegado federal Maurício Valeixo será o novo diretor-geral da PF, a turma que manda na chefia da corporação mantém seu status. Ele foi braço-direito por anos do ex-DG Leandro Daiello e circula bem pela cúpula da Polícia. Mas tem perfil de cargos burocráticos, longe da atividade de investigação. 

Histórico

Valeixo havia sido escanteado na gestão de Fernando Segóvia – primeiro chefe da PF quando Michel Temer tomou posse, mas que perdeu o cargo em meses. Valeixo voltou à cúpula da corporação com protagonismo comedido. Ficou na Lava Jato por menos de um ano. Também foi diretor de Inteligência e Diretor de Pessoal da PF.

Dois em um

Após a polêmica de Meio Ambiente virar um secretaria dentro do Ministério da Agricultura, ideia da qual o presidente eleito já recuou, agora essa: a reunião das pastas na transição é chefiada unicamente pela futura ministra da Agricultura , Tereza Cristina. 

Meio mesmo!

Pelo andar da transição , pode-se esperar um Ministério do Meio (de fato) Ambiente. Quem vai mandar na questão ambiental é a dona Tereza. A conferir. 

Camburão no grupo

A Polícia do Paraná está de olho numa onda de reuniões de grupos de pequenos investidores em Curitiba e Estado adentro. Em outras palavras, as ‘pirâmides’.

Cabô a boquinha

Governador eleito de Minas Gerais, Romeu Zema (Novo) chegou para inovar de fato. Contratou voluntários para a transição do Governo em seleção de currículos pela internet, para meio expediente ou horário integral. 

1 a 0

Bolsonaro deu um tiro de fuzil no coração da ditadura cubana. Além de questionar por que 70% do valor pago aos médicos ficam com o Governo, encurralou o sistema ao condicionar a vinda das famílias dos médicos. Seria debandada na certa!

ESPLANADEIRA

. Bayard Boiteux é um dos cinco indicados na categoria Academia para o Prêmio Nacional do Turismo, que será anunciado dia 5 de dezembro.

16 de novembro de 2018

DEM x PP

Parlamentares e caciques do PP estão enciumados com o tratamento “privilegiado” que o presidente Jair Bolsonaro (PSL) tem dedicado ao DEM

DEM x PP

Parlamentares e caciques do PP estão enciumados com o tratamento “privilegiado” que o presidente Jair Bolsonaro (PSL) tem dedicado ao DEM – legenda que irá ocupar a Casa Civil, com Onix Lorenzoni (RS), a Agricultura (Tereza Cristina) e negocia outras pastas, como a da Saúde. Interlocutores do partido, ao qual Bolsonaro foi filiado, lembraram ao presidente que a bancada do PP em 2019 será maior que a do DEM No Congresso. Mas Bolsonaro não tem dado a mínima para os reclames dos ‘pepistas’.

Fusão

O PRP será incorporado ao Patriota. Primeira baixa: A federal eleita Bia Kicis (DF) não deve continuar no PRP.

É hoje

O presidente eleito tem até hoje para entregar ao TSE a explicação para ‘22 inconsistências’ na prestação de contas da campanha eleitoral.

Bolsa sobe-desce

O vice-presidente eleito, General Mourão, deve policiar as palavras como quem policia seus atos. Falar em venda da BR Distribuidora pode provocar caso de polícia na CVM.

Ciclo

Escrivão da Polícia Federal há 20 anos, Marco Antonio Scandiuzzi lançou em São Paulo o livro “A Segurança Pública de Dentro pra Fora”. Com passagem como docente pela Academia Nacional de Polícia, Scandiuzzi reforça que o Brasil não pratica o Ciclo Completo de Polícia.

De quem sabe

 “Tecnicamente, no Ciclo Incompleto que temos no Brasil, a polícia que vai ao local do crime não pode investigar (PM) e a que investiga não vai ao local do crime (PCs e PF). Isso afasta os investigadores do principal local das provas para elucidações de crimes. Praticamos o contrário do que o mundo moderno pratica”, explica o autor.

Terra mãe

Para os portugueses, a eleição de Bolsonaro faz parte de uma onda internacional, a partir do desgaste generalizado dos políticos tradicionais. Áustria, Alemanha, Romênia, Brasil e EUA são parte desse movimento que tende a se consolidar na próxima década.

Dinheiro.. 

A abertura do Brasil e de muitos governos estaduais a investimentos internacionais deve ser a tônica já a partir do próximo ano. Alguns governadores mantêm contatos no exterior para resolver muitos dos problemas da economia dessas administrações.

..extra

O Ceará é um dos Estados que mais se mobiliza. O governador Camilo Santana (PT) já viajou a vários países – com foco na Áustria – para trazer investimentos para sua região. Obras de infraestrutura turística são a prioridade. 

OAB ferve

Depois da eleição presidencial e para o Congresso, agora é a vez da acirrada disputa nas secções regionais da OAB. No Norte os favoritos são Marco Aurélio Choi (AM), Erick Venâncio (AC), Elton Assis (RO). O Conselho Federal deve ficar sob o comando de Felipe Santa Cruz, do Rio de Janeiro. 

Diabetes

Dados recentes do International Diabetes Federation (IDF) apontam que existem hoje no mundo cerca de 425 milhões de diabetes. A estimativa é que, até 2045, haja um aumento para 629 milhões. O Brasil ocupa a 4ª posição entre os 10 países com maior número de indivíduos com diabetes. E você, já conferiu sua curva glicêmica?

ESPLANADEIRA

. O ex-embaixador Rubens Barbosa lança o livro "Um diplomata a serviço do Estado" no dia 20 de novembro, às 19h, no restaurante Carpe Diem (104 sul), em Brasília   

.    Na nota "Recuo", publicada dia 14, o correto é Deputada Professora Dorinha (DEM-TO) e não Doria. 

13 de novembro de 2018

Chamamento internacional

Os ambientalistas e a comunidade internacional devem se unir para uma contraofensiva pelo que se espera do perfil de agronegócio do Governo de Jair Bolsonaro no Ministério do Meio Ambiente

Chamamento internacional

Os ambientalistas e a comunidade internacional devem se unir para uma contraofensiva pelo que se espera do perfil de agronegócio do Governo de Jair Bolsonaro no Ministério do Meio Ambiente. "O mundo está assustado", garante à Coluna um dos ganhadores do Prêmio Nobel da Paz em 2007, o biólogo americano Philip Fearnside. Ele aposta que a contraofensiva ambientalista se dará com diálogo em três frentes: "Ouvir militares, apoiadores religiosos (a bancada evangélica)" e a entrada forte de "grupos climáticos internacionais". Para Fearnside, o apoio da bancada evangélica e dos militares é importante porque há ambientalistas conceituados em seus quadros, e preocupados com o futuro do ecossistema. Fearnside é especialista no tema e ganhou o Nobel como membro do Intergovernamental Panel on Climate (IPCC).

Batalha

Para o cientista, o embate com o presidente Jair Bolsonaro (PSL) será duro: "O mundo está assustado porque não prevê sentar à mesa e mudar sua (a do presidente) opinião".

Risco duplo

"Também preocupa o desmatamento para grandes obras", diz Fearnside, ao citar as obras de hidrelétricas na região amazônica. "Em termos científicos temos também o problema de financiamento de pesquisas".

Mundo atento

O Nobel da Paz palestrou para jornalistas do Brasil, Argentina, Uruguai, Paraguai e México, no 2º E-Latino (Encuentro de Periódicos de Latinoamérica), realizado na vila de Tumbira, à beira do Rio Negro, no sábado.

Maitê 

Sondada para chefiar o Ministério do Meio Ambiente e sem nenhuma experiência na área, a atriz Maitê Proença é ex-mulher e tem um filho com o empresário Paulo Marinho, um dos principais nomes na órbita do presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL).

BNDES

Confirmado como futuro presidente do BNDES, Joaquim Levy cessou o modelo de estímulo ao investimento baseado em crédito barato logo que assumiu o Ministério da Fazenda do governo de Dilma Rousseff, em 2015. 

BNDES 2 

Levy impôs regras que restringiu empréstimos para empresas com taxas de juros subsidiadas pelo Governo em bancos públicos, como BNDES. Crítico do modelo econômico dos governos do PT, o então chefe da Fazenda mudou as regras após o banco registrar, entre 2008 a 2014, volume de empréstimos de R$ 190 bilhões. 

Vaquinha

O PT ainda não conseguiu arrecadar nem metade dos R$ 4,3 milhões que pediu à militância em doações pela vaquinha virtual para tentar quitar os gastos da campanha do candidato derrotado à Presidência, Fernando Haddad. 

Diferença 

Bancada pelos fundos Partidário e de Financiamento Eleitoral, a campanha de Haddad custou mais de R$ 37 milhões. Os R$ 4,3 milhões que o partido tenta levantar via vaquinha são para pagar a diferença entre os gastos e a arrecadação declarados ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE). 

Cid Gomes 

O presidente nacional do PDT, Carlos Lupi, lança amanhã a candidatura de Cid Gomes à presidência do Senado. Eleito pelo Ceará, o irmão de Ciro Gomes espera ter o apoio do PSD, Partido Verde e da Rede.

Vigilância 

Em encontro com representantes da sociedade civil, no Clube de Engenharia, Rio de Janeiro, o embaixador Celso Amorim e o ex-senador e presidente do Centro Celso Furtado, Saturnino Braga, decidiram criar a Frente Ampla de Vigilância ao governo Bolsonaro. 

Ministério do Trabalho 

A notícia de que o Ministério do Trabalho será extinto demonstra que "o novo governo será entreguista, pois pretende acabar com os direitos dos trabalhadores, além de elitista e antidemocrático, pois quer governar sem partidos”, afirmou Saturnino. 

Moro & PF 

O primeiro encontro público do futuro ministro da Justiça, juiz Sérgio Moro, com os policiais federais já tem data para ocorrer. Será no dia 28 de novembro, em Curitiba (PR), durante o Congresso Nacional dos Policiais Federais (Conapef). O jurista já confirmou presença no evento e fará a palestra de abertura.

ESPLANADEIRA

Beth e Carlos Alberto Serpa comemoraram 41 anos de casamento com artistas e amigos, no Teatro Cesgranrio. 

___________________________________________________________





Enquete

Um jovem morreu ao sofrer descarga elétrica colocando celular para carregar. Quais cuidados você toma em relação a isso?

ver resultado