• Enem
  • Premium Outlet
  • Salve Maria
  • Jovens escritores 2019
  • Banner paraíba
  • AZ no rádio
  • cachoeir piaui
  • Novo app Jornal O Dia
  • TV O DIA att
  • TV O Dia - fullbanner
Da Arquibancada

Seis clubes, sem premiação e sem transmissão: O retrato do Piauiense 2019

Com uma competição nada atrativa, o ano de 2019 deve registrar a pior média de público do Campeonato Piauiense nos últimos anos.

14/04/2019 22:36h - Atualizado em 14/04/2019 23:02h


River é campeão Piauiense 2019 (FOTO: Victor Costa)

Após pouco mais de três meses, o Campeonato Piauiense se encerrou no último sábado (13) e sagrou o River Atlético Clube campeão, após superar o Altos. A competição há dois anos tem seis equipes brigando pelo titulo e em 2019 não teve premiação em dinheiro para campeão ou vice e os finalistas tem como ‘prêmio’ o calendário para temporada 2020. No caso do River, Copa do Nordeste, Copa do Brasil e Série D do Brasileiro e o Altos, Pré-Copa do Nordeste, Copa do Brasil e Série D. Comparando aos outros estaduais no Brasil o retrato do estado é desanimador.

A grande questão é: Como um Campeonato com seis equipes, sem premiação em dinheiro ou transmissão de TV pode ser atrativo para os próprios clubes, torcedor ou possíveis patrocinadores? A resposta para mudar ou melhorar esse cenário pode ser através das ferramentas modernas como redes sociais e apostar em transmissões em plataformas digitais, mas para isso é necessário o mínimo de investimento.

Eduardo, do River, foi artilheiro com oito gols (FOTO: Jailson Soares)

Em 2018, o prêmio foi de R$ 100 mil reais para o campeão e R$ 50 mil ao vice, porem a Federação de Futebol do Piauí (FFP) e por consequência o estado perderam para 2019 o principal patrocinador - a Caixa Econômica Federal. Esse ano o patrocinador máster foi uma empresa de cervejaria e valor oferecido pela empresa em comum acordo foi rateado entre as seis equipes.  

Assim como o Piauiense, vários outros estaduais se encerraram ou estão em fase de decisão e na maioria deles a realidade é outra. As grandes cifras quando o assunto é premiação pertencem aos Campeonatos Carioca (R$3,55 milhões ao campeão) e Paulista (R$5 milhões ao campeão). Os outros estados, principalmente no Nordeste, os clubes que chegaram a final sabem que não irão receber premiação em dinheiro, porem recebem cotas pelas vendas dos direitos de transmissões da competição. Opa, isso lembra mais um problema!

No Piauí, as transmissão do Campeonato Estadual teve alguns (pouquíssimos) jogos transmitidos pela Rede Meio Norte nos últimos dois anos. Esse ano, simplesmente nenhuma partida foi transmitida. Essa situação é mais complicada, pois a decisão envolve acordo entre FFP e dirigentes.

Final entre River x Altos foi maior público da competição (FOTO: Victor Costa)

Com uma competição nada atrativa, o ano de 2019 deve registrar a pior média de público do Piauiense nos últimos anos. Antes da final, no Albertão, em que o River colocou muitos torcedores no estádio, o jogo da Semifinal ida entre 4 de Julho x Altos foi que registrou maior público, na Arena Itacoatiara, em Piripiri, com apenas 2.073 pessoas. Porém teve jogo com publico de 131 pessoas.

Todos esses dados refletem diretamente nas dificuldades financeiras. A realidade é que se não fossem as cotas nacionais de participação o futebol profissional do Piauí talvez não existisse. 

Por: Pâmella Maranhão - Jornal ODia

Deixe seu comentário