• SOS Unimed
  • Novo app Jornal O Dia
Da Arquibancada

Sarah Menezes cai em segunda luta no Grand Slam do Japão

A competição no Japão foi a primeira após quatro meses longe dos tatames por conta de uma cirurgia no ombro.

22/11/2019 13:00h - Atualizado em 25/11/2019 18:39h

A piauiense Sarah Menezes voltou aos tatames, após quatro meses da cirurgia que fez no ombro. Na madrugada dessa sexta-feira (22) a judoca disputou o Grand Slam de Osaka, no Japão. A primeira luta dentro da categoria meio-leve (-52kg) foi contra Cristianne Legentill, das Ilhas Mauricio, vencida por um ippon, mas caiu na segunda luta ao perder para a francesa Amandine Buchard atua líder do ranking mundial e que duas lutas depois garantiu o ouro na competição internacional.


Sarah foi derrotada por Buchard por um wazari faltando 42 segundos para encerrar a luta. Apesar da eliminação precoce, a participação na competição rendeu 160 pontos a piauiense.

Sarah Menezes lutou no Japão nesta sexta-feira (22) (FOTO: Jailson Soares)

Essa foi à primeira competição de Sarah após a cirurgia no ombro. A piauiense decidiu retornar logo as competições por conta da pontuação no ranking internacional, pois a judoca busca estar nas Olímpiadas de Tóquio 2020, e por isso precisa ‘correr contra o tempo’ para somar pontuação suficiente para ser a representante do Brasil na categoria.

A seleção brasileira teve ainda a atleta Larissa Pimenta brigando pelo bronze na categoria, mas a judoca encerrou sua participação em quinto lugar.

O Grand Slam foi uma espécie de teste, pois no ano de 2020 Sarah vai realizar uma verdadeira maratona de competições e vai chegar a disputar três competições em menos de 30 dias; Grand Prix de Tel Aviv, em Israel; Open de Odilevas, em Portugal; e Grand Slam de Paris, na França. 

Lesão

No dia 5 de julho, Sarah sofreu a lesão mais grave de sua carreira ao disputar o Grand Prix de Montreal, no Canadá. Na ocasião, Sarah chegou a subir ao pódio e conquistou uma medalha de bronze. A campeã olímpica de 2012 sofreu ruptura total dos ligamentos do músculo peitoral esquerdo. Depois de passar por cirurgia, Sarah só deve voltar a treinar no fim deste ano. 

Por: Pâmella Maranhão - Jornal ODia

Deixe seu comentário