• Fagner
  • Trilha das emoções
  • Novo app Jornal O Dia
Da Arquibancada

Oeirense contrata centroavante Brandão destaque no Aimoré-RS

A equipe foi buscar na região Sul do país seu reforço. O centroavante Brandão irá vestir pela primeira vez a camisa de um clube do Nordeste.

19/08/2019 15:14h - Atualizado em 19/08/2019 15:34h

A equipe do Oeirense encerrou sua lista de contratações no ultimo sábado (17). O nome do novo reforço é Brandão, ou melhor, Leonardo Henrique Riboldi Dal Osto, de 23 anos, e com atuação somente em clubes do Rio Grande do Sul. O centroavante se apresenta ao Oeirense nesta terça-feira (20) e inicia a preparação visando à estreia no Campeonato Piauiense Série B. O Oeirense enfrenta o Comercial-PI no dia 7 de setembro.

Leonardo Henrique, o Brandão, se apresenta nesta terça (20) (FOTO: Reprodução)

“Encerramos com o Brandão nossa lista de desejos. Queríamos muito mais um atleta com esse estilo de jogo, que possa fazer o camisa 9 e agora temos mais uma opção além do Rhuann, que já está treinando conosco”, disse o Diretor de Futebol Fabiano Alex.

Leonardo Henrique Riboldi Dal Osto é sulista. Aos 23 anos, o atleta tem como maior destaque a passagem pelo Aimoré (RS) clube que o formou para o futebol profissional, no ano de 2018, entrou em campo em 20 jogos e marcou nove gols com a camisa do time Aimorense. O jogador disputou Campeonato Gaúcho e também a Série C do Brasileiro e no começo desse ano estava no Passo Fundo, mas também tem passagem pelo Caxias do Sul.

Essa será a primeira vez do jovem atacante no futebol do Nordeste e por consequência no futebol piauiense. Leonardo Henrique prefere usar o nome de seu pai, também futebolista – Brandão, Idelbrando Dal Osto, de 49 anos.

Com a chegada de Brandão, o Oeirense encerra a lista de contratações e tem como destaques no setor ofensivo nomes como Caio Cezar, Rhuann e Brandão. A Série B do Piauiense começa no dia 6 de setembro com o confronto entre Picos x Timon. No dia 7, acontece a partida entre Oeirense x Comercial. O Cori-Sabbá folga na 1ª rodada. 

Edição: Pâmella Maranhão - Jornal ODIA

Deixe seu comentário