• Campanha da Santa Missa
  • Vencer 03
  • Vencer 02
  • Vencer 01
  • Prerrogativas da advogacia
  • Peregrinos da fé
  • Novo app Jornal O Dia
Com Estilo

Eduarda Galvani alinha sua produção ao de uma moda sustentável

Em parceria com a ARCO Eco, empresa que faz a gestão de resíduos nos estabelecimentos de Porto Alegre.

22/03/2020 09:19h - Atualizado em 22/03/2020 09:33h

Utilizando uma responsabilidade ambiental mais aflorada, o Eduarda Galvani Atelier iniciou em fevereiro de 2019 um projeto para minimizar impactos ambientais que são causados na produção de suas peças. Em parceria com a ARCO Eco, empresa que faz a gestão de resíduos nos estabelecimentos de Porto Alegre, a marca pretende gerar uma consciência maior promovida a partir da necessidade do descarte correto dos tecidos que sobram na produção de suas peças.

Com a iniciativa, o material será recolhido e destinado ao projeto Envolva-se, do SESC-RS. O programa tem por propósito educar organizações e pessoas através dos princípios da sustentabilidade, gerando trabalho e renda. O conceito desse projeto segue o da tendência de uma moda sustentável, que alinha todos os processos, como a criação de estilos, padrões de produção e consumo, aos das práticas sustentáveis, usando como ponto de partida questões ambientais, sociais e econômicas, promovendo um impacto positivo para toda a cadeia produtiva, além, é claro, da sociedade no geral.

Além do descarte e reaproveitamento dos resíduos de produção, todo o lixo produzido pelo Eduarda Galvani Atelier também será repassado para cooperativas que fazem a separação do lixo seco e compostagem do lixo orgânico. Dessa forma, visa-se diminuir a chegada de todo o lixo em aterros da cidade gerando o mínimo de impacto possível para o meio ambiente.


“A minha preocupação pelo meio ambiente foi o ponto de partida para iniciarmos este projeto e que faz todo sentido pra mim, pois, além de levar essa ideia para a minha vida e para dentro do atelier, podemos conscientizar as pessoas que estão envolvidas em todas as etapas da produção, podendo impactar positivamente toda a cadeia produtiva”

Desde o início, a ação já teve 588 kg de resíduos coletados, sendo que desses 137kg de tecidos foram doados para o SESC, 201 kg dos resíduos foram compostados e 235 kg foram reciclados. Ao todo, 97% do descarte foi desviado do aterro sanitário.

A paixão pela moda, a vontade de fazer diferente e a busca pelo resultado perfeito em todos os aspectos foram as motivações da estilista Eduarda Galvani e sua equipe a entrarem nesse projeto e transformarem a sua produção em uma cadeia produtiva com 100% de consciência ambiental. “Esta iniciativa é uma sementinha que estamos plantando, mas que em conjunto, pode transformar a vida de muitas pessoas. Contribuir com a natureza e com a sociedade é mudar o nosso próprio futuro”.

Por: Biá Boakari

Deixe seu comentário