• Banner Cultura Governo do PI
  • Obras no Litoral Cultura
  • Clínica Shirley Holanda
  • SOS Unimed
  • Novo app Jornal O Dia
Carreira & Negocios

Furnas abre inscrições para ações de atenção à criança e adolescente

Conselhos municipais dos Direitos da Criança e do Adolescente podem inscrever propostas até 11/11.

08/11/2019 12:03h - Atualizado em 08/11/2019 12:07h

Levantamento da Fundação Abrinq com base em dados recentes do IBGE mostra que 22,6% das crianças e adolescentes entre 0 e 14 anos vivem em situação de extrema pobreza. Para ajudar a mudar essa realidade, FURNAS abre inscrições para destinar recursos aos Fundos de Defesa da Infância e Adolescência 2019.

Até 11 de novembro, os Conselhos Municipais dos Direitos da Criança e do Adolescente de todo país podem cadastrar as propostas que apoiem ações, serviços, programas ou projetos que contribuam para o fortalecimento dos direitos das crianças e dos adolescentes. Para participar da seleção basta acessar http://prosas.com.br.

Ao longo das seis décadas de sua trajetória, FURNAS vem apoiando programas e projetos sociais voltados a crianças e adolescentes, a fim de contribuir para a inclusão social e a promoção da cidadania nas regiões onde atua. A empresa acredita que o envolvimento de toda a sociedade é fundamental um futuro mais justo e inclusivo para as nossas crianças e jovens”, ressaltou Claudia Tenório, assistente social de FURNAS.

Estão previstas duas modalidades no edital: a primeira contempla propostas dos Conselhos que apresentem um Plano de Trabalho com repasse de recursos às Organizações Sociais locais. Já a segunda é voltada para investimentos na estruturação dos Conselhos. É necessário que ambas as modalidades elaborem Plano de Monitoramento e Avaliação.

A execução das atividades selecionadas será acompanhada no período de um ano. Em caso de dúvidas, FURNAS disponibiliza o e-mail: [email protected]ou o telefone (21) 2528-2593.

Responsabilidade Social

Como empresa socialmente responsável, FURNAS firmou ao longo dos anos inúmeros pactos e compromissos na busca pela promoção da cidadania e do desenvolvimento humano, sempre em linha com os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS). Entre os principais compromissos da empresa na proteção à criança e ao adolescente estão a Campanha Contra a Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes e Programa Empresa Amiga da Criança.

Números do Descaso com crianças e adolescentes

Os dados da Abrinq fazem parte do Cenário da Criança e do Adolescente 2019. Os piores indicadores sociais, segundo esse estudo, estão nas regiões que mais concentram crianças e adolescentes no Brasil: Norte (41,6%), Nordeste (36,3%) e Sudeste (29,9%). Confira abaixo outros dados contemplados no levantamento: mais de 3 milhões de domicílios estão em favelas 16,4% das adolescentes são mães antes dos 19 anos 2,5 milhões de crianças e adolescentes até 17 anos trabalham 11,7 mil crianças e adolescentes foram vítimas de homicídios em 2017 · 65% das escolas no Brasil não possuem quadras esportivas

DECLARAÇÃO UNIVERSAL DOS DIREITOS DA CRIANÇA

(Aprovada pela Organização das Nações Unidas (ONU) em 20 de novembro de 1959).

Todas as crianças têm direito:

1 -- A igualdade, sem distinção de raça, religião ou nacionalidade.

2 -- A especial proteção para o seu desenvolvimento físico, mental e social.

3 -- A um nome e a uma nacionalidade.

4 -- A alimentação, moradia e assistência médica adequada para a criança e a mãe.

5 -- A educação e a cuidados especiais para a criança física ou mentalmente deficiente.

6 -- A amor e a compreensão por parte dos pais e da sociedade.

7 -- A educação gratuita e a lazer infantil.

8 -- A ser socorrida em primeiro lugar, em caso de catástrofes.

9 -- A ser protegida contra o abandono e a exploração no trabalho.

10 -- A crescer dentro de um espírito de solidariedade, compreensão, amizade e justiça entre os povos.

Em 12 de outubro de 1990, entrou em vigor o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), marco histórico na garantia dos direitos da criança e do adolescente no Brasil.


Deixe seu comentário