Boas e novas

Mente, aquieta-te!

Ansiedade, medo, preocupações. Nada disso é novo. Homens e mulheres do passado também experimentaram dessas dores...

14/08/2021 12:03h

Compartilhar no

Ansiedade, medo, preocupações. Nada disso é novo. Homens e mulheres do passado também experimentaram dessas dores, a exemplo do autor do Salmo 42, profundamente angustiado, ao ponto de declarar:

“As minhas lágrimas têm sido o meu alimento de dia e de noite, pois me perguntam o tempo todo: Onde está o teu Deus?” (...) Por que você está assim tão triste, ó minha alma? Por que está assim tão perturbada dentro de mim?” (Sl 42.3,5)

Vemos na declaração do salmista: choro, desânimo, angústia de alma. Nenhuma novidade, mas com certeza nada se compara às proporções do que temos observado hoje, quando vemos desde crianças - que só deveriam se preocupar em desfrutar a fase mais pura da vida; a idosos - cuja bagagem e experiência deveriam contar para que nada mais lhe afetasse tanto; sofrendo com transtornos de ansiedade, pânico e afins. 

São muitas as explicações dadas por especialistas, dentre elas o fato de que estamos mais acelerados do que nunca. Todas as facilidades do nosso tempo, que teoricamente existem para nos dar mais tempo livre, na verdade têm roubado ainda mais o tempo, e mais grave, a paz na mente e nos corações. 

Há muito não precisamos tirar água do poço ou ir ao rio lavar a roupa; não temos de colher madeira para acender o fogo pro almoço; também não é necessário se deslocar até a locadora para alugar os filmes do fim de semana (e menos ainda temos que rebobinar a fita antes de devolvê-los, para não pagar multa); nem mesmo ao banco temos que ir para as transações do dia a dia. Quase tudo se resolve com alguns cliques, rapidamente…

Tão rapidamente que meu bisavô ficaria perplexo ao saber que ninguém mais tem paciência nem de ouvir a fala do outro na “velocidade 1”. Que loucura!!! Será que vão inventar um dispositivo para acelerar as conversas presenciais também? 

Temos sido obrigados a andar, falar e pensar mais rápido. Não é surpresa saber que ao fim do dia a mente de muitos só consegue aquietar com o uso de medicamentos. 

Mas, voltemos ao angustiado salmista, pois ele mesmo respondeu às suas angústias: “Por que você está assim tão triste, ó minha alma? Por que está assim tão perturbada dentro de mim? Ponha a sua esperança em Deus! Pois ainda o louvarei; ele é o meu Salvador e o meu Deus!”. 

É difícil voltar no tempo e viver uma vida mais “lenta”, no entanto não dá para viver sem tempo para aquilo que acalma o coração, traz paz à mente e cura todas as doenças, do corpo, alma e mente. Comunhão com Deus, leitura da Palavra, oração não são apenas remédio, são também prevenção para muitas dores. 

Há vários textos bíblicos que nos inspiram a aquietar a mente e o coração. Vejamos alguns: 

“Venham a mim, todos os que estão cansados e sobrecarregados, e eu lhes darei descanso”. (Mateus 11.28)

“Quando a ansiedade já me dominava no íntimo, o teu consolo trouxe alívio à minha alma”.     (Salmos 94.19) 

“O meu socorro vem do Senhor, que fez os céus e a terra”. (Salmos 121.2)

“Mesmo quando eu andar por um vale de trevas e morte, não temerei perigo algum, pois tu estás comigo; a tua vara e o teu cajado me protegem”. (Salmos 23.4) 

“Não andem ansiosos por coisa alguma, mas em tudo, pela oração e súplicas, e com ação de graças, apresentem seus pedidos a Deus”. (Filipenses 4.6). 

Deus te abençoe!

Compartilhar no

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!


Deixe seu comentário


Notícias Relacionadas