Adolescente é esfaqueado após confusão em manifestação

Jovem e o irmão foram feridos após forçar passagem em bloqueio

26/06/2013 19:02h - Atualizado em 26/06/2013 21:20h

Compartilhar no

Um adolescente de 15 anos foi vítima de um golpe de faca nas costas na entrada do estacionamento do supermercado Hiper Bompreço, na Avenida Frei Serafim, Centro de Teresina. Ele foi ferido após confusão iniciada na manifestação que percorreu o centro da capital na tarde desta quarta-feira (26).

Três jovens que estavam no local foram levados para a Central de Flagrantes, onde prestaram esclarecimentos. O acusado de ferir Daniel fugiram do local e ainda não foram identificados. 

Um irmão do jovem também foi agredido. Ele recebeu fortes pancadas na cabeça e na testa. O caso será investigado pela Polícia Civil.

Polícia socorre Daniel, ferido após confusão com manifestantes. Foto: Jailson Soares/portalODIA.com 

Como aconteceu

Momentos antes da confusão, a vítima e quatro amigos participaram de um protesto organizado por estudantes em Teresina. O grupo estacionou o veículo nas proximidades da Igreja São Benedito e seguiu caminhando junto com os manifestantes.

“A gente foi para dar uma olhada no movimento. Sempre gosto de fazer isso, desde as manifestações do ano passado”, relata J.N., 20 anos, condutor da caminhonete Ranger (placas LWA-6225, de Teresina) e irmão da vítima.

Ao retornar ao veículo, J.N. tentou deixar o local antes que os manifestantes ocupassem novamente a Avenida Frei Serafim. Não deu tempo. Mas o jovem tentou forçar passagem avançando sobre o bloqueio. Foi quando lançaram uma pedra no carro, trincando o para-brisa dianteiro.

Confusão terminou no estacionamento do supermercado. Foto: Jailson Soares/portalODIA.com

Irritado, o condutor desceu do veículo para tirar satisfações. Da multidão, alguém gritou que ele estava armado, o que provocou a dispersão dos manifestantes. Dois PMs que acompanhavam o ato foram até o local e constataram que a informação na procedia e liberaram o carro.

Ainda insatisfeito com o dano causado ao veículo da empresa onde trabalha, J.N. decidiu estacionar no estacionamento do supermercado Hiper Bom Preço e caminhar até a Frei Serafim à procura de quem atirou a pedra.

“Quando avistei, disse que ia entregar ele à polícia”, relata. Foi o estopim para uma nova confusão. Um grupo de cerca de 10 pessoas avançaram contra J.N. e seus quatro amigos.

Três conseguiram fugir e se refugiar em locais seguros. Ao tentar retornar para o estacionamento do supermercado, Daniel, 15 anos, irmão de J.N. foi ferido nas costas. “Eu vi, o moleque usou um canivete”, conta.

O motorista do carro tentou enfrentar o grupo, mas foi espancado. Ele recebeu golpes com pedras na cabeça e nas costas.

A confusão terminou no estacionamento do supermercado. Com a chegada da polícia, os agressores fugiram. 

J.N. e dois amigos foram conduzidos para depor na Central de Flagrantes. Ferido, Daniel foi atendido no Prontomed e passa bem. A quinta pessoa não foi localizada após a confusão.

A polícia vai utilizar as imagens do circuito de câmeras da Avenida Frei Serafim para tentar identificar os acusados. O trabalho de investigação ficará por conta da Polícia Civil. 


Jovens aguardam para depor na Central de Flagrantes, onde o caso foi registrado

Compartilhar no
Por: Rômulo Maia

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!


Deixe seu comentário