• Patrimonio preco justo 2016

Oposição votará contra proposta do Governo sobre piso dos professores

O pagamento do piso de R$ 1.451 será retroativo a janeiro aos professores de nível inicial

02/04/2012 17:35h

Após buscar intermediar o impasse envolvendo professores e o Governo do Estado, alguns deputados estaduais informaram que não votarão a favor do projeto que será encaminhado para a Assembleia Legislativa pelo Executivo. Na proposta, o Estado garante que nenhum professor da rede estadual de ensino receberá menos que o piso de R$ 1.451, já a partir de maio. O pagamento do piso será retroativo a janeiro aos professores de nível inicial.


Os deputados Marden Menezes e Firmino Filho, do PSDB, afirmaram que, conforme a categoria que rejeitou a proposta do Governo, não votarão contra o projeto. "Não tem o que discutir, a questão do piso nacional dos professores já deveria ter sido finalizada. Não deveríamos estar aqui discutindo a implantação do piso e sim outro avanço, e se o Governo permanecer na proposta que aí está a oposição vai sim votar contra", declarou Marden.


O deputado Firmino Filho, líder da oposição no legislativo, repercutiu os números apresentados pelo Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Piauí (Sinte) relativos à evasão escolar. Dados da entidade mostram que pelo menos 50 mil alunos abandonam a escola, impactando, dessa forma, no volume de recursos repassados ao Estado através do Fundo de Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb). "Isso é grave porque mostra logo o impacto de pelo menos R$ 100 milhões a menos em recursos do Fundeb, se levarmos em cota o custo por aluno", afirmou o deputado. Os professores da rede estadual de ensino estão há 35 dias de greve e reivindicam a implantação integral do piso nacional do magistério para todos os níveis da categoria.

Por: Mayara Bastos - Jornal O DIA

Deixe seu comentário


Notícias Relacionadas

Justiça indisponibiliza bens de envolvidos na obra do Centro de Convenções

Irregularidades foram constatadas em laudo pericial da Polícia Federal, bem como numa apuração realizada pelo TCU e Caixa Econômica Federal.

há 10 horas

Lula se reúne com conselheiros de seu instituto, mas não comenta suspeitas

Logo no início da reunião, Lula afirmou que não falaria sobre as suspeitas referentes ao sítio de Atibaia, no interior de São Paulo, e ao tríplex em Guarujá, no litoral do Estado.

há 12 horas

Lula virou alvo porque desafia projeto político da oposição, afirma Cardozo

Cúpula do PT quer que ex-presidente seja candidato ao Planalto em 2018. Para ministro, oposição quer atingir imagem de Lula porque ele é 'muito forte'.

há 17 horas

Presidente afastado da Andrade Gutierrez volta à prisão domiciliar

Solto por volta das 21h de ontem, Azevedo passou pouco mais de 24 horas detido. Esta, no entanto, foi a segunda prisão do executivo.

há 17 horas