Portal O Dia

Wilson vai a conferência do Banco Mundial nos EUA em busca de investidores

Governador Wilson Martins será um dos expositores do painel "Oportunidades de investimento do NE"

05/04/2012 18:01

O governador Wilson Martins participa na próxima terça-feira (10), em Washington (Estados Unidos), da Conferência "Nordeste Brasileiro - Oportunidades de Investimentos e Investimentos em Oportunidades", realizada pelo Banco Mundial em parceria com os governadores do Nordeste do Brasil. Wilson Martins será um dos expositores do painel "Oportunidades de investimento do Nordeste".

O evento será aberto pelo presidente do Banco Mundial, Robert Zoellick. Além dos governadores dos estados do Nordeste e diretores do Banco Mundial (sede, Brasil, América Latina e Caribe), participam da Conferência diretores do Banco Interamericano de Desenvolvimento, Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social, Banco do Nordeste do Brasil, instituições financeiras privadas, empresas e investidores multinacionais.

"É uma excelente oportunidade para mostrarmos o potencial do Piauí para investimos em diversas áreas, como mineração, agronegócio, serviços e turismo. Além dessas potencialidades, vamos mostrar que temos feito um grande investimento em infraestrutura, que viabiliza a atração de empreendimentos empresariais diversos", comentou o governador Wilsin Martins, ressaltando a possibildade de abertura de um canal de conversação com investidores norte-americanos.

Wilson Martins participa do evento acompanhado do Assessor de Relações Internacionais do Governo do Piauí, Uwe Weibrecht. O governador viaja para para os Estados Unidos na segunda-feira e retorna na quarta-feira.

Por: Da Redao

Deixe um comentário

Tópicos wilson martins governo banco mundial eua investimento,

Veja também

há 2 horas
PT diz que números são resultados da boa imagem que Dilma apresenta. PSDB afirma que pesquisas não são confiáveis.
há 3 horas
Dados serão entregues à Controladoria Geral do Estado, que os repassará a João Henrique e este, em seguida, ao governador eleito Wellington.
há 13 horas
'Conflitos físicos têm de ser repudiados. Eu peço tranquilidade', disse Dilma.
há 13 horas
Na conversa com delegados federais, o réu afirma categoricamente que o ex-presidente Lula e a atual presidenta Dilma Rousseff, ambos do PT, tinham total conhecimento das "tenebrosas transações" realizadas na Petrobras.