• bf the shop
  • elshallon
  • Unimed
  • assinatura jornal

Câmara antecipa em mais de um ano eleição para a mesa diretora

Votação ocorrerá na sessão desta quinta-feira (16). Dos 29 vereadores da Casa, apenas três foram contrários à antecipação - a líder do prefeito, vereadora Graça Amorim, o tucano Edson Melo e R. Silva.

14/11/2017 11:35h - Atualizado em 14/11/2017 13:22h

Os vereadores de Teresina decidiram antecipar em mais de um ano a eleição que vai definir a mesa diretora da Câmara Municipal para o biênio 2019-2020. O pleito deveria ocorrer em dezembro de 2018, mas foi antecipado para a próxima quinta-feira, dia 16 de novembro. A mudança foi proposta por meio de um requerimento assinado por 22 vereadores, que já foi votado e aprovado na sessão desta terça-feira (14).

O vereador Jeová Alencar é o atual presidente da Câmara (Foto: Marcela Pachêco / O DIA)

Dos 29 parlamentares da Casa, 23 votaram a favor da antecipação. Apenas três posicionaram-se contra - Graça Amorim (PMB), Edson Melo (PSDB) e R. Silva (PP). Outros três não estavam presentes na sessão.

Em agosto deste ano, os vereadores fizeram uma alteração na Lei Orgânica do Município, para permitir que integrantes da mesa diretora sejam reeleitos ao mesmo cargo no segundo biênio da legislatura vigente, o que estava vedado no texto anterior. O Regimento Interno da Casa também foi alterado, com a adaptação necessária para esta mudança, que beneficia diretamente o atual presidente, Jeová Alencar (PSDB).

Graça Amorim, que é líder do prefeito na Câmara, disse que foi "pega de surpresa", e ressaltou que, em geral, proposições desse tipo são discutidas previamente entre todos os vereadores da casa, o que não ocorreu desta vez.

"A antecipação eu sei que existiria, mas eu votei contra o requerimento porque ele já marca a votação para esta quinta-feira, e eu não havia tomado conhecimento da situação", afirmou Graça Amorim.

Esta semana, especulou-se que o vereador licenciado Evandro Hidd (PDT) retornaria à Câmara para se candidatar à Presidência, enfrentando o atual presidente da Casa, vereador Jeová Alencar (PSDB). 

Esta informação, contudo, foi negada de forma veemente por Hidd, que é superintendente de Desenvolvimento Urbano da zona sudeste. Ele garantiu não ter qualquer pretensão de deixar a pasta, tampouco de disputar o comando do Legislativo municipal. "Estou muito bem na SDU Sudeste. Nunca foi tratado nada sobre meu retorno para a Câmara, muito menos para concorrer à Presidência da Casa. São informações que estão sendo plantadas e nenhuma procede", afirmou Evandro Hidd, em entrevista ao portal O DIA.

Jeová confirma candidatura a reeleição e diz que composição da mesa deve mudar

Ao final da sessão desta terça, o presidente Jeová Alencar recebeu em seu gabinete vários vereadores, um a um, para conversas reservadas. Embora não tenham admitido, o assunto tratado foi justamente a votação da nova mesa diretora para o biênio 2019-2020.

Ao portal O DIA, Jeová confirmou que vai concorrer à reeleição, mas enfatizou que busca o consenso entre todos os parlamentares da Casa.

"Na realidade, uma das alegações [para antecipar o pleito da mesa diretora] são as eleições gerais do próximo ano e o bom trabalho que nós temos desenvolvidos nesta Casa. Um trabalho sério, dedicado. E eu acho que a minha boa desenvoltura com os pares [...] Mas tudo está sendo feito de acordo com o Regimento Internado da Câmara e com a Lei Orgânica do Município", afirmou Jeová.

O presidente também comentou que a composição da mesa diretora deve sofrer algumas alterações. "Quando se tem uma nova eleição, é natural que ocorra a troca de cadeiras, que um ou outro pleiteiem mudar de cargo, até mesmo para haver o rodízio", acrescenta o tucano.

Questionado sobre as especulações em torno do nome do superintendente Evandro Hidd, o presidente Jeová Alencar disse que conversou com o pedetista na segunda e nesta terça-feira, e garantiu que não há, entre os dois, qualquer embaraço. "O Evandro é um amigo nosso. É natural que na política existam especulações, mas tanto ele como eu vemos isso com a maior naturalidade. O que importa é que a gente tem respeito um pelo outro. E o Evandro, se fosse candidato, teria era o nosso apoio. É um jovem competente e decente, mas, até o nosso conhecimento, não existe nenhuma formação de chapa contrária, mesmo porque, embora ele seja do PDT, nós somos do mesmo grupo, que é o do prefeito Firmino Filho", afirmou o vereador tucano.

Segundo o presidente, a Procuradoria da Câmara assegurou não haver qualquer ilegalidade na antecipação do pleito que definirá a nova composição da mesa diretora. "Tudo o que se faz aqui passa pelas comissões e também recebe o parecer técnico dos advogados concursados desta Casa, da Procuradoria. Principalmente quando a gente sabe que é um assunto que pode gerar polêmica. Estamos tranquilos quanto à legitimidade desse processo, porque a gente sabe que foi tudo feito dentro da lei", concluiu Jeová.

Por: Cícero Portela

Deixe seu comentário