Portal O Dia

Teresina: mulher é assassinada e tem corpo cortado ao meio

Corpo possuía corte da região genital até os seios; vagina foi encontrada na boca da vítima.

16/04/2014 09:01 - Atualizado em 16/04/2014 11:24

O corpo de uma mulher foi encontrado por volta das 6h da manhã desta quarta-feira (16), próximo aos trilhos do metrô, ao lado do cemitério São José, no bairro Matinha, na Zona Norte de Teresina. O assassino quase partiu o corpo da vítima ao meio, com um corte da região genital até os seios. A vagina da vítima ainda foi retirada e colocada dentro de sua boca. O corpo foi encontrado por um homem que passava pelos trilhos do metrô.

Fotos: Yuri Ribeiro/O Dia.

O delegado Robert Lavor, da Delegacia de Homicídios, atendeu a ocorrência. "É um crime com grandes requintes de crueldade. Tudo que sabemos até agora vamos usar para identificar a vítima e então solucionar o caso", disse o delegado, que declarou ainda não saber se o corte foi provocado enquanto a mulher ainda estava viva.

Segundo a polícia, um morador da região disse ter ouvido muitos gritos, entre 1h e 2h da madrugada de hoje. Pelos os relatos, a polícia acredita que houve resistência e luta e que o crime aconteceu no local onde o corpo foi encontrado. O corpo não encontrava-se em decomposição.

A vítima não foi assassinada com arma de fogo e apresentava muitas lesões por todo o corpo, inclusive na cabeça. O corpo será levado para o IML, onde passará por perícia criminal.

Um homem que está com a vizinha desparecida chegou a ir até o local, mas a polícia não permitiu que ele visse o corpo. A família deve procurar o IML para fazer o reconhecimento, pois até agora, a vítima não foi identificada. "Como o rosto foi preservado, acreditamos que não haverá dificuldade em saber quem é a mulher", afirmou o delgado Robert Lavor.

Mulher esquartejada

No dia 14 de janeiro de 2014, o corpo de uma mulher esquartejada foi encontrado no Rio Poti, na zona Leste de Teresina. Três meses depois, a polícia e o IML não conseguiram identificar a vítima. 

A divulgação, pela polícia, de uma identidade falsa atribuída ao corpo, movimentou o caso, mas não serviu para que as investigações chegassem à identificação da vítima e à autoria do crime.

Por: Maria Romero (do local) e Nayara Felizardo (redação)

Deixe um comentário

Tópicos homicidios, recebeu, denuncia, manha, delegacia, teresina, esquartejado, teria, encontrado, corpo,

Veja também

há 10 horas
Antonio Meireles pode ter sofrido um infarto fulminante
há 10 horas
Jovem invadiu a casa da missionária para roubar
há 11 horas
A mulher, ao voltar para a mesa onde estava sentada, avistou o suspeito correndo com o objeto furtado
há 14 horas
Antes da paralisação, categoria fará um ato público em frente ao Palácio de Karnak.