• click
  • Unimed
  • assinatura jornal

Piauí avança na descentralização dos serviços para pessoas com deficiência

Piauí avança na descentralização dos serviços para pessoas com deficiência

11/01/2017 10:53h

O secretário de Estado para Inclusão da Pessoa com Deficiência, Mauro Eduardo, apresentou  ao governador Wellington Dias o relatório de gestão 2016 e o planejamento das ações da secretaria para 2017, nessa segunda-feira (9), no Palácio de Karnak. Entre as ações previstas para este ano estão a inauguração da sede da Seid; o início do Serviço de Referência Odontológica a Pessoa com Deficiência Intelectual e Autismo no Hospital da Polícia Militar e a descentralização dos serviços com a construção do Centro Especializado em Reabilitação, em São João do Piauí (CER II), em Parnaíba (CER IV) e um de média complexidade em Floriano.

O governador enfatizou que a secretaria tem trabalhado com o objetivo de completar a rede de serviços na área da reabilitação, com enfoque na saúde, na educação e no trabalho, buscando levar também a acessibilidade e a conscientização. “Tivemos importantes avanços nessa área e vamos continuar trabalhando para dar as condições para garantir a aproximação dos serviços em todas as regiões do Piauí”, disse Dias.

Mauro Eduardo comemora os avanços e destacou os eventos de conscientização, a exemplo dos quatro Fóruns Regionais, que já estão planejados para este ano. “Conseguimos com estes eventos levar conhecimento sobre os direitos da pessoa com deficiência para todas as regiões”, disse o gestor.

“Conseguimos avançar em todas as áreas. Aumentamos em cerca de 50% o número de passes livres, passando para 4.160 expedições, o que significa possibilitar o ir e vir das pessoas com deficiência e seus acompanhantes, seja para o atendimento médico ou para outras necessidades. Tivemos também o passe livre cultura, que possibilita a entrada gratuita em teatros, shows, exposições e similares. Habilitamos o Ceir para o tipo 3 e já comemoramos 1 milhão de atendimentos e estamos em gestão com Ministério da Saúde para a tipo 4, pois ainda falta a reabilitação em deficiência visual. Foram mais de 3.500 atendimentos por meio da Projeto um Passo a Frente, no qual entregamos órteses e próteses e equipamentos em todo o estado”, enumera o secretário.

O gestor enfatiza ainda que as ações da secretaria também estão servindo de vitrine para todo o Brasil, inclusive já está marcada uma visita da deputada Rosinha da  Adefal, do estado de Alagoas, para conhecer o projeto Praia Acessível. “Antes era inimaginável que um dia seria possível que a pessoa com deficiência pudesse usufruir do banho de mar com todo a segurança e autonomia. E hoje, este projeto está implantado e sendo referência para o Brasil”, comemora Mauro Eduardo.


Deixe seu comentário