Portal O Dia

Padre espírita Miguel Fernandes morre em Brasília

Padre adepto da Doutrina Espírita estava internado há pouco mais de um mês, após sofrer um AVC

07/12/2011 16:18

Faleceu na madrugada desta quarta-feira (07/12), em Brasília (DF), o padre Miguel Fernandes Martins, conhecido nacionalmente por conciliar o sacerdócio com sua atuação mediúnica. Chamado de "padre espírita", Miguel tinha 67 anos e residia em Sobradinho (DF), onde mantinha duas igrejas.

Desde que descobriu sua mediunidade, o padre passou a viajar por todo o País para dar orientações espirituais a pessoas que passavam por momentos de aflição ou que, simplesmente, buscavam conselhos para escolher os melhores caminhos a seguir no âmbito emocional e profissional. Recentemente, ele passou a receber convites para estender sua missão espiritual também a outros países, como Espanha, Portugal e França.

Em junho deste ano o padre Miguel Fernandes esteve pela oitava vez em Teresina. Na oportunidade, ele realizou atendimento ao público durante cinco dias na Fundação Bezerra Menezes, situada à Rua 24 de Janeiro, n° 740, Centro/Sul. Durante esses poucos dias, centenas de pessoas foram até o local para ouvir o que o sábio sacerdote tinha a dizer sobre suas vidas.

Durante sua última visita ao Piauí o padre esteve também na redação d'O DIA, onde concedeu uma entrevista. "Não faço discriminação de pessoas ou religião, independente de qualquer igreja, atendo a todos, não importa o local. Muitos são curados pela fé, outro não, mas o que faz o milagre é a fé", disse o padre médium na ocasião.

Volmar Miranda, vice-presidente do Sistema O DIA de Comunicação, era amigo de longa data do padre, e ficou bastante consternado ao receber a notícia de que o amigo havia desencarnado.

Segundo Volmar, Miguel Fernandes tinha a saúde vigorosa, embora sofresse de diabetes. Há 32 dias ele foi acometido por um acidente vascular cerebral (AVC) e precisou ser internado num hospital de Brasília. Deste então, o quadro clínico do padre piorou bastante. Ele teve complicações renais, pneumonia e uma infecção.

Por conta da gravidade do seu estado, Miguel Fernandes foi internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) há 12 dias, onde permaneceu até a madrugada desta quarta-feira, quando foi constatada sua desencarnação - termo usado pela Doutrina Espírita para designar o momento em que o espírito deixa o mundo material e passa para o plano espiritual.

Miguel Fernandes dizia que, no início, tentou resistir à sua mediunidade, mas acabou cedendo quando concluiu que se tratava de uma manifestação benigna e que provinha de Deus. "Vocês chamam de mediunidade, mas eu chamo de espiritualidade. E eu passei a aceitar porque só tenho visto caridade no Espiritismo. Eu tenho visto pessoas que não acreditavam em Deus e passaram a acreditar, pessoas que se afastaram por muito tempo de Deus e voltaram, pessoas que nunca leram o Evangelho e passaram a ler".

Padre Miguel Fernandes Martins

Repórter: Ccero Portela

Deixe um comentário

Tópicos padre miguel fernandes martins morre desencarna padre espírita espiritismo mediunidade,

Veja também

há 6 horas
A aeronave já foi encontrada no chão, com um pedaço da asa quebrada.
há 12 horas
Meios de comunicação terão que assinar Termo de Ajuste e Conduta.
há 16 horas
Emanuel José Rodrigues de Melo teve cortes nas mãos, joelho, braços e pescoço. Primeira hipótese é que crime tenha sido latrocínio.
há 18 horas
Sindicato dos Servidores do Judiciário quer apoio dos demais funcionários à greve nacional.