Portal O Dia

Padre espírita Miguel Fernandes morre em Brasília

Padre adepto da Doutrina Espírita estava internado há pouco mais de um mês, após sofrer um AVC

07/12/2011 16:18

Faleceu na madrugada desta quarta-feira (07/12), em Brasília (DF), o padre Miguel Fernandes Martins, conhecido nacionalmente por conciliar o sacerdócio com sua atuação mediúnica. Chamado de "padre espírita", Miguel tinha 67 anos e residia em Sobradinho (DF), onde mantinha duas igrejas.

Desde que descobriu sua mediunidade, o padre passou a viajar por todo o País para dar orientações espirituais a pessoas que passavam por momentos de aflição ou que, simplesmente, buscavam conselhos para escolher os melhores caminhos a seguir no âmbito emocional e profissional. Recentemente, ele passou a receber convites para estender sua missão espiritual também a outros países, como Espanha, Portugal e França.

Em junho deste ano o padre Miguel Fernandes esteve pela oitava vez em Teresina. Na oportunidade, ele realizou atendimento ao público durante cinco dias na Fundação Bezerra Menezes, situada à Rua 24 de Janeiro, n° 740, Centro/Sul. Durante esses poucos dias, centenas de pessoas foram até o local para ouvir o que o sábio sacerdote tinha a dizer sobre suas vidas.

Durante sua última visita ao Piauí o padre esteve também na redação d'O DIA, onde concedeu uma entrevista. "Não faço discriminação de pessoas ou religião, independente de qualquer igreja, atendo a todos, não importa o local. Muitos são curados pela fé, outro não, mas o que faz o milagre é a fé", disse o padre médium na ocasião.

Volmar Miranda, vice-presidente do Sistema O DIA de Comunicação, era amigo de longa data do padre, e ficou bastante consternado ao receber a notícia de que o amigo havia desencarnado.

Segundo Volmar, Miguel Fernandes tinha a saúde vigorosa, embora sofresse de diabetes. Há 32 dias ele foi acometido por um acidente vascular cerebral (AVC) e precisou ser internado num hospital de Brasília. Deste então, o quadro clínico do padre piorou bastante. Ele teve complicações renais, pneumonia e uma infecção.

Por conta da gravidade do seu estado, Miguel Fernandes foi internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) há 12 dias, onde permaneceu até a madrugada desta quarta-feira, quando foi constatada sua desencarnação - termo usado pela Doutrina Espírita para designar o momento em que o espírito deixa o mundo material e passa para o plano espiritual.

Miguel Fernandes dizia que, no início, tentou resistir à sua mediunidade, mas acabou cedendo quando concluiu que se tratava de uma manifestação benigna e que provinha de Deus. "Vocês chamam de mediunidade, mas eu chamo de espiritualidade. E eu passei a aceitar porque só tenho visto caridade no Espiritismo. Eu tenho visto pessoas que não acreditavam em Deus e passaram a acreditar, pessoas que se afastaram por muito tempo de Deus e voltaram, pessoas que nunca leram o Evangelho e passaram a ler".

Padre Miguel Fernandes Martins

Por: Ccero Portela

Deixe um comentário

Tópicos padre miguel fernandes martins morre desencarna padre espírita espiritismo mediunidade,

Veja também

há 19 horas
Empresário conta que adesão ao serviço não deveria ser surpresa, já que em outras capitais essa iniciativa já foi tomada há algum tempo
há 21 horas
Nas compras acima de R$ 25, o consumidor recebe um cupom para concorrer a 10 televisões de 50 polegadas, 2 caminhões de prêmios e um carro
há 21 horas
Unidade terá, em regime de plantão, seis médicos, sendo três clínicos gerais, dois pediatras e um traumatologista, além de 225 técnicos
há 21 horas
Enquanto o impasse não é solucionado, os estoques de grãos continuam baixos em Picos, Parnaíba e Teresina