Portal O Dia

Infraero avaliará terrenos para novo aeroporto em Teresina

Três áreas estão cotadas para serem desapropriadas pelo Governo do Estado

12/06/2012 16:36

A Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero) enviará a Teresina um técnico para avaliar três terrenos que poderão ser desapropriados pelo Governo do Estado, para a construção de um novo aeroporto na capital. A decisão foi tomada durante reunião entre o governador Wilson Martins e o presidente da Infraero, Gustavo Vale, nesta terça-feira (12).

O governador Wilson Martins defende a construção de um novo aeroporto em função da crescente demanda e dificuldades de ampliação do terminal atual. "Mesmo com o Módulo Operacional (MOP), que vamos inaugurar em breve, e com a construção de um novo terminal no aeroporto Petrônio Portela, em 10, 15 anos estará esgotado", argumentou.

"Somos a favor de um novo aeroporto. O MOP vai dar uma sobrevida, mas é preciso pensar em médio prazo. Precisamos de um acerto também com o Ministério da Defesa e a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac)", disse Gustavo Vale. "Mantemos a proposta de construção de um terminal no atual aeroporto. O recurso está garantido, mas depende da desapropriação da área", complementou.

Inauguração

Durante a reunião, também foi acertada a visita de Gustavo Vale ao Piauí para inaugurar o MOP do Aeroporto Petrônio Portela. A data proposta foi 1º de julho. O MOP conta com investimento de R$ 3,7 milhões e ampliará a área útil para embarque de 264 metros quadrados para 828 metros quadrados; a área de desembarque, de 240 para 605 metros quadrados; e o número de boxes para check-in, de 11 para 16.

Por: Da Redao

Deixe um comentário

Tópicos infraero avalia terrenos aeroporto teresina,

Veja também

há 12 horas
A plenária aconteceu no final da tarde de hoje (30)
há 18 horas
As inscrições continuam sendo feitas na sede da FMCMC, localizada na Rua Félix Pacheco, N° 1440, Centro, em horário especial, das 08h às 18h.
há 20 horas
Nove servidores decidiram paralisar suas atividades por tempo indeterminado após corte de gratificações.
há 21 horas
Ao todo são ofertadas 17 vagas também para a Maternidade Dona Evangelina Rosa e HospitaI Infantil.