Portal O Dia

Infraero avaliará terrenos para novo aeroporto em Teresina

Três áreas estão cotadas para serem desapropriadas pelo Governo do Estado

12/06/2012 16:36

A Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero) enviará a Teresina um técnico para avaliar três terrenos que poderão ser desapropriados pelo Governo do Estado, para a construção de um novo aeroporto na capital. A decisão foi tomada durante reunião entre o governador Wilson Martins e o presidente da Infraero, Gustavo Vale, nesta terça-feira (12).

O governador Wilson Martins defende a construção de um novo aeroporto em função da crescente demanda e dificuldades de ampliação do terminal atual. "Mesmo com o Módulo Operacional (MOP), que vamos inaugurar em breve, e com a construção de um novo terminal no aeroporto Petrônio Portela, em 10, 15 anos estará esgotado", argumentou.

"Somos a favor de um novo aeroporto. O MOP vai dar uma sobrevida, mas é preciso pensar em médio prazo. Precisamos de um acerto também com o Ministério da Defesa e a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac)", disse Gustavo Vale. "Mantemos a proposta de construção de um terminal no atual aeroporto. O recurso está garantido, mas depende da desapropriação da área", complementou.

Inauguração

Durante a reunião, também foi acertada a visita de Gustavo Vale ao Piauí para inaugurar o MOP do Aeroporto Petrônio Portela. A data proposta foi 1º de julho. O MOP conta com investimento de R$ 3,7 milhões e ampliará a área útil para embarque de 264 metros quadrados para 828 metros quadrados; a área de desembarque, de 240 para 605 metros quadrados; e o número de boxes para check-in, de 11 para 16.

Por: Da Redao

Deixe um comentário

Tópicos infraero avalia terrenos aeroporto teresina,

Veja também

há 13 horas
Florentino Filho, presidente do Sindicato dos Engenheiros, afirma população será prejudicada por 'série de erros'.
há 14 horas
Segundo o presidente da OAB-PI, Willian Guimarães, o objetivo da ação é levar qualificação jurídica aos profissionais de todo o Estado.
há 15 horas
Prefeitura atendeu recomendação do Ministério Público Estadual.
há 19 horas
Medida beneficiará cerca de 3800 aposentados e pensionistas do município.