Portal O Dia
  • Portal O Dia /
  • Piauí /
  • Ex-beneficiária do Bolsa Família vira empresária de joias, graças à opala de Pedro II

Ex-beneficiária do Bolsa Família vira empresária de joias, graças à opala de Pedro II

Osmarina Uchôa fez curso de joalheria e montou sua própria loja no município

24/06/2011 14:13

Em 2006, a dona de casa Osmarina Uchôa começou a receber R$ 120 mensais do Programa Bolsa Família, destinado a famílias miseráveis. O dinheiro servia para ajudar o marido a sustentar a família, que conta com dois filhos. "Ele tirava menos de um salário mínimo por mês e nossa situação era muito difícil, passávamos necessidade mesmo", conta.

No ano seguinte, Osmarina começou a fazer um curso de ourivesaria patrocinado pela Prefeitura de Pedro II (município localizado a 217 Km de Teresina) e pelo Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae); e percebeu que seus conhecimentos poderiam ajudar o marido a agregar valor na opala que lapidava, em uma das 20 minas no município. Assim que as primeiras peças ficaram prontas, rapidamente foram comercializadas e a nova empreendedora viu que seria uma maneira de melhorar de vida.

Osmarina Uchôa é especialista em ourivesaria, a arte em fabricar joias (Fotos: Jailson Soares/Portal O DIA)

À medida que a procura foi aumentando, Osmarina subia a produção até, que, em 2008, já com uma renda bem maior, decidiu se desligar do Bolsa Família. "Eu já não precisava mais. Lembro, com muita emoção, do dia em que eu fui deixar meu cartão na Prefeitura. Com certeza, tinha alguém que tinha uma necessidade que não era mais a minha", conta.

No ano passado, Osmarina abriu uma joalheria na avenida principal de Pedro II. Vendeu tanto que já pensa em abrir uma filial. No estande que montou na feira de artesanato durante o Festival de Inverno, que acontece até domingo (26), a procura sem tido intensa. "A procura aqui na feira está sendo maior do que eu esperava. Por isso, quero abrir uma segunda loja no próximo ano", diz a ex-beneficiária do Bolsa Família.

O estande da joalheria montada na Praça, durante o Festival de Inverno, está tendo procura acima da expectativa

Hoje, Osmarina emprega uma pessoa na sua joalheira e, consequetemente, gerou empregou também na principal fonte de renda do marido, que é a lapidaria. "Ele contratou três pessoas para ajudá-lo na lapidação, porque a gente precisava de mais matéria-prima", explica. Pode-se dizer que a joalheria Pedra Jóia, empresa de Osmarina, emprega hoje quatro pessoas, além de dar melhoria de qualidade de vida para a família da microempresária. "Hoje, tenho carro, moto e uma casa bem melhor que a do passado", conclui.

Por: Robert Pedrosa - Direto em Pedro II

Deixe um comentário

Tópicos Pedro II Festival de Inverno joalheria Bolsa Família,

Veja também

há 16 horas
Gustavo Moura se afogou no último domingo em Floriano. Esse é o segundo caso em dois dias.
há 17 horas
Altos: outro paciente que realmente esperava pela ambulância teve complicações em seu quadro.
há 17 horas
A denúncia chegou ao site através do Sinpoljuspi (Sindicato dos Agentes Penitenciários).
há 20 horas
Dados do Ministério Público do Trabalho apontam ainda que 16 empresas piauienses constam na “lista suja” do trabalho escravo