• Patrimonio preco justo 2016

Conselho de Segurança da ONU aprova sanções à Coreia do Norte devido a lançamento de míssil

Conselho de Segurança da ONU aprova sanções à Coreia do Norte devido a lançamento de míssil

16/04/2012 14:20h

 

Brasília –  O Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU) reforçou hoje (16) as sanções à Coreia do Norte. Na semana passada, os norte-coreanos lançaram um míssil de longo alcance – mas a tentativa foi frustrada. Segundo eles, o objetivo é apenas monitorar o espaço aéreo. Para a comunidade internacional, o satélite acoplado ao foguete é uma ameaça, pois tem fins nucleares e militares. As autoridades da Coreia do Norte negam as suspeitas.

Os 15 integrantes do conselho – cinco permanentes e dez provisórios – apoiaram de forma unânime as sanções que determinarão restrições aos bens de indivíduos e empresas norte-coreanas. A relação com os nomes deverá ficar pronta em duas semanas.

Na declaração, o conselho condena de forma veemente o lançamento do foguete classificando o ato como “grave violação” das resoluções da ONU que proíbem que a Coreia do Norte mantenha “qualquer atividade nuclear ou militar”. No comunicado, o conselho diz lamentar que o episódio tenha provocado preocupações na região.

O texto exige ainda que a Coreia do Norte não faça mais testes e abandone o programa de armamento nuclear. De acordo com a declaração, o Conselho de Segurança promete reagir de forma mais incisiva se a Coreia do Norte mantiver a decisão de lançar foguetes e o programa nuclear.

Depois de testes nucleares feitos pelos norte-coreanos, em 2006 e 2009, a Coreia do Norte foi submetida a uma série de restrições por parte da comunidade internacional. A Coreia do Norte está proibida de comercializar qualquer material nuclear e militar, assim como fazer testes nas duas áreas.

 

Fonte: Agência Brasil

Deixe seu comentário

Tags:


Notícias Relacionadas

Comitê Olímpico dos EUA nega orientação contra Olimpíadas por zika

Imprensa havia divulgado que assunto foi discutido em teleconferência. 'Não vamos evitar atletas compitam por seu país', disse porta-voz.

há 12 horas

O agricultor que foi de falido a milionário com batatas de luxo; veja caso

William Chase mudou sua sorte após apostar em batatinhas fritas artesanais e introduzir produto na Grã-Bretanha.

há 12 horas

Hacker expõe dados de 20 mil funcionários e agentes do FBI

Os dados foram colocados na web por um usuário do Twitter.

há 18 horas

Cientistas investigam possível morte causada por meteorito na Índia

Pedra azul-escura foi encontrada no local onde motorista foi atingido. Se causa for confirmada, morte será a primeira do tipo em quase 200 anos.

há 1 dia