Portal O Dia

Policial civil assume Delegacia de Corrente

O policial civil Osvino Queiroz Timóteu, que já tem experiência como delegado de Curralinhos, foi nomeado para assumir a Delegacia de Corrente. A portaria foi assinada pelo delegado geral da Polícia Civil, James Guerra.

02/08/2009 03:27

O policial civil Osvino Queiroz Timóteu, que já tem experiência como delegado de Curralinhos, foi nomeado para assumir a Delegacia de Corrente. A portaria foi assinada pelo delegado geral da Polícia Civil, James Guerra.

A cidade de Corrente foi alvo de várias operações por parte do grupo Força Tarefa Especial coordenado pelos delegados Evaldo Farias e Francisco Rodrigues. Foram presas mais de 50 pessoas em pouco mais de um mês, inclusive membros do PCC e até um cabo da PM que ocupava o cargo de delegado e outros cinco militares da Companhia da PM.

O tráfico interestadual de drogas estava crescendo na região. Maconha era levada para Brasília e São Paulo e os traficantes levavam crack para ser vendida em Corrente. Até mesmo um advogado acusado de ter incentivado o tráfico de drogas na região foi preso por policiais do grupo Força Tarefa.

O policial civil Osvino vai substituir o cabo Antônio Silvestre, que foi preso por determinação
do Juiz, João Antônio Bittencourt Braga Neto. Ele tomará posse amanhã e terá a missão de prosseguir os trabalhos do grupo Força Tarefa.

Experiente no combate às drogas, pois atuou na Delegacia de Entorpecentes e foi instrutor de tiros na Acadepol. Osvino também fazia palestras sobre prevenção às drogas em colégios da capital. Fonte: Jornal O DIA
Edição: Portal O Dia
Repórter: Portal O Dia

Deixe um comentário

Tópicos

Veja também

há 6 horas
A aeronave já foi encontrada no chão, com um pedaço da asa quebrada.
há 12 horas
Meios de comunicação terão que assinar Termo de Ajuste e Conduta.
há 16 horas
Emanuel José Rodrigues de Melo teve cortes nas mãos, joelho, braços e pescoço. Primeira hipótese é que crime tenha sido latrocínio.
há 18 horas
Sindicato dos Servidores do Judiciário quer apoio dos demais funcionários à greve nacional.