Portal O Dia

Leilão da Emgerpi vende mais casas em Teresina

A Empresa de Gestão de Recursos do Piauí (Emgerpi) realizou, nesta segunda-feira (16), a terceira praça do Leilão Público de Imóveis recuperados a partir da inadimplência dos mutuários. Das 33 casas que formavam a lista, 10% delas foram vendidas a

16/03/2009 16:31

A Empresa de Gestão de Recursos do Piauí (Emgerpi) realizou, nesta segunda-feira (16), a terceira praça do Leilão Público de Imóveis recuperados a partir da inadimplência dos mutuários. Das 33 casas que formavam a lista, 10% delas foram vendidas a preços abaixo do mercado.

As vendas aconteceram no auditório da Associação Industrial do Piauí (AIP). Os imóveis vendidos são de Teresina e pertenciam a mutuários que negociaram a dívida através de acordos feitos com a Emgerpi, mas atrasaram duas prestações seguidas ou três alternadas. Com isso, automaticamente, o contrato foi cancelado e a dívida voltou à situação anterior ao pacto.

Uma das casas vendidas nesta segunda-feira situa-se no Conjunto Bela Vista I. Em junho do ano passado, a Emgerpi divulgou uma portaria dando um mês de prazo para os mutuários desse bairro negociarem ou mesmo quitarem sua dívida, nas seguintes condições: à vista, o pagamento era de R$ 1.060,00, e quem preferisse o parcelamento assumiria o débito de R$ 2.500,00, que poderiam ser pagos em até 100 vezes.

A portaria ainda beneficiava quem estava adimplente e não possuía parcelas em aberto. Neste caso, o mutuário quitava a sua casa com o pagamento de uma taxa administrativa de R$ 190,00. A casa no Conjunto Bela Vista foi arrematada no leilão por R$ 27.700,00.

Este é o terceiro leilão realizado pela Emgerpi, sendo o primeiro de 2009. Foi iniciado no dia 9 de março e hoje foi realizada sua terceira praça. Inicialmente, mais de 120 pessoas foram chamadas a comparecer, em até 48 horas antes do início do leilão, à Casa dos Mutuários para regularizar sua situação. As negociações seguiram até as 13 horas do dia 7 de março, resultando em uma lista de apenas 40 imóveis, que foram postos à venda.

A Emgerpi cancelou a venda dos imóveis cujos arrematantes não efetuaram o pagamento do bem. Estas casas voltaram para a lista do leilão. Até o início dos trabalhos, na manhã desta segunda-feira, a Emgerpi não havia recebido nenhuma liminar ordenando a retirada dos imóveis do leilão, mas reafirma que qualquer ordem judicial será obedecida.

As casas que não foram vendidas nesta terceira praça do Leilão Público da Emgerpi serão vendidas, através do mesmo processo, em data a ser estabelecida.
Fonte: CCOM
Edição: Portal O Dia
Por: Portal O Dia

Deixe um comentário

Tópicos

Veja também

há 1 dia
Os supermercados irão abrir como em qualquer outro domingo, das 7h às 22h. Já os shoppings da capital ainda não informaram seu funcionamento
há 1 dia
O total já ultrapassa a quantia de US$ 219 milhões.
há 1 dia
Sindicato repudia determinação da diretoria regional dos Correios, que aumentou o intervalo de abertura dos cofres para 45 minutos.
há 1 dia
Missa da Misericórdia reunirá milhares de fieis na Igreja da Primavera.