Portal O Dia
  • Portal O Dia /
  • Esporte /
  • Patrícia Amorim é convidada para ser chefe da seleção em Londres

Patrícia Amorim é convidada para ser chefe da seleção em Londres

O anúncio foi feito pelo substituto de Ricardo Teixeira, José Maria Marin

09/04/2012 18:25

A presidente do Flamengo, Patrícia Amorim, foi escolhida pela CBF para ser a chefe da delegação da Seleção Brasileira de futebol feminino nos Jogos Olímpicos de Londres neste ano. O anúncio foi feito pelo substituto de Ricardo Teixeira, José Maria Marin, em uma entrevista coletiva nesta segunda-feira na sede da entidade, mas Patrícia afirmou que ainda vai pensar se aceitará ou não.

- É uma sensibilidade muito grande, mas o senhor sabe que a prioridade é o Flamengo. Já estamos ajudando a Seleção olímpica e para nós é uma honra. Receber esse convite me sensibiliza, mas preciso pensar, o Fla é prioridade. Tenho certeza que em julho estará tudo tranquilo - disse a dirigente.

O chefe da delegação do futebol masculino será o presidente da federação de futebol de Santa Catarina, Delfim Peixoto. Na Copa do Mundo de 2010, o cargo ficou com o então presidente do Corinthians, Andrés Sanches, atual diretor de Seleções da CBF.

- Quero agradecer a confiança que depositaram em mim para chefiar a delegação nas Olimpíadas e tentar trazer para o Brasil o único titulo que não temos. Tenho que lembrar que isso não é uma novidade, pois chefiei delegações sub-15, sub-20 e até a principal com o Ricardo Teixeira. Digo ao presidente que nas atribuições que são parte do meu trabalho tudo faremos. O grupo é muito competente - afirmou Delfim.

O torneio de futebol olímpico será disputado entre os dias 25 de julho e 11 de agosto em seis sedes: Millennium Stadium (País de Gales), Old Trafford (Manchester), St. James Park (Newcastle), Hampden Park (Glasgow), City of Coventry (Coventry) e Wembley (Londres).

Os torneios terão 16 seleções masculinas (Grã-Bretanha, Coreia do Sul, Japão, Emirados Árabes, Gabão, Marrocos, Egito, México, Honduras, Brasil, Uruguai, Nova Zelândia, Espanha, Suíca, Bielorrússia e o vencedor da repescagem entre Omã e Senegal) e 12 femininas (Grã-Bretanha, Japão, Coreia do Norte, África do Sul, Camarões, EUA, Canadá, Brasil, Colômbia, Nova Zelândia, Suécia e França).

Em março, o técnico Mano Menezes anunciou uma pré-lista com 52 nomes para as Olimpíadas. A relação final com 18 nomes será divulgada no dia 6 de julho, mas antes, em 8 de junho, o treinador ainda diminuirá para 35 jogadores. O comandante da Seleção feminina é Jorge Barcellos.

Fonte: G1

Deixe um comentário

Tópicos Patrícia Amorin Olimpíadas Londres Flamengo,

Veja também

há 11 horas
Goleiro foi o alvo de cinegrafistas e fotógrafos, mas não mudou a rotina por conta do maior assédio após ser vítima de injúria racial. No final, ele atendeu garotada
há 12 horas
Recém eleito melhor jogador europeu, o português vem sofrendo com lesões desde o final da temporada passada
há 13 horas
O maior campeão da Terra da Rainha segue sem vitórias na atual edição do torneio
há 13 horas
A meta vem sendo mantida, mas utilizada com blocos de quatro jogos na competição