Portal O Dia
  • Portal O Dia /
  • Concursos /
  • Polícia Federal: Preparação para prova física deve começar antecipadamente

Polícia Federal: Preparação para prova física deve começar antecipadamente

Candidatos devem ter bom condicionamento físico e tranquilidade para fazer as provas.

10/08/2009 08:15

Status, estabilidade e salário inicial de mais de sete mil reais. Ter um emprego que ofereça tudo isso é o sonho de muita gente que está se inscrevendo no concurso da Polícia Federal, que abre 600 vagas de agente e escrivão para os estados da Amazônia Legal e Mato Grosso do Sul. Mas, para alcançá-lo, não basta estudar muito e ter domínio das áreas do Direito, Informática e Português. É preciso ir além disso, tendo condições de passar no teste físico, que tem assustado muitos concurseiros.

Faltam menos de dois meses para a prova teórica, e a prova física é realizada um mês depois. Portanto, resta pouco tempo para preparação, apesar de a Polícia Federal informar que a instituição não exige condicionamento de atleta. A necessidade se dá por conta do alto índice de reprovação que costuma acontecer nesta etapa.

A prova reúne: teste em barra física, teste de impulsão horizontal, teste de corrida de 12 minutos e teste de natação (50 metros). De acordo com o edital da Polícia Federal, o exame de aptidão física obedece esta ordem e é aplicado de forma subsequente com intervalo mínimo de cinco minutos entre um e outro.

Especialista em Educação Física, o capitão Fábio Abreu, da Polícia Militar do Piauí, orienta os concurseiros sobre a prova que será exigida pela PF: “A primeira preparação deve ser a psicológica. Muita gente perde por causa deste ponto, até se prepara para fazer os exercícios, mas na hora não consegue”.

Outros candidatos deixam para se prepararem depois do resultado da prova teórica, quando já resta pouco tempo para o teste. “Eu aconselho todos os candidatos a lerem e entenderem o que o edital pede sobre cada fase da prova física. Se é preciso fazer barra, tem que treinar na barra, do jeito que o edital manda”, orienta o especialista.

Capitão Abreu sugere que os estudantes se preparem desde já para o teste físico, mesmo que isso implique retirar algum tempo que poderia servir para estudar as questões teóricas.

Antes e até no dia da prova, ele diz ainda que é necessário cuidar da alimentação, se possível, buscando orientações de um nutricionista, para que o candidato emagreça o que for necessário, mas sem prejudicar sua saúde.

Por fim, capitão Abreu lembra que os candidatos devem estar vestidos adequadamente para o teste físico, usando tênis adequado e roupas leves.

O edital é bastante detalhado quanto cada etapa da prova física. Por isso, o candidato deve ler e entender como se faz cada exercício. O teste em barra física, por exemplo, começa quando é dado o comando “em posição”. Neste momento, o candidato deverá dependurar-se na barra, com pegada livre (pronação ou supinação) e cotovelos estendidos, podendo receber ajuda para atingir essa posição, devendo manter o corpo na vertical e sem contato com o solo e com as barras de sustentação laterais.

Ao comando “iniciar”, o candidato deve flexionar simultaneamente os cotovelos até o queixo ultrapassar a parte superior da barra. Em seguida estenderá novamente os cotovelos até a posição inicial. Segundo o edital, o movimento só será considerado completo após a total extensão dos cotovelos; e a não extensão total dos cotovelos antes do início de uma nova execução será considerada um movimento incorreto, não sendo computado no desempenho do candidato.
Fonte: Pollyana Rocha/ Jornal O Dia
Edição: Portal O Dia
Repórter: Portal O Dia

Deixe um comentário

Tópicos

Veja também

há 15 horas
São Gonçalo do Piauí - PI retifica concurso 001/2014 com 34 vagas
há 3 dias
PRR da 3ª Região adia provas de quatro seletivas e mantém uma em vigor - 156 vagas de estágio
há 3 dias
Exército Brasileiro seleciona profissionais para prestação de serviço voluntário
há 3 dias
Prefeitura de Monsenhor Gil - PI abre vagas para Alfabetizador no PBA