• Águas de Teresina
  • assinatura jornal

Após repercussão, Temer cancela licitação para comida de avião

500 potes de Häagen-Dazs e 1,5 t de torta de chocolate estavam entre os itens.

28/12/2016 07:37h - Atualizado em 28/12/2016 07:41h

Após a forte repercussão negativa, o Palácio do Planalto decidiu, na tarde desta terça-feira (27) cancelar a licitação, orçada em R$ 1,75 milhão, para comprar alimentos para os aviões que atendem a Presidência da República.

Para o café da manhã de Temer, com o nome "Breakfast PR", estavam encomendados 200 cafés da manhã prontos, ao custo de R$ 96 cada, com presunto de parma e queijos brie, provolone e muçarela de búfala.

O que mais surpreendia, no entanto, eram as compras da marca americana se sorveteHäagen-Dazs: 500 potinhos, totalizando R$ 7.500. Também foram pedidos 50 Cornetos, 50 picolés Tablitos, 50 Chicabons, 50 Eskibons e 50 Frutillys. E ainda 300 picolés sem lactose. 

O maior gasto era com tortas de chocolate: uma tonelada e meia de torta, ao custo total de R$ 96 mil (o que dá 4,11 kg por dia). O Planalto também havia encomendado 120 potes de Nutella, a R$ 34 cada um. Havia ainda quatro tipos de açúcar, seis tipos de iogurte e seis tipos de geleia. Só de geleia, seriam gastos R$ 27.500. Seriam gastos ainda R$ 1.600 com sal do Himalaia. De acordo com a licitação, o sanduíche de mortadela era cotado a R$ 16,45.

Fonte: Jornal do Brasil

Deixe seu comentário