• Patrimônio 09/17
  • Unimed
  • assinatura jornal

Dr. Hélio destaca criação da Associação de Proteção e Assistência aos Condenados

Dr. Hélio destaca criação da Associação de Proteção e Assistência aos Condenados

13/09/2017 14:15h

 

O deputado Dr. Hélio (PR) afirmou hoje (13) que a primeira unidade da Associação de Proteção e Assistência aos Condenados no Piauí deverá ser inaugurada no início de 2018, no prédio de uma escola no bairro Mocambinho. Segundo ele, a escola está fechada e será cedida pela Secretaria de Educação para as adaptações necessárias.
“A Apac é o melhor caminho alternativo que dispomos para ressocializar os apenados, onde não existe segurança armada, não existe agente penitenciário e são os próprios presos que tomam conta da instituição, em um sistema de gestão compartilhada”, frisou.
O parlamentar afirmou que enquanto no sistema prisional um preso custa cerca de R$ 3 mil por mês, na Apac a despesa é de apenas R$ 1 mil, com 100% dos internos trabalhando e estudando e com um índice de reincidência que chega perto de zero. “Não tem rebelião, não tem morte. Todos são unânimes em dizer que esta é a melhor forma para solucionar o problema”, garantiu.
Em aparte, o deputado Aluísio Martins (PT) disse que o objetivo do sistema carcerário seria recuperar o preso, mas ele termina saindo pior do que quando entrou. Informou também que a penitenciária Nelson Mandela, que será inaugurada no próximo mês em Campo Maior, deverá seguir o mesmo sistema da Apac, porém é necessário endurecer as leis porque elas permitem muitos recursos para quem tem melhores condições financeiras.
Também em aparte, o deputado Dr. Pessoa (PSD) disse que é preciso trabalhar a família e a escola, pois é na base que o cidadão é formado. Ele considera correto o sistema da Apac e acredita que ele deve ser implantado não apenas em Teresina, mas em todas as regiões do Estado.
Em outra parte do seu pronunciamento, Dr. Hélio disse que esteve ontem em Parnaíba em companhia do secretário de Saúde, Florentino Neto, e do diretor do CEIR, Mauro Eduardo, para a implantação de ações no setor da saúde. Segundo ele, foi lançado o programa Passo a Frente, que pretende distribuir cerca de mil próteses e calçados a deficientes físicos até o próximo ano. “Estivemos também nas obras do CEIR que estão em estado avançado. O prédio deve ser inaugurado em 2018 para atender mil pessoas por mês”, afirmou.
Durvalino Leal


O deputado estadual Dr. Hélio Oliveira (PR) afirmou hoje (13) que a primeira unidade da Associação de Proteção e Assistência aos Condenados no Piauí deverá ser inaugurada no início de 2018, no prédio de uma escola no bairro Mocambinho. Segundo ele, a escola está fechada e será cedida pela Secretaria de Educação para as adaptações necessárias.

“A Apac é o melhor caminho alternativo que dispomos para ressocializar os apenados, onde não existe segurança armada, não existe agente penitenciário e são os próprios presos que tomam conta da instituição, em um sistema de gestão compartilhada”, frisou.

O parlamentar afirmou que enquanto no sistema prisional um preso custa cerca de R$ 3 mil por mês, na Apac a despesa é de apenas R$ 1 mil, com 100% dos internos trabalhando e estudando e com um índice de reincidência que chega perto de zero. “Não tem rebelião, não tem morte. Todos são unânimes em dizer que esta é a melhor forma para solucionar o problema”, garantiu.

O deputado Aluísio Martins (PT), em aparte, afirmou que o objetivo do sistema carcerário seria recuperar o preso, mas ele termina saindo pior do que quando entrou. Informou também que a penitenciária Nelson Mandela, que será inaugurada no próximo mês em Campo Maior, deverá seguir o mesmo sistema da Apac, porém é necessário endurecer as leis porque elas permitem muitos recursos para quem tem melhores condições financeiras.

Também em aparte, o deputado Dr. Pessoa (PSD) disse que é preciso trabalhar a família e a escola, pois é na base que o cidadão é formado. Ele considera correto o sistema da Apac e acredita que ele deve ser implantado não apenas em Teresina, mas em todas as regiões do Estado.

Em outra parte do seu pronunciamento, Dr. Hélio lembrou que esteve ontem em Parnaíba em companhia do secretário de Saúde, Florentino Neto, e do diretor do CEIR, Mauro Eduardo, para a implantação de ações no setor da saúde. Segundo ele, foi lançado o programa Passo a Frente, que pretende distribuir cerca de mil próteses e calçados a deficientes físicos até o próximo ano. “Estivemos também nas obras do CEIR que estão em estado avançado. O prédio deve ser inaugurado em 2018 para atender mil pessoas por mês”, afirmou.

Texto: Durvalino Leal
Foto: Caio Bruno
Edição: Paulo Pincel


Fonte: Alepi Fonte: Alepi

Deixe seu comentário