• Patrimônio 09/17
  • Unimed
  • assinatura jornal
Pedro II

Novos poços tubulares vão reforçar abastecimento d’água em Pedro II

O encontro foi realizado na sede da Agespisa em Teresina.

12/09/2017 19:50h - Atualizado em 12/09/2017 19:57h

A fim de discutir a solução para o abastecimento d’água em Pedro II, que está comprometido devido ao baixo volume de águas do Açude Joana, o secretário de Governo, Merlong Solano, recebeu e se reuniu na tarde da última segunda-feira (11-09), com o secretário de Estado da Defesa Civil, Hélio Isaías; o presidente da Agespisa, Emanuel Bonfim; o prefeito de Pedro II, Alvimar Martins; e o deputado estadual Wilson Brandão. O encontro foi realizado na sede da Agespisa em Teresina.

De acordo com Merlong Solano, a boa notícia é que, nesta quarta-feira (13-09), mais dois poços tubulares serão colocados em operação no município. “Com isso, serão injetados mais 42 mil litros de água por hora na rede de abastecimento, que, somados aos 50 mil litros por hora já distribuídos incrementarão no fornecimento em Pedro II”, informou o gestor.

O Secretário de Governo reconheceu que a medida ainda não será capaz de resolver 100% a crise hídrica no município, por isso, o governo está tomando outras providências, como a perfuração de novos poços e a conscientização da população para a importância de não desperdiçar água. “A distribuição em Pedro II é irregular, a água chega primeiro nas áreas mais baixas da cidade, por isso a necessidade de conscientização para evitar o desperdício de água, para que esta possa chegar às áreas mais altas, sem prejuízo à população que vive nessa parte da cidade”, explicou Merlong Solano.

Segundo informou o presidente da Agespisa, Emanuel do Bonfim, técnicos do órgão estiveram em Pedro II para diagnosticar quais providências imediatas ainda poderão ser tomadas. “Estamos imbuídos de um propósito de dá solução emergencial que a cidade de Pedro II está precisando ter”, disse o presidente.

O deputado estadual, Wilson Brandão disse que a reunião foi bastante proveitosa e que várias alternativas foram apontadas já que todos estão dedicados em resolver esse problema. ”Foi uma reunião absolutamente técnica, onde todos que participaram estão imbuídos do mesmo propósito, unindo as forças políticas representativas de Pedro II para que a gente possa buscar as alternativas que estão colocadas para a solução do problema”, disse Wilson Brandão.

Os pedrossegundenses torcem para que as alternativas sejam colocadas em prática e que mesmo sendo de forma gradativa, possam trazer mais tranquilidade a população que já clama diuturnamente por água.







Com informações do pi.gov

Por: Eudes Martins

Deixe seu comentário