• VIP TAXI teresina
  • bbrock
  • assinatura jornal

Notícias Esperantina

29 de maio de 2017

Mercado público de Esperantina tem 82% das obras construídas

Mercado público de Esperantina tem 82% das obras construídas

As obras de reforma e ampliação do mercado público municipal da cidade de Esperantina está com cerca de 82% das obras construídas e deverá ser entregue durante a realização do festival do peixe da cidade em julho.

A deputada e secretaria de infraestrutura do estado Jannaina Marques  esteve visitando ontem (25), visitando as obras ao lado da prefeita Vilma Amorim e dos vereadores Alcione e Denival e cobrou celeridade na conclusão das obras.

De acordo com a deputada ficou acertado com a construtora que a obra vai ser acelerada com a contratação de mais mão- de-obra para que dentro do prazo estipulado a obra seja entregue pelo governador Wellington Dias.

‘Nós estamos aqui hoje acertando com a prefeita Vilma Amorim a conclusão desta obra que já está com 82% das obras prontas, faltando parte de piso e pintura e temos a garantia do engenheiro responsável pela obra que será concluída dentro do prazo estabelecido pelo cronograma e se Deus quiser a população desta cidade vai ter volta seu mercado, amplo e mais bonito”. Disse a deputa.

A prefeita Vilma Amorim observou alguns detalhes na conclusão da obra e reivindicou fosse alterado alguns pontos e foi prontamente atendida pela deputada que é um grade de proteção na parte lateral do mercado par garantir a segurança dos feirantes.

“Estou bastante otimista com o andamento das obras, agora com esta nova visita da deputada Jannaina Marques, podemos ter a certeza da conclusão do mercado para que a população possa desfrutar desta bela obra”. Falou a prefeita. 

A obra está sendo executada com emenda do ex-deputado Marllos Sampaio e do governo do estado do Piauí, através da secretaria de infraestrutura.

22 de maio de 2017

Dia 25 de maio acontecerá a Conferência Municipal de Saneamento Básico

Dia 25 de maio acontecerá a Conferência Municipal de Saneamento Básico

Há mais de 03 anos a prefeitura municipal de Esperantina está elaborando o seu Plano Municipal de Saneamento Básico. O plano visa à regularização, organização e planejamento dos serviços de abastecimento de água, esgotamento sanitário, drenagem urbana e manejo de resíduos sólidos, bem como enquadrar o município de Esperantina nas diretrizes básicas da lei número 11.445/2007 (que é a lei da política nacional de saneamento básico).

Chegou então a hora da população de Esperantina, conhecer o seu PLANO MUNICIPAL DE SANEAMENTO BÁSICO, para tanto, a prefeitura convoca toda a população a participar da conferencia municipal de saneamento básico, a ser realizada no dia 25, de maio de 2017, no auditório da Biblioteca Municipal, a partir das 08h da manhã até às 5h da tarde. Na oportunidade será apresentado o plano de saneamento e as suas principais ações. Neste evento, a população além de conhecer o plano, poderá dar a sua opinião.

Não deixe de participar! Ninguém melhor do que você para falar dos principais problemas do seu bairro ou da sua comunidade.

Venha participar da conferencia municipal de saneamento básico de Esperantina e faça parte desta grande conquista do nosso município.

Segundo esta Lei o município deve elaborar o seu PLANO MUNICIPAL DE SANEAMENTO BÁSICO, com o objetivo de universalizar os serviços de saneamento, garantindo assim que toda a população tenha acesso, por exemplo, à água com qualidade em sua residência, serviços de limpeza pública, tanto em zona urbana como em zona rural.

Outro fato não menos importante é que através do PLANO MUNICIPAL DE SANEAMENTO BÁSICO, o município vai organizar e regularizar os serviços de limpeza pública, no que diz respeito ao atendimento da política nacional de resíduos sólidos, principalmente em relação ao controle da geração e destinação final dos resíduos sólidos urbanos e hospitalares, bem como no planejamento do município para a aquisição de um aterro sanitário, conforme orienta a lei 12.305/2010.

Para que o município conseguisse chegar às principais ações definidas no PLANO MUNICIPAL DE SANEAMENTO BÁSICO, foram realizadas diversas reuniões junto à população urbana e rural, com o objetivo de identificar os principais problemas apontados pela população, somando-se a isso, foram realizadas visitas de campo, para que fossem realizados os registros fotográficos das principais deficiências do município e pontuação da área.

Após estas visitas foram realizadas uma série de reuniões com os membros dos comitês de coordenação e comitê executivo, com o objetivo de definir os principais programas, projetos e ações que serão desenvolvidas no município de Esperantina ao longo de 20 anos, e por fim, foi enviada e aprovada na Câmara Municipal de Vereadores de Esperantina a Lei nº 1.335/2017 que institui a Política Municipal de Saneamento Básico no nosso município. 

Dentre as ações, merecem destaque:

•         Expansão do sistema de abastecimento de água na zona urbana e rural

•         Melhoria no tratamento da agua e manutenção das estruturas de abastecimento

•         Construção de um sistema de esgotamento sanitário do município

•         Aquisição de banheiros e fossas sépticas

•         Corrigir os principais pontos de alagamento do município (com construção de bueiros, galerias e passagens molhadas).

•         Construção de um aterro sanitário.

•         Implantação do programa de coleta seletiva

•         Programa de educação ambiental permanente para a conscientização da população, dentre outras tantas ações.

É importante destacar que todas as ações definidas no plano de saneamento são ações passiveis de convenio e/ou parceria com órgãos do governo federal. O PLANO MUNICIPAL DE SANEAMENTO BÁSICO orienta as ações do município, demonstrando quanto custa cada ação e aonde o município poderá buscar estes recursos, bem como em quanto tempo o município deverá executar cada ação.

O PLANO MUNICIPAL DE SANEAMENTO BÁSICO representa planejamento, investimento e melhoria da qualidade de vida de nossa população.


19 de maio de 2017

Esperantina vai as ruas e diz não a exploração de crianças e adolescentes

Esperantina vai as ruas e diz não a exploração e abusos de crianças e adolescentes

Na manhã desta quinta-feira, 18, milhares de pessoas saíram as ruas para dizer não a exploração e abuso de crianças e adolescentes.

O Dia Nacional de Combate ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes é lembrado nesta data.

A Prefeitura de Esperantina,através da Secretaria Municipal de Assistência e desenvolvimento Social, em parceria com as Secretarias de Educação,  de Saúde, CRAS, CREAS, CMDCA e Conselho Tutelar, promoveu várias atividades educativas com o objetivo de conscientizar a população sobre o tema.

O evento contou com a presença do vice-prefeito Janio Filho, da secretaria de assistência social Regina Vale, secretaria de saúde Elizângela Amorim e servidores municipais.

A Secretária  de Assistência Social, Regina Vale, disse que a data é para mobilizar, sensibilizar, informar e convocar toda a sociedade para participar da luta em defesa dos direitos sexuais de crianças e adolescentes.

Para ela, o momento é uma forma de associar a fragilidade de uma flor com a de uma criança. “O desenho também tem como objetivo proporcionar maior identificação junto à sociedade, proximidade e identificação com a causa“, disse.

O evento teve início na Praça Leônidas Melo contou com caminhada pelas principais ruas da cidade, acompanhadas pela banda de música Mestre Chico, até o CRAS, onde diversas atividades foram realizadas.

12 de maio de 2017

Shakira anuncia novo álbum, 'El Dorado', para 26 de maio

Cantora mostrou capa do álbum em suas redes sociais após propor desafio para os fãs.

A estrela do pop Shakira anunciou nesta quinta-feira, 11, que lançará um novo álbum no fim deste mês, no qual colocou pitadas de ritmos regionais latinos, como o reggaeton e a bachata.

A cantora colombiana, que está entre os artistas latinos mais vendidos de todos os tempos, anunciou a seus quase 45 milhões de seguidores no Twitter que seu 11º álbum de estúdio, "El Dorado", será lançado em 26 de maio.

Horas antes, ela propôs um desafio a seus fãs: que procurassem 64 imagens diferentes que, publicadas juntas, formariam a capa do álbum.

O título do álbum faz alusão à mítica cidade repleta de riquezas que os exploradores espanhóis procuravam em sua Colômbia natal.

A capa do disco, no entanto, é mais sombria: o rosto sério de Shakira surge atrás de um fundo creme.


Shakira mostra capa de CD (Foto: Reprodução)

Shakira lançou no ano passado a canção "Chantaje", que fala de tentação e desejo e interpreta em dueto com o 'reguetonero' colombiano Maluma.

O vídeo, no qual Shakira, de cabelo rosa, e Maluma dançam de forma sensual em uma espécie de discoteca clandestina escondida em uma loja indiana de comida, foi a peça em espanhol que superou mais rapidamente as 100 milhões de visualizações no site Vevo.

Shakira lançou no mês passado uma segunda canção, "Me enamoré", também com toques de reggaeton e na qual fala de sua relação com o jogador de futebol espanhol Gerard Piqué, com quem tem dois filhos. A música é a principal do disco.

"El Dorado" também inclui a popular "La bicicleta", que gravou em colaboração com Carlos Vives; "Deja vu", com Prince Royce; e "Comme Moi", com Black M. O álbum também trará uma segunda colaboração com Maluma e outras duas com Nicky Jam e a banda canadense Magic!.

O álbul parece marcar a volta da artista colombiana ao estilo do início de sua carreira. Seu último álbum, lançado em 2014, gravado na maior parte em inglês e intitulado simplesmente "Shakira", trouxe um estilo mais acústico e autoral.

08 de maio de 2017

Prefeita entrega abastecimento d'água a comunidade km 7

Prefeita Vilma Amorim entrega abastecimento d'água a comunidade km 7

Na tarde de ontem a prefeita Vilma Amorim acompanhada do presidente da câmara Manoel Filho, entregaram o sistema de abastecimento d’água para mais de 30 famílias na comunidade Km 7.

Em conversa com moradores a prefeita ouviu muitos agradecimentos pela obra realizada na comunidade.

“Eu conheço todas as famílias desta localidade e sei das dificuldades de água no período de estiagem de agosto a dezembro de todo ano, mas graças a nosso planejamento e organização financeira, estamos entregando esta obra importante para todos desta comunidade”. Falou a prefeita.

A obra foi realizada com recursos próprios do município e foram utilizados mais de 1400 metros de tubulação, e contou com a ajuda de uma máquina para escavar as valas para os serviços serem mais rápido.

O senhor Antonio de Carvalho morador da localidade falou que a luta foi grande e muitos anos de espera.

“Passava prefeito e entrava prefeito e as promessas continuavam, mas agora com a prefeita Vilma Amorim, nós conseguimos esta obra, a gente passava natal fim de ano, sem água e agora chegou cisterna e chegou água na nossa porta de casa”. Disse o morador.

O presidente da câmara Manoel Filho que acompanhou durante o dia a realização das obras junto com os moradores ficou bastante satisfeito com agilidade da prefeita Vilma Amorim em entregar a obra em tempo rápido.

“É uma obra muito importante para esta comunidade, pois só quem sofre a falta de água sabe da importância de obras como esta que leva água para casa das famílias, a prefeita Vilma Amorim prontamente atendeu o meu pedido em nome dos moradores e autorizou a secretaria de infraestrutura realizar o projeto e hoje estamos aqui vendo a felicidade destas famílias com água na torneira em suas casas”. Disse.

Além da água encanada a prefeita Vilma Amorim em parceria com a codevasf levou também cisternas de 16 mil litros de água para as famílias da localidade Km 7.

“Agora a gente pode dizer que o problema de falta de água foi solucionado, temos cisternas, água na porta de casa, no verão para conseguir água para beber era muito difícil, as crianças tinham que ir para escola as vezes até sem banhar, mas graças ao trabalho da prefeita Vilma, tudo isso vai ficar para trás”. Comentou a moradora Joana.

04 de maio de 2017

Prefeitura de Esperantina leva água a moradores do Km 7

Prefeitura de Esperantina leva água a moradores do Km 7

Cerca de 20 de famílias serão beneficiadas com o abastecimento de água na comunidade Km 7 na zona rural, pela prefeitura de Esperantina. O abastecimento de água daquela comunidade foi uma reivindicação do presidente da câmara vereador Manoel Filho.

Serão utilizados mais de 1400 metros de canos para levar água potável para os moradores que há anos tem que transportar água na cabeça. “É uma região muito importante de nosso município e muitos moradores há anos vinham solicitando a rede de abastecimento de água para suas casas, o poço já foi perfurado equipado e agora vamos levar água para todas as residências”. Afirmou a prefeita Vilma Amorim.

O vereador Manoel Filho esteve acompanhando a entrega dos canos na última sexta feira (28), juntamente com o secretário de infraestrutura Zé Germano e lideranças da comunidade. “Quero agradecer a prefeita Vilma Amorim por atender o nosso pedido em nome dos moradores desta comunidade, pois há anos eles vinham reivindicando este benefício e dentro alguns todos terão água em suas torneiras”, falou o presidente da câmara.

Para o líder comunitário Raimundo a obra vai melhorar de forma significativamente a vida das famílias do Km 7. “Só quem carregou água na cabeça em baldes ou em lata sabe a importância que tem chegar água em sua torneira dentro de casa, há anos que a gente espera e só agora na gestão da prefeita Vilma Amorim e com a ajuda do vereador Manoel Filho é que fomos lembrados”, afirmou. 

03 de maio de 2017

Cisternas mudam a realidade de moradores da zona rural

Cisternas mudam a realidade de moradores da zona rural de Esperantina

A prefeitura de Esperantina em parceria com a Codevasf – Companhia de Desenvolvimento do Vale do São Francisco e Parnaíba, estão levando mais de 1400 cisternas a localidades da zona rural através do programa água para todos. Já foram instaladas em várias comunidades cerca de 1036 cisternas que já estão abastecidas com a água das chuvas, com 16 mil litros de água.

Para a prefeita Vilma Amorim levar água para as famílias é dar dignidade aqueles que sofreram a vida inteira com a falta do líquido precioso até para beber. “Este é mais um projeto que tiramos do papel para atender a nossa comunidade, fico muito satisfeita em saber que mais de mil famílias já estão com as cisternas totalmente abastecidas e a certeza da garantia de água para beber no período de estiagem”, destacou.

Para o senhor Mateus morador da localidade Vila Bom Jesus na região do Mundo a dificuldade era muito grande no período do verão para conseguir água até para beber. “Graças a Deus agora tá bom, a gente no período do verão tinha que andar por vários quilômetros com o balde em bicicleta ou pagando uma pessoa para ter água em casa, nós temos água aqui de um poço mas não é boa para beber”, disse.

Para dona Albetiza a chegada das cisternas foi uma bênção de Deus para todos os moradores. “A gente ia pegar água em um poço muito distante puxando na gangorra com muitas dificuldades, no verão o poço secava, a gente tinha que ir de madrugada para achar um pouco, depois perfuram o poço na comunidade, melhorou a situação mas a água não era boa para o consumo, agora com esta cisterna que já está cheia o verão tá garantido com água boa”. frisou.

28 de abril de 2017

Prefeitura de Esperantina inicia produção de silagem

Prefeitura de Esperantina inicia produção de silagem

Teve inicio na última segunda feira  (24) os trabalhos de produção de silagem da prefeitura de Esperantina através da secretaria de desenvolvimento agrário que vai beneficiar um grande número de agricultores e criadores.

A secretaria de desenvolvimento agrário Inêz Monção informa que as pessoas interessadas na produção de silagem que a procurem para agendar a fabricação em suas propriedades na Cibrazém. “Este é mais um incetivo da prefeitura de Esperantina para os agricultores de nossa cidade,  sabemos que o período de estiagem é longo e agora no inverno vários produtos podem ser aproveitados e transformados em alimentos para os animais“, comentou.

A produção do silo é feito aproveitando o capim, cana, mandioca com raiz, caule e folhas do milho e outras culturas locais. 

Para prefeita Vilma Amorim este trabalho é muito importante pois garante ao homem do campo ter o alimento para seus animais por um bom período durante a estiagem. “Apesar do inverno ter sido bom com muita chuva em toda nossa região, e os pastos estão cheios, mas nós sabemos que o período de verão é grande e é preciso garantir a alimentação do rebanho dos criadores de nossa cidade”, disse.

Para o criador de animais o senhor Carlos Domingos o incentivo oferecido pela prefeitura de Esperantina é muito importante para todos os criadores de animais do município. "É uma ideia muito importante da prefeita Vilma Amorim para ajudar os criadores a guardar o alimento que temos a certeza que é de boa qualidade e nós vamos produzir cerca de 120 toneladas de silagem feita com milho e capim", afirmou.

19 de abril de 2017

Segurança do território dos cocais em debate na cidade de Esperantina

Segurança do território dos cocais em debate na cidade de Esperantina

A cidade de Esperantina sedia durante o dia de hoje (18), um evento da secretaria estadual de segurança pública que aconteceu na escola técnica Leonardo das Dores.

O evento intitulado como “Diálogos Territoriais: Segurança, participação e desenvolvimento sustentável, contou com a participação do secretario estadual de segurança Fábio Abreu, a prefeita Vilma Amorim, os prefeitos Marcos Henrique, João Messias, Manoel do Fernandim, Vilma lima e o prefeito de Pedro II Alvimar Andrade,o vice-prefeito de Esperantina Janio Filho, dos vereadores de Esperantina, Manoel Filho Filho, Alcione, Denival, Marcílio Farias, Junior Rodrigues, Domingos Luiz, Elismar Amorim de Morro do Chapéu e Marcelo Coleta de Pedro II e representantes da sociedade civil organizada.

Para o secretário de segurança Fábio Abreu o evento é muito importante para se ter um diagnóstico sobre a segurança pública em cada região e a participação da sociedade e do poder público é fundamental.

Nós estamos realizando este trabalho em todas as regiões para criar o nosso primeiro plano de segurança publica do estado do Piauí, hoje estamos na cidade de Esperantina reunindo todo este território com representantes dos municípios, representantes da sociedade organizada para debatermos um caminho para melhorar a segurança de nosso estado, isto não significa que não temos plano mas é que temos um plano emergencial, mas o que queremos é um plano para 10, 20 anos, queremos caraterizar melhor a necessidade de cada região, e dentro do debate vamos montar o plano de segurança, baseado em cada realidade”. Comentou Fábio Abreu.

Fabio Abreu falou da necessidade de efetivos para algumas regiões, mas já foi detectado em algumas regiões que o efetivo não é a prioridade, por isso este debate com a sociedade é que está sendo debatido nestas plenárias.

O secretario ainda falou que o investimento no social é muito importante. Nós já temos cerca de 13 mil crianças atendidas pelo pelotão mirim para prepararmos nossas crianças para se defenderem das drogas e também tem o Proerd que tem em Esperantina é fundamental para a prevenção da segurança da pública e estas acoes sociais são imprescindíveis.

Sistema de monitoramento eletrônico com câmeras nos municípios. A burocracia ainda atrapalha a implantação destes sistema nas cidades de nosso estado, em Esperantina temos um projeto que em breve queremos instalar aqui para melhorar a segurança da cidade”. Esperantina será sede do monitoramento de várias cidades por que aqui tem o quartel responsável pela segurança da região dos cocais. Finalizou o secretario.

A prefeita Vilma Amorim bastante preocupada com os índices de violências na cidade clamou ao secretário uma atenção melhor para a região. Nós vivemos uma insegurança em nossa região e nesta plenária queremos tirar  metas e ações para contemplar o plano estadual de segurança e com a participação dos entes públicos e da sociedade civil vamos discutir ideias para todo o estado do Piauí, a participação do secretario e do deputado Lima é muito importante, pois daqui eles terão a noção para encaminhar para aprovação o que pensa a sociedade e também os gestores públicos sobre a segurança de cada região. Falou.