• Patrimônio 10/17
  • Unimed
  • assinatura jornal

Notícias Amarante

23 de outubro de 2017

16 de outubro de 2017

11 de setembro de 2017

04 de setembro de 2017

22 de agosto de 2017

31 de julho de 2017

Inauguração de obras marca aniversário de 146 anos de Amarante

A Prefeitura está com uma programação especial para comemorar o aniversário

A Prefeitura de Amarante está com uma programação especial para comemorar o aniversário de emancipação política do município. De 31 de julho até 4 de agosto, a cidade receberá a inauguração de diversas obras e também o I Festival Cultural de Amarante, que contará com apresentações culturais e grandes atrações nacionais e regionais.

A quinta-feira, dia 3 de agosto, será reservada para a inauguração de importantes obras da Prefeitura: reformas do Terminal Rodoviário; do Ginásio Poliesportivo Mirandão; do Complexo Turístico Mirante; da Secretaria Municipal de Cultura; Academia de Saúde; e a ampliação de seis praças municipais.

“São locais que estavam abandonados e servindo para o crescimento da violência. A nossa terra Amarante é muito rica, temos um potencial turístico muito grande, então desde o início da nossa gestão nos preocupamos em melhorar ainda mais a nossa cidade e a vida das pessoas. Esse é um momento importante para explorar positivamente os nossos potenciais e mostrar todas as belezas e conquistas aos visitantes e moradores”, afirma o prefeito de Amarante, Diego Teixeira.

FESTIVAL CULTURAL  E SHOW DE TALENTOS

O I Festival Cultural de Amarante vai acontecer acontecerá na segunda-feira (31), na Avenida Desembargador Amaral, a partir das 21 horas, com atrações da música evangélica, católica e bandas de forró de renome nacional.

Na quarta-feira (2), haverá as apresentações culturais nas escolas do município. E no dia 4 de agosto, data em que Amarante completará 146 anos, haverá o concurso de Show de Talentos da Minha Terra, com premiação de R$ 2.000,00 para o primeiro colocado.

Inauguração de obras marca aniversário de 146 anos de Amarante

A Prefeitura está com uma programação especial para comemorar o aniversário

A Prefeitura de Amarante está com uma programação especial para comemorar o aniversário de emancipação política do município. De 31 de julho até 4 de agosto, a cidade receberá a inauguração de diversas obras e também o I Festival Cultural de Amarante, que contará com apresentações culturais e grandes atrações nacionais e regionais.

A quinta-feira, dia 3 de agosto, será reservada para a inauguração de importantes obras da Prefeitura: reformas do Terminal Rodoviário; do Ginásio Poliesportivo Mirandão; do Complexo Turístico Mirante; da Secretaria Municipal de Cultura; Academia de Saúde; e a ampliação de seis praças municipais.

“São locais que estavam abandonados e servindo para o crescimento da violência. A nossa terra Amarante é muito rica, temos um potencial turístico muito grande, então desde o início da nossa gestão nos preocupamos em melhorar ainda mais a nossa cidade e a vida das pessoas. Esse é um momento importante para explorar positivamente os nossos potenciais e mostrar todas as belezas e conquistas aos visitantes e moradores”, afirma o prefeito de Amarante, Diego Teixeira.

FESTIVAL CULTURAL  E SHOW DE TALENTOS

O I Festival Cultural de Amarante vai acontecer acontecerá na segunda-feira (31), na Avenida Desembargador Amaral, a partir das 21 horas, com atrações da música evangélica, católica e bandas de forró de renome nacional.

Na quarta-feira (2), haverá as apresentações culturais nas escolas do município. E no dia 4 de agosto, data em que Amarante completará 146 anos, haverá o concurso de Show de Talentos da Minha Terra, com premiação de R$ 2.000,00 para o primeiro colocado.

Inauguração de obras marca aniversário de 146 anos de Amarante

A Prefeitura está com uma programação especial para comemorar o aniversário

A Prefeitura de Amarante está com uma programação especial para comemorar o aniversário de emancipação política do município. De 31 de julho até 4 de agosto, a cidade receberá a inauguração de diversas obras e também o I Festival Cultural de Amarante, que contará com apresentações culturais e grandes atrações nacionais e regionais.

A quinta-feira, dia 3 de agosto, será reservada para a inauguração de importantes obras da Prefeitura: reformas do Terminal Rodoviário; do Ginásio Poliesportivo Mirandão; do Complexo Turístico Mirante; da Secretaria Municipal de Cultura; Academia de Saúde; e a ampliação de seis praças municipais.

“São locais que estavam abandonados e servindo para o crescimento da violência. A nossa terra Amarante é muito rica, temos um potencial turístico muito grande, então desde o início da nossa gestão nos preocupamos em melhorar ainda mais a nossa cidade e a vida das pessoas. Esse é um momento importante para explorar positivamente os nossos potenciais e mostrar todas as belezas e conquistas aos visitantes e moradores”, afirma o prefeito de Amarante, Diego Teixeira.

FESTIVAL CULTURAL  E SHOW DE TALENTOS

O I Festival Cultural de Amarante vai acontecer acontecerá na segunda-feira (31), na Avenida Desembargador Amaral, a partir das 21 horas, com atrações da música evangélica, católica e bandas de forró de renome nacional.

Na quarta-feira (2), haverá as apresentações culturais nas escolas do município. E no dia 4 de agosto, data em que Amarante completará 146 anos, haverá o concurso de Show de Talentos da Minha Terra, com premiação de R$ 2.000,00 para o primeiro colocado.

03 de julho de 2017

Seleção Master de Amarante empata em 2×2 com Seleção Brasileira de Master

Seleção Master de Amarante empata em 2×2 com Seleção Brasileira de Maste

Com dois gols, um de Fábio Cruz e outro de Adriano Leite, a Seleção Master de Amarante empatou com a Seleção Brasileira de Master no estádio Abimael Resende na tarde deste domingo (2).

Um gol anulado, feito por Fábio Cruz, levou ao delírio o grande público presente, e daria á seleção de Amarante a vitória de 3×2. “O juiz anulou um dos meus gols e não sabemos o porquê! Amarante provou que está muito bem”, disse Fábio Cruz. Os dois gols de Amarante aconteceram no segundo tempo.

Dos dois gols da Seleção Brasileira, um foi contra; o outro foi marcado pelo atleta Marcelo Ramos, ambos no primeiro tempo.

“Mesmo sendo uma confraternização, dentro do campo o jogo é valendo! A partida quando esquenta fica mais gostosa, mas quando acaba o jogo, acaba também a rivalidade”, reforçou o atleta de Amarante.

A troca de experiência foi muito boa, segundo o atleta Noel – da seleção de Amarante. “A troca de experiência foi muito boa. A maior dificuldade para nós foi o Edilson porque ele ainda está em forma.”

A Seleção Brasileira de Master entrou em campo, ao som da banda Nova Euterpe, por volta das 16h com Pilito, Ronaldão, Zenon, Júnior, Mauro Galvão, Marcelo Ramos, Edilson Capetinha, Paulo Sérgio, Tiago Vasconcelos, Ari e Paulo Roberto. O atleta Viola estava no comando do time.

Já a Seleção Master de Amarante começou a partida com Derlan, Nêgo, Antonio Luís, Noel, Lourinho, Bigó, Josa, Aluísio, Gilvan, Marcondes e Zé Vilarinho.

O atleta Viola disse ao SOMOS NOTÍCIA que o carinho na recepção em Amarante emocionou a todos da Seleção. “Sabemos o quanto é difícil juntar grandes atletas, razão pela qual quero parabenizar a administração de Amarante e ao empresário Ari por esta realização. Muitas cidades grandes não têm esse contato com os atletas. Estamos emocionados! Para nós foi gratificante porque o povo daqui é simples e carinhoso”.

Sabendo que Amarante objetiva resgatar o esporte, o atleta Paulo Vitor disse em entrevista que lamenta o descaso de anos que impediu o sonho de muitos jovens.

“A gente fica feliz, inicialmente, por termos sido bem recebidos na cidade de Amarante, mas lamentamos a situação do esporte que durante anos ficou adormecido no município. A gente espera que a nossa vinda alavanque o esporte de Amarante. Nós vimos as crianças jogando bola no estádio, e isso é bom! Nós viemos passar a mensagem para os dirigentes e para os jovens que todos podem sonhar e chegar a uma seleção brasileira”, disse Paulo Vitor.

O árbitro da partida, João Neto, traz consigo a experiência de dois anos em campo, mas, segundo ele, “o coração bateu mais forte” em apitar para os atletas nacionais. “Há um grande movimento na nossa cidade hoje por uma ação da Prefeitura Municipal e da Secretaria de Esportes. A sensação é diferente e o coração bate muito mais forte por arbitrar essa partida.”

A secretária de Esportes de Amarante, Lidiane Macêdo, deu as boas-vindas ao público e agradeceu aos atletas pelo apoio. “São ações que acontecem e transformam vidas. O sonho dos nossos jovens não pode ser interrompido pela falta de oportunidades. Nós, como gestão, temos esse papel de fomentar o esporte. O prefeito abraça essa causa e vem apoiando incondicionalmente a Secretaria de Esportes.”

O ex-atleta de Amarante, Joaceli Barbosa, que iria atuar pela Seleção Brasileira de Master considerou que a iniciativa é importante, mas lamentou não jogar ao lado de quem muito admirou ao longo dos anos.”Não vou jogar por problemas de saúde. Hoje vou atuar como torcedor e como apaixonado do futebol. Eu iria jogar com a Seleção Brasileira. A seleção não veio completa. Seria um prazer jogar com eles, mas, infelizmente, não pude”.

O atleta da Seleção Master de Amarante, Marcondes, em entrevista, fez um apelo à administração referindo-se ao futuro do esporte no município. “Eu estou achando muito bom esse trabalho do Diego Teixeira. A gente estava triste em ver o estádio esquecido. Para mim, retornar a essa praça é muito bom. Eu queria que a administração olhasse com bons olhos para o esporte e para esses talentos que temos. A gente quer que tudo isso vá para a frente ajudando a nossa classe pobre e sofrida, principalmente no futebol.”

O vereador Rogério Macêdo, também da organização da partida, afirmou que Amarante viveu neste domingo um momento ímpar na sua história. “Nunca ocorreu um evento como este na cidade de Amarante, com a presença de grandes atletas. A determinação do prefeito Diego é que nós resgatemos o esporte e, em especial, o futebol. A cidade de Amarante está de festa.”

O administrador do estádio, Zé do Né, disse estar feliz com a iniciativa da atual administração e também pela satisfação da população do município. “Estou feliz! É um trabalho árduo, mas é um objetivo alcançado, e todos estão interessados e satisfeitos. Por felicidade nossa temos um apoio tão convincente hoje. Pela primeira vez isso acontece em Amarante. É uma graça muito grande.”

A iniciativa, segundo o desportista José Silveira, tira os jovens de Amarante da ociosidade. “A iniciativa é perfeita. O que mais importa é que o esporte traz o que é bom e tira os jovens das drogas. Essa é uma excelente oportunidade em que o prefeito trouxe para todos os craques do passado de grandes clubes. Eu estou emocionado!”

Uma partida realizada antes do jogo oficial, reuniu jovens de Amarante e também de São Francisco do Maranhão. O prefeito Adelbarto Santos assegura que a partida pode gerar bons frutos para as duas cidades. “É muito importante esse encontro com os atletas. Toda e qualquer iniciativa que vise desenvolver a prática do esporte e melhorar a qualidade de vida das pessoas é fundamental para São Francisco e para Amarante. Nós, em São Francisco do Maranhão, temos uma coordenação muito boa sob o comando do Régis e do Geraldo. Eu acredito que teremos bons frutos com essa partida. Nós entendemos que temos uma prática muito boa, mas precisamos evoluir para o profissionalismo. Queremos mais pessoas em grandes times através dessas inciativas.”

O prefeito de Amarante, Diego Teixeira, falou ao público referindo-se à reabertura do estádio como um pontapé inicial para o resgate do futebol. “Quero dizer que é um orgulho recebermos todos vocês, dando um pontapé inicial do resgate do nosso futebol. O estádio estava fechado, e fizemos uma força tarefa para a realização desse evento. Sejam bem-vindos, o jogo é festivo e a gente espera que a população aproveite”.

O atleta Paulo Vitor oficializou a entrega de uma camisa da Seleção Brasileira sob forma de reconhecimento dos atletas da Seleção pela idealização e execução do evento. A doação da camisa foi feita ao gestor pelos campeões do mundo Edilson e Viola. “O resultado é o que menos interessa, o que mais interessa é o carinho a confraternização de todos”, encerrou Paulo Vitor.

Os atletas da Seleção Master de Amarante receberam de autoridades do município Certificados de Participação conferidos aos renomes da história do futebol local em reconhecimento à importante participação e contribuição ao futebol amarantino.

Seleção Master de Amarante empata em 2×2 com Seleção Brasileira de Master

Seleção Master de Amarante empata em 2×2 com Seleção Brasileira de Maste

Com dois gols, um de Fábio Cruz e outro de Adriano Leite, a Seleção Master de Amarante empatou com a Seleção Brasileira de Master no estádio Abimael Resende na tarde deste domingo (2).

Um gol anulado, feito por Fábio Cruz, levou ao delírio o grande público presente, e daria á seleção de Amarante a vitória de 3×2. “O juiz anulou um dos meus gols e não sabemos o porquê! Amarante provou que está muito bem”, disse Fábio Cruz. Os dois gols de Amarante aconteceram no segundo tempo.

Dos dois gols da Seleção Brasileira, um foi contra; o outro foi marcado pelo atleta Marcelo Ramos, ambos no primeiro tempo.

“Mesmo sendo uma confraternização, dentro do campo o jogo é valendo! A partida quando esquenta fica mais gostosa, mas quando acaba o jogo, acaba também a rivalidade”, reforçou o atleta de Amarante.

A troca de experiência foi muito boa, segundo o atleta Noel – da seleção de Amarante. “A troca de experiência foi muito boa. A maior dificuldade para nós foi o Edilson porque ele ainda está em forma.”

A Seleção Brasileira de Master entrou em campo, ao som da banda Nova Euterpe, por volta das 16h com Pilito, Ronaldão, Zenon, Júnior, Mauro Galvão, Marcelo Ramos, Edilson Capetinha, Paulo Sérgio, Tiago Vasconcelos, Ari e Paulo Roberto. O atleta Viola estava no comando do time.

Já a Seleção Master de Amarante começou a partida com Derlan, Nêgo, Antonio Luís, Noel, Lourinho, Bigó, Josa, Aluísio, Gilvan, Marcondes e Zé Vilarinho.

O atleta Viola disse ao SOMOS NOTÍCIA que o carinho na recepção em Amarante emocionou a todos da Seleção. “Sabemos o quanto é difícil juntar grandes atletas, razão pela qual quero parabenizar a administração de Amarante e ao empresário Ari por esta realização. Muitas cidades grandes não têm esse contato com os atletas. Estamos emocionados! Para nós foi gratificante porque o povo daqui é simples e carinhoso”.

Sabendo que Amarante objetiva resgatar o esporte, o atleta Paulo Vitor disse em entrevista que lamenta o descaso de anos que impediu o sonho de muitos jovens.

“A gente fica feliz, inicialmente, por termos sido bem recebidos na cidade de Amarante, mas lamentamos a situação do esporte que durante anos ficou adormecido no município. A gente espera que a nossa vinda alavanque o esporte de Amarante. Nós vimos as crianças jogando bola no estádio, e isso é bom! Nós viemos passar a mensagem para os dirigentes e para os jovens que todos podem sonhar e chegar a uma seleção brasileira”, disse Paulo Vitor.

O árbitro da partida, João Neto, traz consigo a experiência de dois anos em campo, mas, segundo ele, “o coração bateu mais forte” em apitar para os atletas nacionais. “Há um grande movimento na nossa cidade hoje por uma ação da Prefeitura Municipal e da Secretaria de Esportes. A sensação é diferente e o coração bate muito mais forte por arbitrar essa partida.”

A secretária de Esportes de Amarante, Lidiane Macêdo, deu as boas-vindas ao público e agradeceu aos atletas pelo apoio. “São ações que acontecem e transformam vidas. O sonho dos nossos jovens não pode ser interrompido pela falta de oportunidades. Nós, como gestão, temos esse papel de fomentar o esporte. O prefeito abraça essa causa e vem apoiando incondicionalmente a Secretaria de Esportes.”

O ex-atleta de Amarante, Joaceli Barbosa, que iria atuar pela Seleção Brasileira de Master considerou que a iniciativa é importante, mas lamentou não jogar ao lado de quem muito admirou ao longo dos anos.”Não vou jogar por problemas de saúde. Hoje vou atuar como torcedor e como apaixonado do futebol. Eu iria jogar com a Seleção Brasileira. A seleção não veio completa. Seria um prazer jogar com eles, mas, infelizmente, não pude”.

O atleta da Seleção Master de Amarante, Marcondes, em entrevista, fez um apelo à administração referindo-se ao futuro do esporte no município. “Eu estou achando muito bom esse trabalho do Diego Teixeira. A gente estava triste em ver o estádio esquecido. Para mim, retornar a essa praça é muito bom. Eu queria que a administração olhasse com bons olhos para o esporte e para esses talentos que temos. A gente quer que tudo isso vá para a frente ajudando a nossa classe pobre e sofrida, principalmente no futebol.”

O vereador Rogério Macêdo, também da organização da partida, afirmou que Amarante viveu neste domingo um momento ímpar na sua história. “Nunca ocorreu um evento como este na cidade de Amarante, com a presença de grandes atletas. A determinação do prefeito Diego é que nós resgatemos o esporte e, em especial, o futebol. A cidade de Amarante está de festa.”

O administrador do estádio, Zé do Né, disse estar feliz com a iniciativa da atual administração e também pela satisfação da população do município. “Estou feliz! É um trabalho árduo, mas é um objetivo alcançado, e todos estão interessados e satisfeitos. Por felicidade nossa temos um apoio tão convincente hoje. Pela primeira vez isso acontece em Amarante. É uma graça muito grande.”

A iniciativa, segundo o desportista José Silveira, tira os jovens de Amarante da ociosidade. “A iniciativa é perfeita. O que mais importa é que o esporte traz o que é bom e tira os jovens das drogas. Essa é uma excelente oportunidade em que o prefeito trouxe para todos os craques do passado de grandes clubes. Eu estou emocionado!”

Uma partida realizada antes do jogo oficial, reuniu jovens de Amarante e também de São Francisco do Maranhão. O prefeito Adelbarto Santos assegura que a partida pode gerar bons frutos para as duas cidades. “É muito importante esse encontro com os atletas. Toda e qualquer iniciativa que vise desenvolver a prática do esporte e melhorar a qualidade de vida das pessoas é fundamental para São Francisco e para Amarante. Nós, em São Francisco do Maranhão, temos uma coordenação muito boa sob o comando do Régis e do Geraldo. Eu acredito que teremos bons frutos com essa partida. Nós entendemos que temos uma prática muito boa, mas precisamos evoluir para o profissionalismo. Queremos mais pessoas em grandes times através dessas inciativas.”

O prefeito de Amarante, Diego Teixeira, falou ao público referindo-se à reabertura do estádio como um pontapé inicial para o resgate do futebol. “Quero dizer que é um orgulho recebermos todos vocês, dando um pontapé inicial do resgate do nosso futebol. O estádio estava fechado, e fizemos uma força tarefa para a realização desse evento. Sejam bem-vindos, o jogo é festivo e a gente espera que a população aproveite”.

O atleta Paulo Vitor oficializou a entrega de uma camisa da Seleção Brasileira sob forma de reconhecimento dos atletas da Seleção pela idealização e execução do evento. A doação da camisa foi feita ao gestor pelos campeões do mundo Edilson e Viola. “O resultado é o que menos interessa, o que mais interessa é o carinho a confraternização de todos”, encerrou Paulo Vitor.

Os atletas da Seleção Master de Amarante receberam de autoridades do município Certificados de Participação conferidos aos renomes da história do futebol local em reconhecimento à importante participação e contribuição ao futebol amarantino.

Seleção Master de Amarante empata em 2×2 com Seleção Brasileira de Master

Seleção Master de Amarante empata em 2×2 com Seleção Brasileira de Maste

Com dois gols, um de Fábio Cruz e outro de Adriano Leite, a Seleção Master de Amarante empatou com a Seleção Brasileira de Master no estádio Abimael Resende na tarde deste domingo (2).

Um gol anulado, feito por Fábio Cruz, levou ao delírio o grande público presente, e daria á seleção de Amarante a vitória de 3×2. “O juiz anulou um dos meus gols e não sabemos o porquê! Amarante provou que está muito bem”, disse Fábio Cruz. Os dois gols de Amarante aconteceram no segundo tempo.

Dos dois gols da Seleção Brasileira, um foi contra; o outro foi marcado pelo atleta Marcelo Ramos, ambos no primeiro tempo.

“Mesmo sendo uma confraternização, dentro do campo o jogo é valendo! A partida quando esquenta fica mais gostosa, mas quando acaba o jogo, acaba também a rivalidade”, reforçou o atleta de Amarante.

A troca de experiência foi muito boa, segundo o atleta Noel – da seleção de Amarante. “A troca de experiência foi muito boa. A maior dificuldade para nós foi o Edilson porque ele ainda está em forma.”

A Seleção Brasileira de Master entrou em campo, ao som da banda Nova Euterpe, por volta das 16h com Pilito, Ronaldão, Zenon, Júnior, Mauro Galvão, Marcelo Ramos, Edilson Capetinha, Paulo Sérgio, Tiago Vasconcelos, Ari e Paulo Roberto. O atleta Viola estava no comando do time.

Já a Seleção Master de Amarante começou a partida com Derlan, Nêgo, Antonio Luís, Noel, Lourinho, Bigó, Josa, Aluísio, Gilvan, Marcondes e Zé Vilarinho.

O atleta Viola disse ao SOMOS NOTÍCIA que o carinho na recepção em Amarante emocionou a todos da Seleção. “Sabemos o quanto é difícil juntar grandes atletas, razão pela qual quero parabenizar a administração de Amarante e ao empresário Ari por esta realização. Muitas cidades grandes não têm esse contato com os atletas. Estamos emocionados! Para nós foi gratificante porque o povo daqui é simples e carinhoso”.

Sabendo que Amarante objetiva resgatar o esporte, o atleta Paulo Vitor disse em entrevista que lamenta o descaso de anos que impediu o sonho de muitos jovens.

“A gente fica feliz, inicialmente, por termos sido bem recebidos na cidade de Amarante, mas lamentamos a situação do esporte que durante anos ficou adormecido no município. A gente espera que a nossa vinda alavanque o esporte de Amarante. Nós vimos as crianças jogando bola no estádio, e isso é bom! Nós viemos passar a mensagem para os dirigentes e para os jovens que todos podem sonhar e chegar a uma seleção brasileira”, disse Paulo Vitor.

O árbitro da partida, João Neto, traz consigo a experiência de dois anos em campo, mas, segundo ele, “o coração bateu mais forte” em apitar para os atletas nacionais. “Há um grande movimento na nossa cidade hoje por uma ação da Prefeitura Municipal e da Secretaria de Esportes. A sensação é diferente e o coração bate muito mais forte por arbitrar essa partida.”

A secretária de Esportes de Amarante, Lidiane Macêdo, deu as boas-vindas ao público e agradeceu aos atletas pelo apoio. “São ações que acontecem e transformam vidas. O sonho dos nossos jovens não pode ser interrompido pela falta de oportunidades. Nós, como gestão, temos esse papel de fomentar o esporte. O prefeito abraça essa causa e vem apoiando incondicionalmente a Secretaria de Esportes.”

O ex-atleta de Amarante, Joaceli Barbosa, que iria atuar pela Seleção Brasileira de Master considerou que a iniciativa é importante, mas lamentou não jogar ao lado de quem muito admirou ao longo dos anos.”Não vou jogar por problemas de saúde. Hoje vou atuar como torcedor e como apaixonado do futebol. Eu iria jogar com a Seleção Brasileira. A seleção não veio completa. Seria um prazer jogar com eles, mas, infelizmente, não pude”.

O atleta da Seleção Master de Amarante, Marcondes, em entrevista, fez um apelo à administração referindo-se ao futuro do esporte no município. “Eu estou achando muito bom esse trabalho do Diego Teixeira. A gente estava triste em ver o estádio esquecido. Para mim, retornar a essa praça é muito bom. Eu queria que a administração olhasse com bons olhos para o esporte e para esses talentos que temos. A gente quer que tudo isso vá para a frente ajudando a nossa classe pobre e sofrida, principalmente no futebol.”

O vereador Rogério Macêdo, também da organização da partida, afirmou que Amarante viveu neste domingo um momento ímpar na sua história. “Nunca ocorreu um evento como este na cidade de Amarante, com a presença de grandes atletas. A determinação do prefeito Diego é que nós resgatemos o esporte e, em especial, o futebol. A cidade de Amarante está de festa.”

O administrador do estádio, Zé do Né, disse estar feliz com a iniciativa da atual administração e também pela satisfação da população do município. “Estou feliz! É um trabalho árduo, mas é um objetivo alcançado, e todos estão interessados e satisfeitos. Por felicidade nossa temos um apoio tão convincente hoje. Pela primeira vez isso acontece em Amarante. É uma graça muito grande.”

A iniciativa, segundo o desportista José Silveira, tira os jovens de Amarante da ociosidade. “A iniciativa é perfeita. O que mais importa é que o esporte traz o que é bom e tira os jovens das drogas. Essa é uma excelente oportunidade em que o prefeito trouxe para todos os craques do passado de grandes clubes. Eu estou emocionado!”

Uma partida realizada antes do jogo oficial, reuniu jovens de Amarante e também de São Francisco do Maranhão. O prefeito Adelbarto Santos assegura que a partida pode gerar bons frutos para as duas cidades. “É muito importante esse encontro com os atletas. Toda e qualquer iniciativa que vise desenvolver a prática do esporte e melhorar a qualidade de vida das pessoas é fundamental para São Francisco e para Amarante. Nós, em São Francisco do Maranhão, temos uma coordenação muito boa sob o comando do Régis e do Geraldo. Eu acredito que teremos bons frutos com essa partida. Nós entendemos que temos uma prática muito boa, mas precisamos evoluir para o profissionalismo. Queremos mais pessoas em grandes times através dessas inciativas.”

O prefeito de Amarante, Diego Teixeira, falou ao público referindo-se à reabertura do estádio como um pontapé inicial para o resgate do futebol. “Quero dizer que é um orgulho recebermos todos vocês, dando um pontapé inicial do resgate do nosso futebol. O estádio estava fechado, e fizemos uma força tarefa para a realização desse evento. Sejam bem-vindos, o jogo é festivo e a gente espera que a população aproveite”.

O atleta Paulo Vitor oficializou a entrega de uma camisa da Seleção Brasileira sob forma de reconhecimento dos atletas da Seleção pela idealização e execução do evento. A doação da camisa foi feita ao gestor pelos campeões do mundo Edilson e Viola. “O resultado é o que menos interessa, o que mais interessa é o carinho a confraternização de todos”, encerrou Paulo Vitor.

Os atletas da Seleção Master de Amarante receberam de autoridades do município Certificados de Participação conferidos aos renomes da história do futebol local em reconhecimento à importante participação e contribuição ao futebol amarantino.

29 de junho de 2017

26 de junho de 2017

Prefeito entrega prêmio de campeã à quadrilha Fuzaca no Festival

Evento foi bastante prestigiado pela população amarantina

O prefeito Diego Teixeira, o secretário de Cultura – Ronaldo Brandão, e a secretária de Assistência Social – Ana Tércia, entregaram o prêmio de R$ 4 mil às três quadrilhas vencedoras do ‘I Festival Amarante Junino‘ na noite deste sábado (24).

Escolhida pelo corpo de jurados como a melhor apresentação da noite, a quadrilha ‘Fuzaca’ – de Uruçuí, levou sozinha o prêmio de R$ 2 mil, ficando em segundo lugar a quadrilha ‘Flor Caipira’ – de Regeneração, com R$ 1.300,00; o prêmio de R$ 700,00 foi entregue à terceira colocada ‘Revolução Caipira’, de Valença do Piauí.

PARTICIPARAM DA COMPETIÇÃO
– Quadrilha Luar do Cerrado (Amarante);
– Quadrilha Flor du Mandacaru (São Francisco do MA);
– Quadrilha Lar do Sertão (Floriano);
– Quadrilha Raízes do Sertão (Francisco Ayres);
– Quadrilha Matutos Sanfonerar (Jerumenha);
– Quadrilha Coração Nordestino (Teresina);
– Quadrilha Balanço Junino (São Pedro do Piauí);
– Quadrilha Fuzaca (Uruçuí); e
– Quadrilha Revolução Caipira (Valença do Piauí).

Fez parte do corpo de jurados, Melquíades Barroso, Maria Clara Dantas, Maria Santana Francisca de Sousa, Alessandra e Raimundo Nunes.

O evento, que teve a apresentação de Oliveira e Doriana Reis, aconteceu nos dias 23 e 24, transformando Amarante no maior palco de festividades juninas do Médio Parnaíba em 2017.

O ‘I Festival Amarante Junino’, idealizado pela Prefeitura Municipal, foi executado pela Secretaria de Cultura em parceria com as demais pastas da atual administração, com o suporte do Conselho Tutelar em todo o processo organizacional.

Do evento participaram o ex-secretário de Estado da Saúde do Piauí, Dr. Francisco Costa, a secretária de Assistência Social de São Francisco do Maranhão, Helaine Wiselle, os vereadores Mylana Vilarinho, Rogério Macêdo e professor Ironilson, como também o vice-prefeito de Amarante – Mateus Vilarinho e esposa, o prefeito Diego Teixeira e seus assessores e a secretária de Assistência Social de Amarante, Ana Tércia.

O festival foi visto pelos barraqueiros como a oportunidade certa para melhorar a renda da família. Para a proprietária de barraca, Elisângela Rocha, o Festival foi a oportunidade que ela esperava para comercializar bebidas, tira-gosto, dentre outros produtos. “Estou feliz com a oportunidade de podermos vender. Esse evento foi muito bom para nós barraqueiros, e era realmente o que precisávamos!”

A barraqueira Maria Divina disse que também está satisfeita porque “foi tudo muito bem organizado”. Segundo ela, Amarante precisava de eventos que possibilitem a comercialização de produtos. “Há aproximadamente 10 anos que eu não via esse tipo de evento aqui(em Amarante). Se continuar acontecendo, vai ser muito bom financeiramente para todos nós”.

O secretário Ronaldo Brandão falou sobre a ação conjunta dos secretários e sobre o sucesso do festival. “Não se trata de um mérito da Cultura, mas de todas as secretarias. O empenho de todos possibilitou o que a população mais queria, que era a restauração da nossa imagem cultural.”

Ronaldo Brandão afirma ainda que o resultado do festival foi emocionante também para o público, e de grande valor histórico para Amarante.

“A felicidade do público demonstra que o nosso povo estava carente dessas ações. A nossa cultura estava esquecida e abandonada pela gestão passada. Passamos oito anos sem ter ações desse nível em Amarante, que é uma cidade cultural de berço.”

Ele reforça que o resgate era também um desejo ardente do ex-prefeito Helcias Lira. “Quando assumimos a secretaria, tínhamos a obrigação de fazer esse resgate da cultura de Amarante. Essa era também uma vontade sem medida do Helcias, que muito ama a nossa identidade cultural. Agradeço ao prefeito, à primeira dama, à administração e a todos os secretários, como também à equipe de organização do evento”, completou.

O prefeito ratifica o que diz o secretário sobre a soma dos esforços para o sucesso do festival que mobilizou simpatizantes de todo o Médio Parnaíba.

“Estou feliz por resgatarmos as tradições e por ver o povo participando. Esse evento é unicamente a somatória de todos os esforços que a administração vem desenvolvendo. Nós temos uma sorte de morar numa cidade linda, acolhedora e de gente especial. Nós temos que fomentar tudo isso”, disse ele.

Diego Teixeira reforça ao afirmar que a administração precisa “trazer de volta a grandeza que foi do passado com um novo viés que é potencializar o turismo”.

Ele externa sua satisfação com a presença do público e com o sucesso dos barraqueiros presentes no evento. “As quadrilhas que vieram, o povo que participou maciçamente e a prefeitura que está buscando a cada dia cumprir com a sua parte gerando renda para os barraqueiros, é isso o que nós queremos!” finaliza.

Prefeito entrega prêmio de campeã à quadrilha Fuzaca no Festival

Evento foi bastante prestigiado pela população amarantina

O prefeito Diego Teixeira, o secretário de Cultura – Ronaldo Brandão, e a secretária de Assistência Social – Ana Tércia, entregaram o prêmio de R$ 4 mil às três quadrilhas vencedoras do ‘I Festival Amarante Junino‘ na noite deste sábado (24).

Escolhida pelo corpo de jurados como a melhor apresentação da noite, a quadrilha ‘Fuzaca’ – de Uruçuí, levou sozinha o prêmio de R$ 2 mil, ficando em segundo lugar a quadrilha ‘Flor Caipira’ – de Regeneração, com R$ 1.300,00; o prêmio de R$ 700,00 foi entregue à terceira colocada ‘Revolução Caipira’, de Valença do Piauí.

PARTICIPARAM DA COMPETIÇÃO
– Quadrilha Luar do Cerrado (Amarante);
– Quadrilha Flor du Mandacaru (São Francisco do MA);
– Quadrilha Lar do Sertão (Floriano);
– Quadrilha Raízes do Sertão (Francisco Ayres);
– Quadrilha Matutos Sanfonerar (Jerumenha);
– Quadrilha Coração Nordestino (Teresina);
– Quadrilha Balanço Junino (São Pedro do Piauí);
– Quadrilha Fuzaca (Uruçuí); e
– Quadrilha Revolução Caipira (Valença do Piauí).

Fez parte do corpo de jurados, Melquíades Barroso, Maria Clara Dantas, Maria Santana Francisca de Sousa, Alessandra e Raimundo Nunes.

O evento, que teve a apresentação de Oliveira e Doriana Reis, aconteceu nos dias 23 e 24, transformando Amarante no maior palco de festividades juninas do Médio Parnaíba em 2017.

O ‘I Festival Amarante Junino’, idealizado pela Prefeitura Municipal, foi executado pela Secretaria de Cultura em parceria com as demais pastas da atual administração, com o suporte do Conselho Tutelar em todo o processo organizacional.

Do evento participaram o ex-secretário de Estado da Saúde do Piauí, Dr. Francisco Costa, a secretária de Assistência Social de São Francisco do Maranhão, Helaine Wiselle, os vereadores Mylana Vilarinho, Rogério Macêdo e professor Ironilson, como também o vice-prefeito de Amarante – Mateus Vilarinho e esposa, o prefeito Diego Teixeira e seus assessores e a secretária de Assistência Social de Amarante, Ana Tércia.

O festival foi visto pelos barraqueiros como a oportunidade certa para melhorar a renda da família. Para a proprietária de barraca, Elisângela Rocha, o Festival foi a oportunidade que ela esperava para comercializar bebidas, tira-gosto, dentre outros produtos. “Estou feliz com a oportunidade de podermos vender. Esse evento foi muito bom para nós barraqueiros, e era realmente o que precisávamos!”

A barraqueira Maria Divina disse que também está satisfeita porque “foi tudo muito bem organizado”. Segundo ela, Amarante precisava de eventos que possibilitem a comercialização de produtos. “Há aproximadamente 10 anos que eu não via esse tipo de evento aqui(em Amarante). Se continuar acontecendo, vai ser muito bom financeiramente para todos nós”.

O secretário Ronaldo Brandão falou sobre a ação conjunta dos secretários e sobre o sucesso do festival. “Não se trata de um mérito da Cultura, mas de todas as secretarias. O empenho de todos possibilitou o que a população mais queria, que era a restauração da nossa imagem cultural.”

Ronaldo Brandão afirma ainda que o resultado do festival foi emocionante também para o público, e de grande valor histórico para Amarante.

“A felicidade do público demonstra que o nosso povo estava carente dessas ações. A nossa cultura estava esquecida e abandonada pela gestão passada. Passamos oito anos sem ter ações desse nível em Amarante, que é uma cidade cultural de berço.”

Ele reforça que o resgate era também um desejo ardente do ex-prefeito Helcias Lira. “Quando assumimos a secretaria, tínhamos a obrigação de fazer esse resgate da cultura de Amarante. Essa era também uma vontade sem medida do Helcias, que muito ama a nossa identidade cultural. Agradeço ao prefeito, à primeira dama, à administração e a todos os secretários, como também à equipe de organização do evento”, completou.

O prefeito ratifica o que diz o secretário sobre a soma dos esforços para o sucesso do festival que mobilizou simpatizantes de todo o Médio Parnaíba.

“Estou feliz por resgatarmos as tradições e por ver o povo participando. Esse evento é unicamente a somatória de todos os esforços que a administração vem desenvolvendo. Nós temos uma sorte de morar numa cidade linda, acolhedora e de gente especial. Nós temos que fomentar tudo isso”, disse ele.

Diego Teixeira reforça ao afirmar que a administração precisa “trazer de volta a grandeza que foi do passado com um novo viés que é potencializar o turismo”.

Ele externa sua satisfação com a presença do público e com o sucesso dos barraqueiros presentes no evento. “As quadrilhas que vieram, o povo que participou maciçamente e a prefeitura que está buscando a cada dia cumprir com a sua parte gerando renda para os barraqueiros, é isso o que nós queremos!” finaliza.

Prefeito entrega prêmio de campeã à quadrilha Fuzaca no Festival

Evento foi bastante prestigiado pela população amarantina

O prefeito Diego Teixeira, o secretário de Cultura – Ronaldo Brandão, e a secretária de Assistência Social – Ana Tércia, entregaram o prêmio de R$ 4 mil às três quadrilhas vencedoras do ‘I Festival Amarante Junino‘ na noite deste sábado (24).

Escolhida pelo corpo de jurados como a melhor apresentação da noite, a quadrilha ‘Fuzaca’ – de Uruçuí, levou sozinha o prêmio de R$ 2 mil, ficando em segundo lugar a quadrilha ‘Flor Caipira’ – de Regeneração, com R$ 1.300,00; o prêmio de R$ 700,00 foi entregue à terceira colocada ‘Revolução Caipira’, de Valença do Piauí.

PARTICIPARAM DA COMPETIÇÃO
– Quadrilha Luar do Cerrado (Amarante);
– Quadrilha Flor du Mandacaru (São Francisco do MA);
– Quadrilha Lar do Sertão (Floriano);
– Quadrilha Raízes do Sertão (Francisco Ayres);
– Quadrilha Matutos Sanfonerar (Jerumenha);
– Quadrilha Coração Nordestino (Teresina);
– Quadrilha Balanço Junino (São Pedro do Piauí);
– Quadrilha Fuzaca (Uruçuí); e
– Quadrilha Revolução Caipira (Valença do Piauí).

Fez parte do corpo de jurados, Melquíades Barroso, Maria Clara Dantas, Maria Santana Francisca de Sousa, Alessandra e Raimundo Nunes.

O evento, que teve a apresentação de Oliveira e Doriana Reis, aconteceu nos dias 23 e 24, transformando Amarante no maior palco de festividades juninas do Médio Parnaíba em 2017.

O ‘I Festival Amarante Junino’, idealizado pela Prefeitura Municipal, foi executado pela Secretaria de Cultura em parceria com as demais pastas da atual administração, com o suporte do Conselho Tutelar em todo o processo organizacional.

Do evento participaram o ex-secretário de Estado da Saúde do Piauí, Dr. Francisco Costa, a secretária de Assistência Social de São Francisco do Maranhão, Helaine Wiselle, os vereadores Mylana Vilarinho, Rogério Macêdo e professor Ironilson, como também o vice-prefeito de Amarante – Mateus Vilarinho e esposa, o prefeito Diego Teixeira e seus assessores e a secretária de Assistência Social de Amarante, Ana Tércia.

O festival foi visto pelos barraqueiros como a oportunidade certa para melhorar a renda da família. Para a proprietária de barraca, Elisângela Rocha, o Festival foi a oportunidade que ela esperava para comercializar bebidas, tira-gosto, dentre outros produtos. “Estou feliz com a oportunidade de podermos vender. Esse evento foi muito bom para nós barraqueiros, e era realmente o que precisávamos!”

A barraqueira Maria Divina disse que também está satisfeita porque “foi tudo muito bem organizado”. Segundo ela, Amarante precisava de eventos que possibilitem a comercialização de produtos. “Há aproximadamente 10 anos que eu não via esse tipo de evento aqui(em Amarante). Se continuar acontecendo, vai ser muito bom financeiramente para todos nós”.

O secretário Ronaldo Brandão falou sobre a ação conjunta dos secretários e sobre o sucesso do festival. “Não se trata de um mérito da Cultura, mas de todas as secretarias. O empenho de todos possibilitou o que a população mais queria, que era a restauração da nossa imagem cultural.”

Ronaldo Brandão afirma ainda que o resultado do festival foi emocionante também para o público, e de grande valor histórico para Amarante.

“A felicidade do público demonstra que o nosso povo estava carente dessas ações. A nossa cultura estava esquecida e abandonada pela gestão passada. Passamos oito anos sem ter ações desse nível em Amarante, que é uma cidade cultural de berço.”

Ele reforça que o resgate era também um desejo ardente do ex-prefeito Helcias Lira. “Quando assumimos a secretaria, tínhamos a obrigação de fazer esse resgate da cultura de Amarante. Essa era também uma vontade sem medida do Helcias, que muito ama a nossa identidade cultural. Agradeço ao prefeito, à primeira dama, à administração e a todos os secretários, como também à equipe de organização do evento”, completou.

O prefeito ratifica o que diz o secretário sobre a soma dos esforços para o sucesso do festival que mobilizou simpatizantes de todo o Médio Parnaíba.

“Estou feliz por resgatarmos as tradições e por ver o povo participando. Esse evento é unicamente a somatória de todos os esforços que a administração vem desenvolvendo. Nós temos uma sorte de morar numa cidade linda, acolhedora e de gente especial. Nós temos que fomentar tudo isso”, disse ele.

Diego Teixeira reforça ao afirmar que a administração precisa “trazer de volta a grandeza que foi do passado com um novo viés que é potencializar o turismo”.

Ele externa sua satisfação com a presença do público e com o sucesso dos barraqueiros presentes no evento. “As quadrilhas que vieram, o povo que participou maciçamente e a prefeitura que está buscando a cada dia cumprir com a sua parte gerando renda para os barraqueiros, é isso o que nós queremos!” finaliza.

22 de junho de 2017

20 de junho de 2017

12 de junho de 2017

07 de junho de 2017

05 de junho de 2017

01 de junho de 2017