• VIP TAXI teresina
  • bbrock
  • assinatura jornal

Notícias Altos

30 de maio de 2017

Audiência pública discute segurança em Altos

Audiência pública discute segurança em Altos

Segurança pública foi o tema de uma audiência realizada na manhã desta segunda-feira (29), no Fórum Desembargador Odorico Rosa, em Altos. Representantes de diversos segmentos da sociedade compareceram ao encontro para discutir medidas de combate e prevenção à violência no município. 

A sugestão para a realização da audiência aconteceu ainda em abril, durante reunião da Prefeita de Altos, Patrícia Leal, com o Secretário de Segurança do Estado, Capitão Fábio Abreu, e o Comandante-Geral da Polícia Militar do Piauí, Coronel Carlos Augusto. 

As medidas discutidas nesta segunda-feira tiveram como foco a importância de uma gestão compartilhada da segurança pública. Para a prefeita de Altos, Patrícia Leal, população e autoridades têm responsabilidade na promoção da tranquilidade pública no município.

“Cada setor da sociedade tem sua parcela de responsabilidade nas questões de segurança, por isso a importância desta audiência pública. Estamos aqui para colher ideias, definir caminhos e possíveis soluções para o problema. Precisamos unir forças. A ajuda de todos é muito importante neste momento”, destaca a gestora.

A juíza da Comarca de Altos, Dra Andrea Parente, também enfatizou a importância de uma ação conjunta das instituições. Para ela, a integração entre as instituições e a sociedade é de fundamental importância para o combate à violência em todas as suas frentes.

“Precisamos convocar todos os setores da sociedade, pois, de forma conjunta, temos mais força, mais ideias e mais poder de realização”, ressalta e magistrada.
A audiência pública foi mediada pelo promotor de justiça Paulo Rubens Rebouças. Também participaram da reunião a promotora de justiça, Márcia Aida; secretário de segurança, Capitão Fábio Abreu; presidente da Câmara de Altos, vereador Maxwell da Mariinha; comandante do 8º Batalhão de Polícia Militar, Major Wilton Sousa; comandante da 3ª Companhia de Polícia, Capitão Aristeu Fernandes, dentre outras autoridades.

02 de maio de 2017

SEMED entrega livros de Inglês para alunos do ensino fundamental

SEMED/Altos entrega livros de Inglês para alunos do ensino fundamental

A Secretaria de Educação do município de Altos fez a entrega dos livros de Língua Inglesa dos anos iniciais do ensino fundamental (alunos do 3º ao 5º ano). A solenidade aconteceu na manhã desta quinta-feira (27) no auditório da Biblioteca João Bastos, no centro de Altos.

Márcia Beatriz, Secretária de Educação, destacou que a medida surge em razão da importância da cultura inglesa na sociedade contemporânea. “Era uma demanda cobrada por alunos e professores, mas que felizmente será sanada. Ouvimos os pedidos de todos e agora vamos trabalhar com a cultura mais divulgada no mundo.”, ressalta a secretária. O ensino da língua estrangeira vai contemplar as escolas das zonas urbana e rural de Altos, alcançando cerca 1.500 alunos.

Ainda durante a solenidade de entrega dos livros - prestigiada por professores, diretores, coordenadores, pais e alunos - Márcia Beatriz falou da importância da ação e agradeceu à prefeita de Altos, Patrícia Leal, pelo apoio dado ao projeto. “Podemos considerar a aquisição dos livros de Inglês como um marco na educação de nosso município, assim como também o trabalho desta língua estrangeira nas escolas da zona rural. Para tanto, agradecemos à Prefeita Patrícia Leal pelo apoio ao nosso pleito e a garantia para a realização deste importante trabalho.”, complementou a secretária.

25 de abril de 2017

Patrícia Leal solicita a instalação de um Batalhão da Polícia Militar

Patrícia Leal solicita a instalação de um Batalhão da Polícia Militar em Altos

A Prefeita de Altos, Patrícia Leal, solicitou ao Secretário de Segurança do Estado, Capitão Fábio Abreu, a instalação de um Batalhão da Polícia Militar no município. A gestora destacou a importância de reforço policial na região, que tem enfrentado dificuldades com o aumento da criminalidade.

A demanda foi repassada ao secretário na tarde desta segunda-feira (24), durante reunião realizada na residência da prefeita. “Entendemos que a instalação de uma unidade militar deste porte poderá contribuir para a melhoria na segurança de nossa cidade. Essa é uma reivindicação de vários segmentos da sociedade altoense, e isso nós temos cobrado desde 2014”, ressalta a prefeita.

O município de Altos, que fica a 40 Km de Teresina, cresceu muito nos últimos anos. A 3ª Companhia de Polícia Militar, responsável pelo policiamento ostensivo, também atende ocorrências de outras cidades, como Coivaras e Pau D’Arco do Piauí.

Novo delegado

Ainda durante o encontro, provocado pela gestora, também foi discutida a importância da Polícia Civil para a redução da violência em Altos. Jarbas Lopes, agora responsável pelo 14º Distrito Policial, a Delegacia de Altos, também esteve presente na reunião. Na ocasião, Patrícia Leal se colocou à disposição para colaborar com a Polícia Civil, ao tempo em que cobrou ações efetivas na área investigativa.

O vice-prefeito de Altos, Nerirrone Lacerda, e o Secretário de Administração e Finanças, Warton Lacerda, também participaram da reunião.

11 de abril de 2017

Prefeita participa de audiência com Secretário de Segurança

Prefeita de Altos participa de audiência com Secretário de Segurança e Comandante da PM-PI

A prefeita de Altos, Patrícia Leal, participou de uma audiência na manhã desta segunda-feira (10) com o Secretário de Segurança do Estado, Capitão Fábio Abreu, e o Comandante-Geral da Polícia Militar do Piauí, Coronel Carlos Augusto. O encontro foi provocado pela gestora com o objetivo de conseguir reforço policial para o município, que tem sofrido com uma recente onda de violência.

Na ocasião, Patrícia estava acompanhada de vereadores da cidade, vice-prefeito Nerirrone Lacerda, do Deputado Federal Assis Carvalho e do Secretário de Administração e Finanças de Altos, Warton Lacerda.

Entre as reivindicações feitas aos chefes de segurança do estado, a gestora destacou que o reforço policial no município precisa acontecer de forma continuada, e não apenas em situações pontuais. “Altos cresceu muito e fica localizada em uma região propícia para a ação de criminosos. A realidade que estamos vivendo infelizmente é de muita apreensão. Em curto prazo, acredito que a presença constante da polícia possa melhorar esta situação. Contudo, precisamos de um efetivo ampliado e melhor aparelhado”, pontua a prefeita.

O comandante-geral, Coronel Carlos Augusto, enfatizou que as operações serão intensificadas no município, inclusive com a presença de grupamentos especiais da Polícia Militar, como Rone e Força Tática.

O Capitão Fábio Abreu, Secretário de Segurança, informou que a Delegacia de Altos poderá passar por mudanças. Ele estuda a possibilidade de trazer para o 14º DP o Delegado Regional de Picos.

Ainda durante o encontro, o deputado federal Assis Carvalho e os vereadores de Altos sugeriram a realização de uma audiência pública no município para que a comunidade possa ser ouvida. A sugestão foi acatada pelo secretário e o comandante – eles afirmaram que irão participar da reunião, cuja data será divulgada nos próximos dias.

10 de abril de 2017

Prefeita de Altos pede reforço ao comandante-geral da Polícia Militar

Prefeita de Altos pede reforço ao comandante-geral da Polícia Militar do Piauí

Diante da onda de violência que vem assustando os moradores de Altos, a 40 Km de Teresina, a Prefeita da cidade, Patrícia Leal, mais uma vez manteve contato com o comandante-geral da Polícia Militar do Piauí, Coronel Carlos Augusto Gomes de Souza, para pedir reforço policial no município. Ela falou sobre o crime que resultou na morte do Sargento Inácio de Abreu e dos inúmeros assaltos registrados em Altos nos últimos dias.

Na oportunidade, Patrícia solicitou aumento no efetivo da Polícia Militar, e sugeriu que medidas mais firmes sejam adotadas com urgência. “O que podemos fazer é cobrar das forças de segurança mais proteção à população. Para isso, precisamos de maior contingente e melhor aparato para que os policiais possam realizar seu trabalho a contento”, destaca a prefeita.

Ainda segundo a gestora, o comandante-geral, Coronel Carlos Augusto, mostrou-se preocupado com a situação e assegurou que vai reforçar o policiamento ostensivo no município. “O coronel nos garantiu que vai enviar mais guarnições da RONE para Altos. Além disso, assegurou que irá se reunir com os comandantes da nossa região para traçar novas estratégias de segurança”, ressaltou.

Uma reunião com o coronel foi agendada para esta segunda-feira (10). Além da adoção de medidas que possam trazer de imediato mais segurança para a população, no encontro será discutida a possibilidade de uma parceria entre a Prefeitura de Altos e a Polícia Militar para a realização dos Projetos Pelotão Mirim e Programa Educacional de Resistência às Drogas (Proerd).

Nesta sexta-feira (07) Patrícia Leal ainda manteve contato com o Governador Wellington Dias e o Secretário de Segurança, Capitão Fábio Abreu. Eles afirmaram que irão concentrar mais atenção na segurança pública do município. “Na verdade entrei em contato com todos os organismos policiais do nosso estado. O que podemos fazer é cobrar mais apoio, e isso nós temos feito. Repassei toda a situação para o secretário e o governador, de modo que eles prometeram reforçar a estrutura das Polícias Civil e Militar, em Altos”, complementou a prefeita.

01 de março de 2017

‘Jacaré Altoense’ e ‘Altos na Tribo e no Corso’ vencem o IV Corso

‘Jacaré Altoense’ e ‘Altos na Tribo e no Corso’ vencem o IV Corso da Alegria

O IV Corso da Alegria abriu as festas de momo da cidade de Altos, a 40 km de Teresina. A festa teve início na Avenida 12 de Outubro no final da tarde deste sábado (25). Os vencedores do desfile foram os caminhões ‘Jacaré Altoense’, da decoradora Iza Raulino, e ‘Altos na Tribo e no Corso’, da empresária Mairla Araújo. Eles empataram com a nota 9.5, segundo a organização do evento.

Vencedor em todas as edições do corso, neste ano o grupo da decoradora Iza Raulino homenageou o time da Associação Atlética de Altos, que tem o Jacaré como mascote. O carro levou para a rua uma fantasia gigante de Jacaré. E os participantes, animados por uma banda que tocava ao vivo o hino do Altos, interagiram com o público distribuindo bolas de futebol.

Enfeitado com talos de palmeira e palha piaçava, o caminhão da empresária Mairla Araújo virou uma tribo nas ruas da cidade. Com corpos pintados, lanças e cocares de pena, os participantes homenagearam a cultura indígena no corso de Altos.

Os vencedores do desfile de carros decorados ganharam R$ 1 mil de premiação. O carnaval de Altos segue até terça-feira (28), quando ocorrerá o tradicional desfile dos blocos. Na noite de sábado as bandas Versáteis e Badalaxé da Bahia fizeram a festa para milhares de foliões lotaram o Calçadão da Praça Cônego Honório. O evento tem a organização da Prefeitura de Altos, através da Coordenação de Cultura.

27 de fevereiro de 2017

“Gestão pública precisa ter planejamento, metas e parcerias”, diz Warton

Em entrevista ao ODIA, o secretário de administração e finanças de Altos falou sobre os segredos de gerir na crise

Em um momento difícil para o país e para os mais de 5 mil municípios brasileiros, um município piauiense tem se destacado por ir contrário ao momento de dificuldade e avançar em todos os setores. ODIA este no município Altos (40 km de Teresina) conversando com o secretário de Administração e Finaças, Warton Lacerda, e ele explicou o segredo para o equilíbrio financeiro que hoje permite que o município continue avançando e se desenvolvendo. Warton também anunciou em primeira mão o desejo de concorrer a uma vaga na Assembleia Legislativa nas eleições de 2018. Confira na íntegra:

O senhor está à frente das pastas da administração e das finanças desde o início da primeira gestão da prefeita Patrícia Leal, como tem sido o desafio de administrar em meio a crise?

Fazer gestão pública com poucos recursos não tem sido uma tarefa fácil, sabemos que as necessidades são maiores que os recursos, especialmente nos últimos dois anos onde os recursos tem diminuído bastante. Eu acho que a gestão tem que ter o pé o chão e não procurar inventar neste momento de dificuldades financeiras... É preciso priorizar o funcionário público, pagar em dia, fazer planejamento, estabelecer metas e trabalhar de acordo com aquilo que é prioridade em uma gestão pública. Além do funcionalismo existe outras coisas que uma gestão precisa manter necessitando de recursos, daí surge a necessidade de buscar parcerias. O fato de que os recursos tem tido uma queda drástica, não significa dizer que as obras e outras ações precisem parar... É preciso buscar apoio e para isso se tem “N” opções, seja com Governo Federal ou Governo Estadual e isso fizemos de maneira muito forte no primeiro mandato.

Através deste planejamento e da busca destas parcerias, o que foi possível fazer em benefício do município?

Conseguimos asfaltar mais de 50 ruas, reformamos o hospital que há 20 anos não via uma reforma, conseguimos construir 7 Unidades Básicas de Saúde, conseguimos a construção de 750 casas pelo programa “Minha Casa Minha Vida”, conseguimos 02 creches “Tipo B”, conseguimos perfurar mais de 50 poços e fazer a distribuição de água através deles, recuperamos mais de 350 quilômetros de estradas na zona rural com as máquinas do PAC, construímos galerias, trocamos semáforos, fizemos a pavimentação (calçamento) em inúmeras ruas... Fizemos muitas coisas através de parcerias com os governos Estadual e Federal.

Qual seria então o segredo para se ter planejamento e organização e assim conseguir tantos benefícios?

Eu posso destacar a força de vontade, o interesse em ir atrás e buscar mais... Sempre com determinação e foco naquilo que se quer fazer. Fui administrador de empresas por mais de 20 anos, gerenciei multinacionais e por isso tenho uma base boa para a questão de planejar e organizar. O que temos feito é trabalhar sempre com metas e sempre buscando o equilíbrio da receita, sabendo que não se pode gastar mais do que aquilo que é arrecadado. Este conhecimento que adquiri na minha vida profissional eu tenho aplicado aqui, e tem dado certo, estamos garantindo os resultados que a população espera.

Quais são as dificuldades para desenvolver esse trabalho e conseguir os resultados citados?

Como disse não é fácil, lidar com a coisa pública as vezes é cansativo e estressante, especialmente porque nem tudo sai na velocidade que desejamos e precisamos... Um exemplo disso é o Terminal Rodoviário de Altos, fizemos um projeto ainda no ano de 2013 e de lá pra cá temos lutado com isso, licitamos e a ordem de serviço só foi dada há 15 dias atrás... Mas está ai, é mais uma grande obra que será realizada dentro da cidade graças a gestão da prefeita Patrícia Leal.

Altos é uma cidade que tem crescido bastante nos últimos anos. Quais os desafios para os próximos 4 anos de gestão?

Realmente o município cresceu, a população ampliou e nós criamos uma lei de incentivo fiscal. Com esse projeto do “Minha Casa Minha Vida”, além das 750 casas, atraímos construtoras que vieram investir aqui e ao total foram feitas cerca de R$ 2.500 moradias. Então Altos cresceu, isso aqueceu o comércio e gerou muito mais emprego, Altos ficou acima (proporcionalmente) de cidades importantes como Teresina, Uruçuí, Bom Jesus e outras, o que oi até noticiado na grande mídia. Para os próximos 4 anos existe um planejamento e existem muitas parcerias já feitas... Já posso citar aqui R$ 5 milhões que serão investidos em obras de calçamento, a revitalização da Avenida Francisco Raulino, iluminação, revitalização da Avenida 12 de Outubro, revitalização da Praça da Matriz que foi reformada em 1992, tem mais unidades de saúde para serem construídas, mais creches, mais escolas, estradas na zona rural, mais de 12 poços para serem perfurados, asfalto... Tem muita coisa boa vindo aí, a tendência é que este seja um segundo mandato melhor que o primeiro.

Todo esse trabalho trouxe um resultado para a cidade e para a gestão. Após tantas conquistas, quais os desejos de vocês como gestores?

O desejo é continuar trabalhando pelo município, pela população. Tem muita coisa que nós precisamos fazer ainda e que a cidade precisa né... Vamos trabalhar para que todos os projetos que eu citei a pouco saiam do papel e sejam realizados, queremos buscar mais parcerias para que Altos se desenvolva mais e eu acho que muita coisa boa ainda está por vir.

Altos tem sido vitrine também através do Esporte. Temos visto o avanço da seleção da cidade que vem se destacando a nível nacional. Como tem sido o seu trabalho, como presidente do time?

Montamos o time em 2013 e de lá pra cá ele vem participando dos campeonatos esportivos. Foi campeão piauiense da 2ª divisão, vice-campeão piauiense da 1ª divisão, foi o melhor time em desempenho no Campeonato Brasileiro, na Série B e já estamos trabalhando a Copa Piauiense, a Copa Nordeste e a Copa do Brasil... O time é líder na Copa Piauiense, mudou de fase na Copa do Brasil, está bem colocado na Copa do Nordeste e alcançado várias conquistas... Isso também é fruto de um trabalho feito com planejamento, metas e organização, pois futebol hoje não é só entrar no campo e jogar bola, é preciso um trabalho por trás que fazemos como administrador, dá trabalho, mas está dando certo e estamos felizes por levar o nome do Piauí mais longe!

Que recado o senhor deixa para a população de Altos?

Não só Altos, mas todo o Estado podem contar com a gente. Estamos fazendo um trabalho novo e queremos fazer muito mais... Quero dizer a todos (as), que estamos almejando dar um passo a mais e estamos trabalhando a possibilidade de lançar uma candidatura na esfera estadual que represente bem o nosso Estado e que possa fazer diferente na Assembleia Legislativa. Eu vejo que podemos contribuir muito com o Piauí, tenho sentido que o grande gargalo da gestão pública são as burocracias que complicam e afetam diretamente a população, então queremos trabalhar com projetos de lei para conseguirmos a desburocratização de tudo que se refere à gestão pública. Tenho observado o exemplo de outros países, quando acontece algum fato atípico, queda de uma ponte, uma estrada ou algo do

 tipo... Em pouco tempo eles conseguem resolver, e por que não conseguimos isso no Piauí? Burocracia! Existe o decreto de emergência, mas até que este saia do papel... Quem sofre é o povo! Acredito que com mais vontade política, uma mente aberta se pode trabalhar isso e cobrar mais. Então é isso, queremos fazer parceria com os municípios e trocar experiências para os gestores consigam êxito na realização dos seus projetos com mais agilidade e buscar também projetos que incentivem a prática de Esportes e a geração de emprego e renda.

Com todos estes resultados e a pretensão de uma candidatura a nível estadual. Já tem uma sigla partidária apoiando e abraçando este projeto?

Olha eu sou ligado ao governador Wellington Dias, nosso deputado federal é o Assis Carvalho (PT) e eu estou filiado atualmente ao Partido Progressista (PP), mas eu tenho sido procurado por muitos partidos, vários mesmo. Praticamente todos os dias recebo convites... Mas ainda não defini por qual partido irei marchar nesta jornada e vou pensar nisso com carinho, vendo qual partido que represente e viabilize essa nossa candidatura. Já tenho rodado bastante, feito visitas não somente aqui na região de Altos, mas por todo o Estado e eu tenho sentido uma aceitação boa, uma receptividade boa por parte de muitas lideranças... Sei que ainda está um pouco distante o período eleitoral, mas estou procurando meu espaço e acredito que todos nós tenhamos esse direito. 

01 de fevereiro de 2017

Assinada ordem de serviço para construção do Terminal Rodoviário

A prefeita Patrícia Leal e o secretário de Administração Warton Lacerda realizaram a assinatura

A Prefeita de Altos, Patrícia Leal, e o secretário municipal de administração e finanças, Warton Lacerda, assinaram na tarde desta terça-feira (31) a ordem de serviço para início da construção do Terminal Rodoviário de Altos. A assinatura ocorreu na Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf), em Teresina.

Orçada em R$ 1.100.971,06 -, a rodoviária será construída às margens da BR-343, na saída de Altos para Campo Maior. Os recursos foram adquiridos através de emenda parlamentar do Deputado Federal Assis Carvalho e do ex-senador João Vicente Claudino.

O empreendimento é uma demanda antiga da população. Para a prefeita de Altos, Patrícia Leal, a construção do terminal representa a realização de um sonho. “Há décadas que esperamos por este empreendimento tão importante para o desenvolvimento de Altos. Além da melhoria no aspecto estético da cidade, a construção trará oportunidades de emprego e renda, fundamentais para a economia do nosso município”, ressalta a gestora.

Warton Lacerda, secretário municipal de administração, também destacou o importante impacto social da Rodoviária de Altos. “As melhorias que serão implementadas são fundamentais para o município. Neste aspecto, destacamos o tráfego no centro da cidade, a ampliação da infraestrutura nas imediações do terminal e, por consequência, a valorização imobiliária na região”, observou o secretário.

No encontro para a assinatura do convênio, também estiveram presentes os engenheiros Marcos Fernando, da Codevasf, e José Ribeiro, da empresa que executará os serviços de construção do terminal rodoviário.

07 de novembro de 2016

Nova penitenciária em Altos terá 600 vagas

Nova penitenciária em Altos terá 600 vagas

O secretário de Justiça do Piauí, Daniel Oliveira, realizou, nesta quinta-feira (03), visita técnica às obras da Cadeia Pública de Altos, unidade que, depois de concluída, abrirá 600 novas vagas no sistema prisional do  Estado.

A Cadeia Pública de Altos está sendo construída ao lado da Colônia Agrícola Major César Oliveira, a cerca de 20 km de Teresina. A obra é fruto de parceria entre a Secretaria de Justiça do Piauí e o Departamento Penitenciário Nacional (Depen).

O secretário de Justiça, Daniel Oliveira, explica que a nova penitenciária será destinada a receber presos provisórios. De acordo com o gestor, há uma preocupação, por parte do Estado, em buscar soluções para o problema da superlotação.

“A Cadeia Pública de Altos será uma unidade mais segurança, mais moderna e mais humanizada. Cada um dos pavilhões, por exemplo, contará com salas de aula e espaços de ressocialização para os detentos”, pontua o secretário.

A obra teve início em julho deste ano. A fase de terraplanagem foi realizada e, agora, estão sendo construídos os módulos administrativos do novo estabelecimento penal, bem como os pilares que vão contornar o perímetro de segurança da unidade.

A visita técnica foi acompanhada pela equipe de Engenharia da Secretaria de Justiça, técnicos da Caixa Econômica Federal e pelo Ministério Público Federal. O investimento total na Cadeia Pública de Altos é de R$ 17 milhões.

03 de novembro de 2016

Estado realiza sonho de famílias do assentamento Espinheiros em Altos

Estado realiza sonho de famílias do assentamento Espinheiros em Altos

O Governo do Estado, por meio do Instituto de Terras do Piauí (Interpi), realizou, nessa segunda-feira (31), o sonho de famílias do Assentamento Espinheiros, zona rural da cidade de Altos. Isso porque o governador Wellington Dias, em ato solene, entregou 19 títulos definitivos de terra aos moradores.

Na oportunidade, o governador garantiu melhorar o fornecimento de energia elétrica na região. Os assentamentos Corte do Meio, Coité e Barrinha, localizados na região de Altos, serão os próximos a serem regularizados.

“Agora vocês poderão dizer que ‘essa terra é minha e da minha família’, sem medo de alguém tomar”, destacou Wellington às famílias beneficiadas.

Dias ressaltou ainda a importância da presença de representantes do Banco Mundial. “Vir aqui e ver de perto a realidade dessas famílias e, mais ainda, saber o destino dos investimentos que vocês farão, torna mais evidente a importância dos recursos para o desenvolvimento da agricultura familiar no Piauí”, pontua o governador.

Para Martin Raiser, diretor do Banco Mundial, a regularização fundiária irá refletir positivamente não apenas aos atuais moradores, mas também a futuras gerações. “Essa questão fundiária é um problema antigo no país, mas que nos últimos tempos tem ganhado força e se tornado realidade. Estamos muito felizes de fazer parte desse processo”, avalia o diretor.

Segundo Regina Lourdes, diretora-geral do Interpi, há mais de 20 anos as famílias buscam regularizar as moradias. “A equipe do Interpi, que vem acompanhando toda a luta dessas famílias, sonha junto com elas e ver o título definitivo em mãos é um sentimento de dever cumprido. Entregamos não só o título definitivo, mas também o Cadastro Ambiental Rural (CAR) e o encaminhamento para que cada título seja oficialmente registrado em cartório”, esclarece a diretora.

O Governo do Estado firmou parceria com o Banco Mundial, por meio do  “Projeto Piauí: Pilares do Crescimento e Inclusão Social”, lançado nessa segunda-feira (31). Os recursos, que chegam a US$ 320 milhões, são referentes a duas operações de crédito que apóiam as áreas da educação, saúde, meio ambiente, regularização fundiária, geração de emprego e renda no meio rural e gestão pública.

Famílias comemoram a entrega de títulos

Com a entrega de títulos definitivos, o assentamento Espinheiros, nessa segunda-feira, era só festa. Muita música, comidas típicas e visita de autoridades que fizeram parte da comemoração.

Francisca Evaristo, 28 anos, mãe de dois filhos, Lucas, 3 anos, e Luan, 5 anos, está muito feliz por  ter de fato uma propriedade em seu nome. “Sempre fui uma mulher independente. Crio meus filhos sozinha. Ser dona de um lar, é a realização de um grande sonho”, fala a dona de casa que pretende ter acesso a recursos em projetos agrícolas do governo.