Portal O Dia

Roy Jones Jr. manda recado para Anderson Silva: 'Estou aqui para ele'

Lutador de boxe tem duelo marcado para o dia 22 de dezembro e volta a dizer que enfrentará Spider, se o brasileiro vencer Chris Weidman

05/12/2013 10:59

Roy Jones Jr. quer enfrentar Anderson Silva em uma luta de boxe

O boxeador Roy Jones Jr. já havia dito que enfrentaria Anderson Silva se o brasileiro vencesse o atual campeão dos médios Chris Weidman. O pugilista reforçou essa promessa revelando que aceitou um duelo, contra Zine Eddine Benmakhlouf, para o dia 22 de dezembro, para não ficar muito tempo parado, caso tenha que enfrentar Spider.


Lutador do UFC revela que não faz sexo há três anos e meio




"Eu quero estar pronto para Anderson Silva, caso ele vença (Chris) Weidman. Silva deixou claro que se ele ganhar, quer me enfrentar em seguida. Estou aqui para ele. Essa é uma luta que intriga muita gente, e eu não posso lutar contra Anderson Silva vindo de uma longa pausa. Então é necessário ter uma luta antes. Se não fosse por Anderson Silva me desafiando, eu não faria essa luta", disse Roy Jones ao site do canal americano "ESPN".

A prova de que o pugilista está falando a verdade é que ele tinha duelo marcado para o dia 18 de dezembro, contra  Bobby Gunn, mas essa luta foi cancelada. Logo em seguida, ele aceitou duelar contra Benmakhlouf, em Moscou. Roy Jones tem 56 vitórias na carreira de boxeador, sendo que 40 foram por nocaute. Em janeiro, ele completa 45 anos, enquanto Spider vai completar 39 em abril.

Fonte: Esporte interativo

Deixe um comentário

Tópicos silva, aqui, anderson, recado, manda, jones,

Veja também

há 11 horas
Anderson Silva se sente "como se fosse a primeira vez" e se diz "na melhor vibe na vida" antes do UFC 183
há 1 dia
A Globo bem que tentou, mas, após longa negociação com a organização do UFC, a emissora teve que engolir um “não” para sua intenção de transmitir ao vivo a volta de Anderson Silva ao octógono. A luta do próximo sábado, 31, contra Nick Diaz,
há 2 dias
Makwan Amirkhani venceu Andy Ogle em apenas oito segundos no UFC Estocolmo e lembrou as dificuldades familiares
há 3 dias
Americano será o próximo desafiante ao título dos meio-pesados